conecte-se conosco


Nacional

Barroso diz que Brasil vive momento “polarizado, dividido e raivoso”

Publicado

barroso arrow-options
Carlos Moura/SCO/STF – 23.4.2019

Luís Roberto Barroso

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso foi homenageado, na noite de ontem, pela Escola de Magistratura do Estado do Rio (Emerj). Durante seu discurso, afirmou que o país passa por um momento difícil, “polarizado, dividido e raivoso”. A solução para isso, de acordo com ele, é achar um caminho do meio:

Leia também: Barroso vota pelo compartilhamento de dados sigilosos com o Ministério Público

“Nós estamos em um Brasil polarizado, dividido e raivoso, e nós devemos nos posicionar para um caminho do meio”, declarou. Para isso, Barroso propôs a criação de três pactos: da integridade, antes mesmo do ideologia; da responsabilidade fiscal, econômica e social; e pela educação básica. Segundo o magistrado, somente o consenso seria capaz de alcançar essas três metas e resgatar o país do que chamou de uma “tempestade política, econômica e ética”.

Apesar disso, Barroso afirmou ter uma visão positiva para o futuro do país, que vive, em suas palavras, um “processo doloroso de transformação”: “Não havia como o Brasil se tornar verdadeiramente desenvolvido com os valores de ética sucateados. O Brasil está vivendo as dores de uma transformação histórica necessária e indispensável”.

Leia também: Reação contundente da sociedade fez Eduardo Bolsonaro recuar, diz Barroso

Para explicar esse período de mudança, o ministro cita a frase do filósofo e político italiano Antonio Gramsci: “O velho está morrendo e o novo ainda não nasceu. E o complemento da frase é que entre uma coisa e outra surge uma grande variedade de situações mórbidas. Eu acho que essa tempestade que o país está vivendo é esse processo de transição entre o velho e o novo”.

Leia também: Barroso fala em “onda de negatividade” ao citar Lava Jato em palestra

O ministro comentou ainda sobre o papel do STF nessa mudança. Para Barroso , o Tribunal foi chamado para decidir sobre questões fora do aspecto judiciário, mas que, por mais tenha tido divergências, trouxe avanços para a sociedade. “O Supremo deve posições divididas em matérias de enfrentamento da corrupção. Algumas decisões em que infelizmente não prevaleceu o que eu achava melhor para o país. Porém, em outras matérias como proteção dos direitos fundamentais e das regras do jogo democrático, o Supremo tem andando munido, e acho que uma garantia de estabilidade para a democracia brasileira”, concluiu. 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

Saiba quais são as cidades de SP mais e menos vulneráveis à Covid-19

Publicado


source
São Bernardo é o município de São Paulo mais preparado para a Covid-19
Agência Brasil

São Bernardo é o município de São Paulo mais preparado para a Covid-19

Um estudo realizado pelo Instituto Votorantin ranqueou os municípios mais e menos vulneráveis à pandemia de Covid-19 . No topo das mais suscetíveis a complicações, está Biritiba Mirim , enquanto São Bernardo do Campo , no ABC Paulista, é a menos vulnerável.

O levantamento foi realizado pelo Instituto Votorantin e levou em consideração dados públicos de diferentes bases, como a do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), do Sistema Único de Saúde (SUS), Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) e Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANSS).

Para a criação do ranking, 5 pilares foram analisados: população vulnerável, economia local, estrutura do sistema de saúde, organização do sistema de saúde, e capacidade fiscal da administração municipal.

O Índice de Vulnerabilidade dos Municípios (IVM) estabelecido pela pesquisa varia de 0 a 100; quanto mais alto o valor, mais alta a vulnerabilidade. De acordo com os dados, a cidade que possui o índice mais alto de vulnerabilidade é o município de Biritiba-Mirim, seguido por Poá e Itaquaquecetuba. Já a cidade com índice mais baixo é São Bernardo do Campo, seguida por São Caetano do Sul e depois por Cajamar. A cidade de São Paulo aparece com o quarto menor IVM.

Dez cidades da Grande São Paulo com maior índice de vulnerabilidade:

  • 1)Biritiba Mirim: 63,79
  • 2)Poá:60,37
  • 3)Itaquaquecetuba: 58,93
  • 4)São Lourenço da Serra: 58,73
  • 5)Itapecerica da Serra: 58,72
  • 6)Embu das Artes: 57,66
  • 7)Embu-Guaçu: 57,63
  • 8)Pirapora do Bom Jesus: 57,36
  • 9)Salesópolis: 57,33
  • 10)Ferraz de Vasconcelos: 57,33

Dez cidades da Grande São Paulo com menor índice de vulnerabilidade:

  • 1) São Bernardo do Campo: 30,06
  • 2) São Caetano do Sul: 38,61
  • 3) Cajamar: 39,18
  • 4) São Paulo: 41,17
  • 5) Santana de Parnaíba: 41,51
  • 6) Mauá: 42,31
  • 7) Santo André: 43,44
  • 8) Ribeirão Pires: 44,20
  • 9) Rio Grande da Serra: 44,54
  • 10) Barueri: 45,01

De acordo com Rafael Gioielli, gerente-geral do Instituto Votorantim, o alto índice de vulnerabilidade não está diretamente associado a uma maior quantidade mortes e óbitos nesses municípios.

Continue lendo

Nacional

Homem se salva após ser atacado por jacaré enquanto remava em lago; assista

Publicado


source
jacaré
Reprodução

Jacaré atacou um homem que remava de caiaque


O praticante de caique Pete Joyce estave remando em um lago da região pantanosa do estado da Carolina do Norte quando foi surpreendido por jacaré , que atacou a embarcação e fez Joyce cair na água.


O remador conseguiu escapar do animal ao se pendurar em alguns galhos próximos, desse jeito ele também evitou que o caique virasse sobre a sua cabeça. Toda a ação foi registrada por uma câmera fixada no peito de Joyce.

O remador acreditava ter sido atingido por um peixe, porém o barulho emitido da água o fez perceber que se tratava de um jacaré. O homem deixou a área rapidamente depois do ataque. 



Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana