conecte-se conosco


Economia

Banco Central prevê alta na inflação no curto prazo

Publicado


source

Brasil Econômico

inflação
Pixabay

Inflação pode ter alta, prevê Banco Central

O Banco Central (BC) prevê uma alta na inflação ao consumidor no curto prazo. A informação está na Ata da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), divulgada nesta terça-feira (22), que manteve a taxa básica de juros, a Selic , em 2% .

Segundo o Copom , essa alta na inflação deve acontecer por dois fatores, o aumento “temporário” nos preços dos alimentos e a volta do funcionamento da economia, com “recuperação dos índices de mobilidade e do nível de atividade”. 

Na ata, há dois cenários com projeções para a inflação neste ano. No primeiro cenário, a inflação termina 2020 em 2,1%, sobe para 2,9% em 2021 e chega a 3,3% em 2022. As projeções para a inflação de preços administrados são 0% em 2020, 4,3% em 2021 e 3,7% em 2022. Nesse cenário, a taxa de câmbio fica constante em R$ 5,30 e a Selic encerra 2020 em 2% ao ano, se eleva para 2,5% ao ano em 2021 e 4,5% ao ano em 2022 (de acordo com a pesquisa do BC ao mercado financeiro para a taxa básica).

No cenário com taxa de juros constante a 2% ao ano e taxa de câmbio constante a R$5,30, as projeções de inflação ficam em 2,1% em 2020, 3% em 2021 e 3,8% em 2022. Nesse cenário, as projeções para a inflação de preços administrados são 0% para 2020, 4,3% para 2021 e 3,9% para 2022.

Retomada da economia

Com uma economia lenta, ou quase parada, como estava durante a crise, o consumo diminuiu, contribuindo para a baixa da inflação. De acordo com o Comitê, essa situação começa a ser revertida.

“A recomposição da renda e os demais programas do governo vêm permitindo que a economia brasileira se recupere relativamente mais rápido que a dos demais países emergentes. Prospectivamente, a incerteza sobre o ritmo de crescimento da economia permanece acima da usual, sobretudo para o período a partir do final deste ano, concomitantemente ao esperado arrefecimento dos efeitos dos auxílios emergenciais”, diz a Ata.

Para o Copom, os programas governamentais de recomposição de renda, como o auxílio emergencial , “têm permitido uma retomada relativamente forte do consumo de bens duráveis e do investimento”.

Apesar do aumento dos preços no curto prazo, o Banco Central vê a inflação em níveis baixos no longo prazo, principalmente para 2021 e 2022. O relatório Focus, que reúne as expectativas de mercado para as principais estatísticas econômicas, prevê a inflação em 3% em 2021 e 3,5% em 2022. A meta definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) é de 3,75% para o próximo ano e 3,5% para 2022.

“Dada a natureza do choque, o setor de serviços deve continuar a apresentar maior ociosidade que os demais. O Comitê concluiu que a natureza da crise provavelmente implica que pressões desinflacionárias provenientes da redução de demanda podem ter duração maior do que em recessões anteriores”.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Pix: 762 instituições são aprovadas pelo Banco Central para ofertar o serviço

Publicado


source

Agência Brasil

Pix na tela de um celular
Lorena Amaro

Banco Central aprova 762 instituições para ofertar Pix


O Banco Central (BC) aprovou 762 instituições, incluindo bancos, financeiras, fintechs (empresas de tecnologia no setor financeiro), instituições de pagamentos, entre outras, para ofertar o Pix , novo sistema de pagamentos instantâneos, a partir de novembro.


Segundo o BC , o processo de adesão de instituições ao Pix para ofertar o novo serviço a partir do seu lançamento em novembro, foi encerrado no último dia 16, com a conclusão das etapas cadastral e homologatória.

As instituições aprovadas concluíram “com sucesso todos os testes necessários e estão prontas para ofertar o Pix de forma segura e em conformidade com os requisitos definidos pelo Banco Central “.

“A quantidade e a diversidade das instituições que estão aptas a ofertar o Pix reforçam o caráter aberto e universal do arranjo de pagamento , evidenciam a grande competitividade que o Pix traz ao mercado e demonstram o forte engajamento dos diversos agentes para a adoção do Pix”, acrescentou o BC.

O processo de adesão de instituições participantes ao Pix será reaberto de forma permanente a partir de 1º de dezembro de 2020.

O BC lembra que o cadastramento de chaves de usuários do Pix, pessoas físicas e jurídicas, não se confunde com o de instituições e permanecerá aberto. Até a última segunda-feira (19), o BC informou que foram cadastradas 42.205.663 chaves.

Continue lendo

Economia

Azul devolve mais um Embraer 190

Publicado


source

Contato Radar

undefined
Gabriel Araújo

Azul devolve mais um Embraer 190

A Azul está realizando a devolução de mais um Embraer 190. Trata-se do jato matrícula PR-AZB, recebido pela companhia em 2009.

Desde o início da pandemia, a Azul parou todos os Embraer 190 da frota e decidiu estocá-los no Aeroporto da Pampulha (PLU), em Belo Horizonte. De acordo com o site Planespotters , a companhia ainda possui outros cinco E190: PR-AZA, PR-AZC, PR-AZE, PR-AZG e PR-AZL

Antes da devolução, o PR-AZB passou por manutenção no aeroporto mineiro e ainda realizou um voo de teste no dia 10 de outubro.

O traslado de devolução da aeronave iniciou hoje, 22, partindo de Confins (CNF), onde foi realizado todo o processo de exportação. De lá, seguiu para Boa Vista (BVB), onde fará uma parada técnica antes de prosseguir seu voo para Fort Lauderdale (FLL), Estados Unidos.

Para mais conteúdo sobre aviação, acesse aqui o site do Contato Radar.

O post Azul devolve mais um Embraer 190 apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana