conecte-se conosco


Várzea Grande

Bolo cenográfico apresenta exposição dos 152 de Várzea Grande

Publicado

Várzea Grande está em festa, comemora seu aniversário de 152 anos, e um enorme bolo cenográfico foi montado no Paço Municipal Couto Magalhães expondo fotos que simbolizam a cultura, a história e o desenvolvimento municipal. A iniciativa da Prefeitura de Várzea Grande com apoio cultural de empresas locais e do programa de televisão Resumo do Dia teve visitação oficial nesta segunda-feira (13), marcando o ato festivo com a presença da Prefeita Lucimar Sacre de Campos, secretariado e cerca de 80 alunos das Escolas Municipais de Educação Básica “Honorato Pedroso de Barros” e “José Estejo de Campos”.

“Nosso município está comemorando 152 anos e a Prefeitura celebra essa data em homenagem a todos os trabalhadores que fazem dessa cidade o seu lugar de moradia e sustento. São 152 anos de história, cultura e desenvolvimento que precisam ser lembrados e comemorados. Nos próximos dias cada morador e turista além de visitar o Paço Municipal e conhecer um pedaço da nossa história poderá também levar um pedacinho desse bolo de 152 anos através de fotos e selfies”, declarou a Prefeita Lucimar Sacre de Campos que também destacou a participação dos alunos presentes que acompanharam a Banda Municipal cantando o Hino de Várzea Grande. “Foi uma demonstração de civismo, patriotismo e amor à nossa terra”, completou.

Leia Também:  Várzea Grande inicia Audiências Públicas para revisar Plano Diretor com participação da sociedade

De acordo com o secretário municipal de Educação, Cultura, Esportes e Lazer, Silvio Fidelis, as escolas municipais já iniciaram visitação ao Paço Municipal para conhecer um pouco da história de Várzea Grande. “O bolo cenográfico não é apenas uma estrutura decorativa a parte interna dele abriga um pequeno museu com fotos antigas e um resumo da história do município com seus principais atores. A estrutura gigante possui cinco metros e meio de altura por três metros e meio de diâmetros, foi construído em madeira e lona impressa”, detalhou o secretário.   

A professora coordenadora da Escola em Tempo Ampliado EMEB “Honorato Pedroso de Barros”, Jovana Marques, declarou que a ideia de instalar o bolo cenográfico “oportuniza os professores a trabalharem com atividades extraclasse que são fundamentais para potencializar novos espaços de conhecimento, estudo, discussão e reflexões coletivas com os alunos, neste caso com a história da cidade”.

Após a visitação, o aluno de apenas sete anos, Éder Vinícius de Campos Almeida, confirmou a declaração da professora e disse que pôde contemplar a fotografia de pessoas e locais que fazem parte da história contada em sala de aula. “Eu vi as fotos da igreja Nossa Senhora da Guia e de Couto Magalhães. A professora explicou que devido sua importância na fundação da cidade, uma rua da cidade ganhou o seu nome”.

Leia Também:  “Amigas Empreendedoras” participam de concurso de gastronomia

Por: Rafaela Maximiano – Secom/VG

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Várzea Grande

Virgínia Mendes e Lucimar Campos entregam cobertores para as comunidades do Carrapicho e Jardim Alá

Publicado

O programa Aconchego do Governo do Estado, chegou ao município de Várzea Grande, para entrega de 17 mil cobertores as famílias carentes credenciadas pelos Centros de Referências de Assistência Social. As entregas simbólicas ocorreram nos bairros Carrapicho, Jardim Alá e Aterro Sanitário, na tarde de ontem (17). As famílias receberam os cobertores das mãos da primeira-dama do Estado, Virgínia Mendes, da prefeita municipal de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos, da secretária de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), Rosamaria de Carvalho, do vice-prefeito José Hazama, de vereadores e lideranças comunitárias.

A primeira-dama Virgínia Mendes, vem acompanhando pessoalmente a entrega de cobertores aos municípios polos do estado e ressaltou a importância do afeto e da atenção para aqueles que mais precisam de ajuda. “Mais do que entregar os cobertores é importante dar atenção às famílias, levar amor, aquecer a alma. Todos precisam de alguma forma de ajuda, mas muitos querem apenas um pouco de atenção e carinho. E o Programa Aconchego tem este objetivo levar atenção acima de tudo, aos moradores do Estado em situação de vulnerabilidade social. No total, serão entregues 100 mil cobertores aos 141 municípios, que irão beneficiar famílias que se enquadram em situação de extrema vulnerabilidade”, disse Virgínia Mendes.

A prefeita Lucimar Sacre de Campos disse que a iniciativa do Governo do Estado é louvável e que governa com sucesso por meio de parcerias. “Essa iniciativa é mais uma parceria que vem dando certo porque os municípios são integrantes da ação. É essencial a união de esforços para ajudar quem mais precisa. Temos em nossos territórios a ação das secretarias de Assistência Social que mapeia e conhece a sua população que vive a margem da vulnerabilidade social e as credenciam para participarem de programas sociais. O Estado sozinho não conseguiria atender a todas as demandas existentes. Se cada um fizer sua parte conseguiremos chegar a um número maior de pessoas assistidas. O cobertor significa dignidade, amor e atenção. O Programa Aconchego é o calor humano. Somamos para dar uma melhor qualidade de vida a todos os mato grossenses e várzea-grandenses melhorando a vida de muitas pessoas”, ressaltou a prefeita. 

Leia Também:  Prefeitura realiza capacitação para profissionais da saúde sobre programa de alimentação e nutrição

A prefeita, Lucimar Sacre de Campos, destacou também que a cooperação entre Estado e a Prefeitura. “Essa ação vem ao encontro a tudo àquilo que buscamos oportunizar aos nossos munícipes pela Assistência Social. A entrega de cobertores pode parecer simples, mas muitas vezes o resgate das famílias em situação de vulnerabilidade precisa começar pelas estruturas mais básicas”, disse.

A prefeita agradeceu a iniciativa da primeira-dama, Virgínia Mendes por escolher Várzea Grande para receber a doação. “Neste tempo de inverno, nós sabemos da importância e da diferença que um cobertor fará nas noites daqueles que mais precisam. Acredito que esta seja a nossa função a frente do poder público, poder levar um pouco mais de conforto e humanização as pessoas”, sublinha.

Virgínia Mendes disse que todos os esforços possíveis foram feitos para acontecer a campanha de inverno no Estado de Mato Grosso. “Esta doação expressiva vai fazer muita diferença no dia a dia das famílias. Os cobertores oportunizarão um inverno mais aconchegante a centenas de famílias várzea-grandenses. Nos preocupamos muito com o bem estar da população. Os cobertores foram adquiridos pelo governo do Estado e faz parte das políticas públicas de amparo a famílias em situação de risco, uma das principais plataformas da gestão Mauro Mendes”, enfatiza a primeira-dama.

O representante do Legislativo Municipal, Carlino Neto, disse que a comunidade do Carrapicho comemora os investimentos recebidos pela prefeitura municipal. E que hoje as famílias da região têm felicidade e autoestima. A presença da primeira-dama do Estado com “Programa Aconchego” em nossa comunidade é um ato de justiça social aos desfavorecidos. “Não são todos que carregam consigo o sentimento de solidariedade. E, a primeira-dama juntamente com a prefeita mostrou que é possível tornar uma simples ação, em um ato capaz de amenizar o frio de quem mais necessita. O momento é de agradecimento em nome do legislativo municipal e da comunidade do Carrapicho”, pontua o vereador.

Leia Também:  Várzea Grande inicia Audiências Públicas para revisar Plano Diretor com participação da sociedade

Para a dona de casa, Vera Lúcia Rondon, da comunidade do Carrapicho, a iniciativa vem possibilitar mais calor e conforto às famílias que tanto precisam. “Com certeza vem em boa hora, afinal, o período é de frio e o cobertor nos ajuda nas noites geladas”, afirma.

“É com alegria que nossos associados recebem estes cobertores que fará muita diferença dentro dos lares destas pessoas humildes”, afirma a presidente da Associação de Catadores de Materiais Recicláveis e Reutilizável de Mato Grosso Sustentável – Asmats – Cidinha Nascimento.

Na comunidade do Carrapicho foram entregues 500 cobertores, ato realizado na Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Antônio Lino de Campos. Já no bairro Jardim Alá 900 cobertores foram doados cujo ato ocorreu na EMEB Gonçalo Domingos de Campos – CAIC – , já na Associação de Catadores foram distribuídos 200 cobertores para os associados. Ao todo, totalizou a entrega de 1600 cobertores, de 17 mil que serão distribuídos nas quatros regiões de Várzea Grande, por meio dos Centros de Referência de Assistência Social – CRAS.

A ação de entrega dos cobertores também contou com apresentações culturais promovida pelos estudantes da Escola de Tempo Ampliado – ETA – e do projeto social “Juventude Ativa”.

Por: Cláudia Joséh – Secom/VG

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande
Continue lendo

Várzea Grande

Prefeita Lucimar Campos prestigia inauguração do novo sino da Igreja Nossa Senhora do Carmo

Publicado

Maior símbolo da igreja católica os sinos, sejam manuais ou eletrônicos, ainda cumprem a sua função de chamar a comunidade para a oração e eles têm um peso espiritual para muita gente. Prova disso foi a inauguração, na noite de terça-feira, 16 de julho, do novo sino da Igreja Nossa Senhora do Carmo em Várzea Grande. A prefeita Lucimar Sacre de Campos assistiu à inauguração e destacou a importância da nova aquisição.  “Várzea Grande em sua história e religiosidade, é um povo de fé. Temos um patrimônio histórico e religioso fantástico. Agora, essa igreja com seus sinos em sistema eletrônico restaurado, volta a ser um chamado de fé para todos os várzea-grandenses,e continua a tradição em nossa cidade de ouvir o tocar dos sinos ”, disse.

Os sistemas elétrico e eletrônico dos sinos foram queimados por um raio.E na inauguração a igreja Nossa Senhora do Carmo, no centro de Várzea Grande, ficou lotada de católicos, curiosos e autoridades. O pároco Marcos dos Santos lembrou também que a inauguração do sino ocorre no encerramento das festividades de Nossa Senhora do Carmo. “Em muitas cidades mundo afora, pequenas ou grandes, antigas ou novas, os sinos ressoam nos campanários e torres das igrejas e às vezes é difícil ouvi-los na agitação do trânsito ou na correria do dia a dia. Mas, eles existem desde o século V e foram de vasto uso na Idade Média. Eram particularmente usados como única forma de comunicação a fim de reunir as pessoas para as orações nas igrejas e para outros atos de piedade, como a oração do Ângelus três vezes ao dia”, detalha.

Leia Também:  Prefeita e secretários avaliam revisão do Plano Diretor de Várzea Grande

Mas, além dessas funções “práticas”, os sinos das igrejas também têm um grande poder espiritual. “Quando um novo sino é instalado em uma igreja, ele é tradicionalmente abençoado pelo pároco. Antigamente, a cerimônia da bênção do sino espelhava a do batismo”, enfatizou padre Marcos. 

Com toda a parte elétrica e eletrônica refeita e peças em sua grande maioria trazidas da Itália, o novo sino alia tradição e modernidade. Além de possuir seis sinos solenes que podem ser tocados manualmente, foram instalados com a reforma o sistema de “martelos” que possuem a função de tocar notas musicais. “O empenho de voluntários que abraçam a manutenção do nosso novo sino, irá não somente perpetuar nossa tradição católica, mas também permitir que em datas festivas como natal por exemplo, toquemos noite feliz, ou ao final de missas a Ave Maria”, acrescentou o pároco.

Voluntária da igreja, a funcionária pública Avair de Almeida Cabreira, valorizou a escolha da aquisição. Para ela, os valores da igreja deveriam ser mais lembrados. Frequentadora da paróquia de Nossa Senhora da Guia, ela disse achar emocionante o badalar dos sinos. “Agora com a novidade pode ser que, mais pessoas venham para a igreja”, diz. Essa também é a opinião da professora aposentada Dilza Almeida, 75, que também congrega na paróquia.

Leia Também:  Três secretarias municipais de Várzea Grande estarão funcionando em endereço novo a partir de segunda-feira (8)

O casal Joyce e Edson Santos, que frequentam a igreja deste adolescentes e antes de se casarem afirmaram que as batidas dos sinos fazem parte do cotidiano da igreja e, consequentemente, da comunidade ”anunciando missas, casamentos, grandes solenidades, funerais e principalmente a hora de rezarmos a Ave Maria às 18h todos os dias”.

A missa e inauguração foi encerrada com um show pirotécnico e os fogos de artifício atraíram o público para a frente da igreja que, ao som dos sinos, deixaram o templo religioso. Em Várzea Grande, o sino é tocado semanalmente cinco minutos antes e depois das missas e nos três momentos da oração do Ângelus – 6h, 12h e às 18h. No domingo os sinos soam quatro vezes antes das celebrações, às 6h, 8h, 17h e às 19h.

Por: Rafaela Maximiano – Secom/VG

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana