conecte-se conosco


Mulher

Bebê nasce com três mãos e quatro pernas após má formação no útero

Publicado

Um bebê nasceu com três mãos e quatro pernas após uma má formação dentro do útero da mãe unir dois trigêmeos. A grávida, porém, não sabia que esperava de múltiplos. Segundo os médicos do hospital em Rajastão, Índia, é provável que o corpo da terceira criança tenha se unido ao da menina, fazendo com que ela nascesse com “membros extras” no peito e abdômem.

Leia também: Mesmo usando anticoncepcional, mulher fica grávida de trigêmeos após encontro

bebê com quatro pernas e três braços arrow-options
Reprodução/Daily Mail

O bebê nasceu com três mãos e quatro pernas após uma má formação unir seu corpo com o do irmão

“O bebê do sexo masculino nasceu normal, mas a menina é um caso de gêmeos siameses. Ela tem um pequeno problema de respiração.  Nós a colocamos em suporte de oxigênio para estabilizar seus sinais vitais. A mãe, Raju, e o menino estão estáveis”, diz o cirurgião responsável pelo parto Rohitesh Meena ao  Daily Mail

A grávida e o marido, Badhulal Gurjar, esperavam o primeiro filho. Porém, eles não sabiam que teriam trigêmeos , considerando que ela não fez nenhum ultrassom durante a gestação.

Leia também: Médico sugere abortar bebê com má formação e mãe tem reação emocionante

Agora, o bebê será encaminhado para um hospital em Jaipur, capital do estado do Rajastão, onde os pais poderão solicitar tratamento e uma cirurgia. “O casal está angustiados após o nascimento da menina”, finaliza o médico. 

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mulher

Sexo na gravidez: é comum ter crise de choro como Giovanna Ewbank?

Publicado


source

Na estreia do novo quadro Isolados e Casados , Angélica e Luciano Huck brincaram de um quiz de casal na quarentena com Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso. Na brincadeira, Bruno revelou que a atriz e modelo que está grávida de sete meses teve uma crise de choro no início de uma relação sexual.

Leia também: Pode fazer sexo na gravidez? Veja cuidados e dicas para sentir prazer

gioh
Reproudção/Youtube

A atriz e modelo confessou que teve uma crise de choro durante uma relação sexual com Bruno Gagliasso


Ewbank disse que foi algo inusitado. ” Coisa de grávida né? Comecei a sentir uma sensação muito estranha e comecei a chorar muito”, afirma a atriz. Mas a situação é mais normal do que parece. Segundo a sexóloga Débora Pádua, as mudanças hormonais podem gerar esta alteração de humor repentina.

“Grávida ou não, as oscilações hormonais não são muito a favor das mulheres. Diferente dos homens, os níveis de hormônio mudam durante o mês e podem gerar esta alteração de humor”, afirma Pádua.

Leia também: 10 posições sexuais confortáveis para gestantes

O neurocirurgião e neurocientista do Hospital das Clínicas em São Paulo, Fernando Gomes, afirma que durante a gravidez, a maioria das grávidas vive um período de labilidade emocional . “Apesar de existir a instabilidade hormonal, a mudança do corpo físico pode produzir aumento da emotividade da gestante”, aponta Gomes.

Em momento de crise, o parceiro ou parceira deve trazer um estado de bem-estar. “Paciência, saber que vai passar e entender que às vezes a pessoa precisa mais de um colo do que a relação sexual. Deixe-a acolhida, isso pode facilitar uma nova relação sexual”, afirma Débora.

Leia também: Sexo na gravidez é saudável e não machuca o bebê

E Fernando Gomes dá a dica do carinho. “A fórmula mágica é o carinho físico , desde que concedido, o elogio sincero e uma conversa aberta entre os dois”. Fazer o que dá ânimo para a grávida pode auxiliar em um momento de choro ou mudança repentina de humor. 

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Mulher

Veja segredo da transição capilar de Brunna, esposa de Ludmilla

Publicado


source

A dançarina Brunna Gonçalves está de visual novo. Na noite de segunda-feira (25), a esposa de Ludmilla apareceu nas redes sociais exibindo os cachos naturais após dois anos passando pela transição capilar. “Finalmente me sinto preparada e confortável de mostrar o meu cabelo natural”, escreve no Instagram. 

Leia também: Transição capilar proporciona mudança nos fios e também na vida de mulheres

brunna gonçalves
Reprodução/Instagram

Brunna passou dois anos usando lace (peruca) até a transição capilar chegar ao resultado desejado

“Estou apaixonada pelos meus cachinhos! Me sinto a mulher mais linda do mundo!”, completa. Durante o período de transição capilar , Brunna apareceu com  diferentes tipos de tranças e laces (perucas). Segundo ela, esse foi o segredo para encarar a mudança dos fios.

“‘Bru, por que você usa lace ?’ –  Porque eu adoro mudar e também foram elas que me ajudaram a vencer a minha transição capilar!”, explica ao dizer que foram anos “escondendo o cabelo por baixo das laces”. 

Transição capilar 

Algumas seguidoras aproveitaram a publicação de Brunna para contar que estão passando pelo mesmo processo e dividiram as alegrias e dificuldades de voltar com os cachos. Para quem quer passar pelo processo, selecionamos três dicas fundamentais para encarar a transição capilar. Veja:

1. Faça um cronograma capilar

Em entrevista prévia ao Delas , a dermatologista Andrea Frange explica que, após deixar a química de lado, é fundamental  fazer um cronograma capilar para garantir o crescimento saudável dos fios. Para isso, deve-se intercalar momentos de hidratação, nutrição e reconstrução.

“Cada etapa equivale a repor algum nutriente fundamental para a saúde dos fios e o calendário pode ser seguido por 3 meses, com intervalo de um mês para o início de outro”, explica. 

2. Lace e trança podem ajudar

Assim como Brunna relata, nem sempre é fácil lidar com a mudança dos fios. Até a química sair completamente, o cabelo passa por diferentes texturas. Para facilitar o processo, é possível investir em tranças e laces, como a dançarina fez.

3. Tenha paciência

E o principal: paciência. A transição capilar é um processo longo e demorado. Brunna conta que demorou dois anos, mas há quem leve mais. Nos comentários, uma seguidora contou que demorou cinco anos. Para isso, é fundamental ser paciente. “Valeu a pena esperar todos esses anos”, diz a dançarina encorajando as mulheres que a seguem.

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana