conecte-se conosco


Política Nacional

Bibliotecas do Senado e da Câmara debatem em live produção literária feminina

Publicado


.

As bibliotecas do Senado Federal e da Câmara dos Deputados promovem mais uma live para apresentar ao público os serviços, produtos e acervos on-line disponíveis nas duas Casas legislativas. Desta vez, as bibliotecárias Stella Maria Vaz, do Senado, e Judite Martins, da Câmara, abordarão conteúdos e obras das bibliotecas digitais que tratam de temas relacionados à mulher e à produção literária e acadêmica feminina. A transmissão pode ser acompanhada no Instagram pelos canais @biblioteca.senado e @biblioteca.camara, nesta quarta-feira (1º), às 17h.

A Parlabiblio, explicou Stella Vaz, é uma iniciativa das duas Casas que surgiu para reforçar a atuação dessas bibliotecas nas redes em meio às mudanças comportamentais promovidas pelo distanciamento social (devido à pandemia de coronavírus). Segundo a servidora, a live de quarta-feira, além de trazer ao conhecimento do público o acervo de autoras femininas presentes nas bibliotecas das duas Casas, pretende ainda promover a fala, a escuta, o protagonismo e o empoderamento feminino.

— Além de ser uma oportunidade de contato positivo do cidadão com o Parlamento, o qual está atento às necessidades sociais e aberto ao diálogo, isso reforça o papel das bibliotecas como espaço fomentador de leitura, cultura e reflexão, democratizando o acesso à informação e estimulando o pleno exercício da cidadania — ressaltou Stella, ao reforçar a importância do trabalho neste momento em que as bibliotecas permanecem fechadas ao público por causa do isolamento social.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

Jean Paul pede suspensão de prazos de estágios estudantis durante a pandemia

Publicado


.

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) defendeu em pronunciamento nesta terça-feira (14), a aprovação do Projeto de Lei (PL) 2.525/2020, que prevê a suspensão de prazos dos contratos de estágios durante pandemia do novo coronavírus. O senador mostrou-se preocupado com jovens que precisam conciliar estudos, estágios e ainda auxiliar no sustento da família.

De acordo com o senador, contratar um estagiário em temos de pandemia é mais difícil, principalmente em meio as medidas de isolamento social.

— Por que isso é importante? Basta perguntar primeiro aos estudantes que se encontram em meio a um contrato de estágio. O que vocês vão ouvir deles é que muitas vezes essas bolsas de estágios são importantes para ajudar no sustento da família no pagamento dos estudos. A pandemia dificulta qualquer tentativa de se obter um novo estágio ou mesmo uma vaga de trabalho — disse.

O senador disse que tem sido cobrado por estudantes de todo país, através das redes sociais, pela aprovação do projeto. Segundo levantamento do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), citado pelo senador, antes da pandemia Brasília tinha 17 mil estágios. Mas cerca de 4 mil estudantes perderam seus estágios só na capital do país. 

— Tenho certeza de que os colegas senadores e senadoras compreendem essa situação e a urgência de colocarmos esse projeto para apreciação em Plenário o mais rápido possível — afirmou.  

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Continue lendo

Política Nacional

Confúcio Moura homenageia SBPC e destaca importância da ciência

Publicado


.

Durante pronunciamento nesta terça-feira (14), o senador Confúcio Moura (MDB-RO) homenageou Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBP), criada em 8 de julho de 1948. Para destacar essa data, o Dia Nacional da Ciência e o Dia Nacional do Pesquisador são comemorados em 8 de julho. Apesar da homenagem, o senador apontou as dificuldades que cientistas e instituições de pesquisa enfrentam, principalmente em relação ao financiamento.

— A gente fica muito preocupado com a evasão, com a fuga, dos nossos cientistas devido à situação atual do Brasil, em que não se prestigia a ciência, pune-se a ciência, o que é injustificável. Isso faz com que muitos desanimem — declarou.

O parlamentar citou o Instituto Butantan e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), entre outras instituições, como exemplos de sucesso da ciência e da pesquisa no Brasil. Lembrou que este último órgão é um dos responsáveis pelo progresso do agronegócio, enfatizando a importância desse setor para a economia do país.

Confúcio Moura ressaltou que é importante garantir no Orçamento recursos para cientistas e pesquisadores. E disse que eles podem contar com o seu apoio e de outros senadores.

O senador ressaltou que, no período em que foi governador de Rondônia, criou a Fundação de Apoio à Pesquisa desse estado e, anteriormente, quando era secretário estadual, o Instituto de Doenças Tropicais.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana