conecte-se conosco


Agro News

BOI/CEPEA: Exportação recorde no 1º semestre sustenta preço interno

Publicado

Cepea, 07/07/2022 – O volume de carne bovina in natura exportado pelo Brasil no primeiro semestre de 2022 e a receita arrecadada pelo setor foram recordes para o período. Segundo pesquisadores do Cepea, com as vendas de carne no mercado brasileiro ainda registrando fraco desempenho e com o dólar valorizado frente ao Real, frigoríficos brasileiros que têm acesso ao mercado externo seguem focados neste canal de escoamento. Vale lembrar que esse cenário sustenta os valores internos do boi gordo, que seguiram em patamares elevados de janeiro a junho. Segundo dados da Secex, de janeiro a junho, os embarques de carne bovina in natura totalizaram 932,34 mil toneladas, 26,71% acima do volume escoado no mesmo período do ano passado e 19,93% superior ao até então recorde para um primeiro semestre, registrado em 2020. Quanto à receita, em moeda nacional, somou R$ 28,4 bilhões na primeira metade deste ano, forte aumento de 50,5% frente ao mesmo período do ano anterior e também um recorde. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

Fonte: CEPEA

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Agro News

Preços dos ovos registram alta na primeira semana de agosto

Publicado

Com a oferta mais controlada somada à demanda aquecida, devido ao recebimento dos salários, as vendas e os preços dos ovos comerciais estão em alta neste início de agosto. Diante desse cenário, o preço da caixa com 30 dúzias de ovos brancos tipo extra, para retirar, em Bastos (SP), registrou um aumento de 2,7% frente à quinta anterior, 28 de julho, fechando a R$ 146,47, maior patamar nominal da série histórica em mais de três meses. 

Já para os ovos vermelhos, a valorização foi de 2,8% no mesmo período, para R$ 165,62/cx no dia 4.  

Fonte: AgroPlus

Continue lendo

Agro News

Para evitar falta de nutrientes, produtores de banana apostam em fertilizante mineral de sulfato de cálcio granulado

Publicado

Sendo a fruta mais consumida no Brasil – conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a produção nacional em 2021 foi de 7 milhões de toneladas em uma área de 465,9 mil hectares – após ser implantada no campo, a banana deve ser conduzida com a adoção de um manejo adequado, que atenda às exigências de água, luz, nutrientes e o controle de pragas. As condições do solo também são um aspecto determinante para a produtividade de um bananal. 

Diante disso é fundamental que os produtores se atentem a nutrição e adubação do solo, a fim de evitar falta de nutrientes, como cálcio e enxofre, ou a presença de alumínio tóxico, por exemplo. Principalmente, visto que a banana, independente da variedade, exige uma demanda muito alta de nutrientes, sendo o cálcio o terceiro mais importante e indispensável para o crescimento de raízes e folhas. 

Posto isso, produtores de banana apostam no uso do fertilizante mineral, SulfaCal, uma vez que o mesmo é fonte de cálcio e enxofre solúvel e que, se aplicado corretamente, tende a reduzir a toxidez por alumínio no perfil do solo. Sendo, então, uma  solução multifuncional.

Com alta tecnologia no grânulo, com liberação ajustada no tempo da necessidade da cultura, o SulfaCal é um fertilizante que permite que a planta absorva os nutrientes necessários ao longo de todo o ciclo da cultura. Além disso, o produto ainda ajuda na arquitetura e volume do sistema radicular, fazendo com que as raízes das plantas se aprofundem no perfil do solo auxiliando em momentos de estiagem, já que a planta atinge uma área maior para buscar nutrientes e água.

Fonte: AgroPlus

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana