conecte-se conosco


Tecnologia

Bill Gates diz que acordo entre TikTok e Microsoft é um ‘cálice envenenado’

Publicado


source
TikTok
Unsplash/Kon Karampelas

TikTok é negociado com a Microsoft


O cofundador e hoje conselheiro de tecnologia da Microsoft , Bill Gates , afirmou que a possível aquisição do TikTok representa um “cálice envenenado” para a companhia. Em entrevista à revista Wired, o executivo destacou que as nuances do acordo de compra das operações da plataforma chinesa ainda são incertas e acrescentou que administrar um produto expressivo no mercado de redes sociais é desafiador. 

“Quem sabe o que pode acontecer com esse acordo. Mas sim, ele é um cálice envenenado. Ser grande no negócio de redes sociais não é um jogo simples”, afirmou Gates. Apesar disso, essa não seria a primeira investida da Microsoft no setor, uma vez que a companhia comprou o LinkedIn por US$ 26 bilhões em 2016.

Bill Gates pontuou que o aprimoramento da competição no setor das redes sociais é positivo. Para ele, a proposta do governo Donald Trump de eliminar um concorrente de plataformas norte-americanas “é um tanto bizarra”. O empresário ainda ressaltou que o princípio da discussão do acordo “é estranho”, assim como a  ideia do presidente norte-americano de angariar parte do valor da vendas das operações do TikTok para o tesouro do país.

“De qualquer forma, a Microsoft terá que lidar com tudo isso.”, ponderou Gates. Em entrevista à Bloomberg, na semana passada, o empresário já havia destacado sua visão positiva sobre a concorrência criada pelo TikTok. Na mesma oportunidade,  ele garantiu que a Microsoft não vai fazer coisas hostis ou vistas como hostis com os dados da plataforma da ByteDance .

Além da operação nos Estados Unidos, a Microsoft também confirmou o interesse de adquirir controle do aplicativo no Canadá, Austrália e Nova Zelândia. Uma reportagem do Financial Times apontou que a empresa de Bill Gates também avalia comprar as operações globais do TikTok.

Outra empresa possivelmente interessada no aplicativo é o Twitter , que mantém conversas preliminares com a ByteDance , segundo o Wall Street Journal. Já o CEO do Facebook , Mark Zuckerberg , disse durante evento corporativo da empresa, na quinta-feira (6), que o banimento do TikTok nos Estados Unidos pode abrir um precedente para medidas semelhantes com outras plataformas em diferentes países.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Xiaomi lança Mi 10T, 10T Pro e 10T Lite com câmera de até 108 MP

Publicado


source

Tecnoblog

Xiaomi
Divulgação/Xiaomi

Xiaomi lançou a linha Mi 10T

A Xiaomi revelou os novos Xiaomi Mi 10T , Mi 10T Pro e Mi 10T Lite nesta quarta-feira (30). Os celulares chineses contam com múltiplas câmeras, sendo as principais de até 108 megapixels, telas de até 144 Hz e 5G. O trio será comercializado na Europa com preço sugerido a partir de 279 euros (cerca de R$ 1.840 em conversão direta).

Mi 10T e Mi 10T Pro: câmera de até 108 MP

O Xiaomi Mi 10T e o Xiaomi Mi 10T Pro são bastante parecidos. A dupla possui tela de 6,67 polegadas com resolução Full HD+ e taxa de atualização de 144 Hz. Ao contrário do antecessor Mi 9T , a câmera está posicionada em um furo no display e possui resolução de 20 megapixels. O leitor de digitais está alocado na lateral.

O conjunto fotográfico triplo marca presença nos dois celulares chineses, mas com algumas diferenças. É o caso da câmera principal, de 108 megapixels (OIS) na edição Pro e 64 MP no Mi 10T. Os demais sensores são de 13 megapixels, com lente ultrawide, e 5 MP, para macro.

O processador Qualcomm Snapdragon 865 é outro ponto em comum entre os celulares, assim como a bateria de 5.000 mAh com recarga de 33 W e o 5G . O Mi 10T tem opções com memória RAM e armazenamento de 6 GB + 128 GB e 8 GB + 128 GB. Já o Mi 10T Pro tem variantes com 8 GB + 128 GB e 8 GB + 256 GB.

Mi 10T Lite tem câmera quádrupla de 64 MP

O Xiaomi Mi 10T Lite é uma opção mais simples do trio. O celular possui tela de 6,67 polegadas com taxa de atualização de 120 Hz e um furo posicionado ao centro, para abrigar a câmera de 16 megapixels para selfies e videoconferências. O leitor de impressões digitais também se encontra na lateral.

O conjunto fotográfico é quádruplo, com câmera principal de 64 megapixels. O quarteto fica completo com os demais sensores de 8 MP (ultrawide), 2 MP (macro) e 2 MP (profundidade de campo).

Em relação à ficha técnica, o smartphone é embalado com o processador Qualcomm Snapdragon 750G , chip anunciado em setembro de 2020, memória RAM de 6 GB, opções com armazenamento de 64 GB ou 128 GB e conectividade 5G. A bateria é de 4.820 mAh com recarga rápida de 33 watts.

Quando e quanto?

A Xiaomi apresentou os seus novos celulares nesta quarta-feira (30). O trio chegará às lojas da Europa com os seguintes preços sugeridos:

  • Xiaomi Mi 10T (6 GB + 128 GB): 499 euros (cerca de R$ 3.290 em conversão direta);
  • Xiaomi Mi 10T (8 GB + 128 GB): 549 euros (cerca de R$ 3.620 em conversão direta);
  • Xiaomi Mi 10T Pro (8 GB + 128 GB): 599 euros (cerca de R$ 3.950 em conversão direta);
  • Xiaomi Mi 10T Pro (8 GB + 256 GB): 649 euros (cerca de R$ 4.280 em conversão direta);
  • Xiaomi Mi 10T Lite (6 GB + 64 GB): 279 euros (cerca de R$ 1.840 em conversão direta);
  • Xiaomi Mi 10T Lite (6 GB + 128 GB): 329 euros (cerca de R$ 2.170 em conversão direta).

Não há previsão de data e preço de lançamento para a linha Xiaomi Mi 10T no Brasil.

Xiaomi Mi 10T – ficha técnica

  • Tela: LCD de 6,67 polegadas, resolução de 2340 x 1080 pixels, proporção de 20:9 e taxa de atualização de 144 Hz
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 865
  • RAM: 6 GB e 8 GB
  • Armazenamento: 128 GB
  • Câmera traseira tripla:
    • principal: 64 megapixels, f/1.89
    • ultrawide: 13 megapixels, f/2.4
    • macro: 5 megapixels, f/2.4
  • Câmera frontal: 20 megapixels
  • Bateria: 5.000 mAh, carregamento rápido de 33 watts (na caixa)
  • Sistema operacional: Android 10 (MIUI 12)
  • Conectividade: USB-C, 4G, 5G, Wi-Fi, Bluetooth, GPS, NFC e emissor infravermelho
  • Mais: leitor de impressões digitais, Dual SIM e Gorilla Glass 5
  • Dimensões: 165,1 x 76,4 x 9,33 mm
  • Peso: 216 gramas
  • Cores: cinza e preto

Xiaomi Mi 10T Pro – ficha técnica

  • Tela: LCD de 6,67 polegadas, resolução de 2340 x 1080 pixels, proporção de 20:9, e taxa de atualização de 144 Hz
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 865
  • RAM: 8 GB
  • Armazenamento: 128 GB e 256 GB
  • Câmera traseira tripla:
    • principal: 108 megapixels, f/1.69, OIS
    • ultrawide: 13 megapixels, f/2.4
    • macro: 5 megapixels, f/2.4
  • Câmera frontal: 20 megapixels
  • Bateria: 5.000 mAh, carregamento rápido de 33 watts (na caixa)
  • Sistema operacional: Android 10 (MIUI 12)
  • Conectividade: USB-C, 4G, 5G, Wi-Fi, Bluetooth, GPS, NFC e emissor infravermelho
  • Mais: leitor de impressões digitais, Dual SIM e Gorilla Glass 5
  • Dimensões: 165,1 x 76,4 x 9,33 mm
  • Peso: 218 gramas
  • Cores: azul, cinza e preto

Xiaomi Mi 10T Lite – ficha técnica

  • Tela: 6,67 polegadas, resolução de 2340 x 1080 pixels, proporção de 20:9 e taxa de atualização de 120 Hz
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 750G
  • RAM: 6 GB
  • Armazenamento: 64 GB e 128 GB
  • Câmera traseira quádrupla:
    • principal: 64 megapixels, f/1,89
    • ultrawide: 8 megapixels, f/2,2
    • macro: 2 megapixels, f/2,4
    • profundidade: 2 megapixels, f/2,4
  • Câmera frontal: 16 megapixels, f/2,45
  • Bateria: 4.820 mAh, carregamento rápido de 33 watts (na caixa)
  • Sistema operacional: Android 10 (MIUI 12)
  • Conectividade: USB-C, 4G, 5G, Wi-Fi, Bluetooth, GPS, NFC e infravermelho
  • Mais: leitor de impressões digitais, Dual SIM e Gorilla Glass 5
  • Dimensões: 165,3 x 76,8 x 9 mm
  • Peso: 214,5 gramas
  • Cores: azul, cinza e dourado

Continue lendo

Tecnologia

TikTok otimista? Sem saber se será banido, app cria aba para eleições americanas

Publicado


source
TikTok
Unsplash/Kon Karampelas

TikTok lança guia para eleições americanas

A meio a um cenário de incertezas , o TikTok anunciou, nesta terça-feira (29), uma nova guia no aplicativo que mostra informações a respeito das eleições americanas.

Assim como outras redes sociais , o conteúdo mostrado pelo TikTok traz informações sobre os candidatos, explica como votar e mostra links para a verificação do cadastro eleitoral. As fontes dos dados são autoridades e órgãos independentes. 

“Certamente, o TikTok não é o app de referência para notícias ou política, e não aceitamos propaganda política paga em nossa plataforma”, disse  Michael Beckerman, vice-presidente da empresa encarregado das regulações nos Estados Unidos, cutucando o Facebook .

“Sabemos que o TikTok é um lugar para que os americanos se expressem. Com esta realidade em mente, queremos apoiar nossos usuários com informações autorizadas sobre temas importantes para o debate público”, continou. 

Apesar de estar presente também em outras redes sociais, a novidade vinda do TikTok soa diferente. Isso porque o anúncio foi feito em meio a uma tensão que a rede social passa com o governo Donald Trump. 

Caso o acordo entre TikTok e Oracle não seja concluído até o dia 12 de novembro, a rede social pode ser oficialmente banida dos Estados Unidos, de acordo com prazo estipulado pelo Departamento do Comércio americano.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana