conecte-se conosco


Mato Grosso

Balanço aponta mais de 300 kg de drogas e 28 veículos apreendidos

Publicado

Os três primeiros meses de 2019 já mostram que o enfrentamento ao tráfico de droga na região metropolitana é constante e diário. Neste período, foram apreendidos mais de 310 quilos de entorpecentes, além de drogas sintéticas. Foram 50 kg de pasta base de cocaína, 260 kg de maconha e 270 comprimidos de ecstasy.

As ações da Polícia Judiciária Civil, por meio de trabalhos investigativos e operacionais desenvolvidos pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), resultaram na prisão de 80 pessoas em atividades delituosas do tráfico de drogas, sejam com carregamentos de grandes proporções ou no comércio varejista de entorpecentes nas chamadas bocas de fumos.

Os números tanto de prisões quanto de apreensões derivam das atividades realizadas diariamente pela equipe policial da DRE, composta por pouco mais de 30 investigadores e escrivães, coordenados por três delegados de polícia.

“Atuamos combatendo todas as modalidades de tráfico de drogas em Mato Grosso, desde grandes fornecedores até pequenas ‘bocas de fumo’ (tráfico formiguinha). Com atuação em todas as classes sociais, desde a periferia aos bairros nobres da região metropolitana”, explicou o delegado titular, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira.

A Delegacia atua também em parceria com outras instituições, dentre elas a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar (PM), Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), Sistema Penitenciário, Prefeitura de Cuiabá (Vigilância Sanitária Municipal, Semob e Secretaria de Ordem Pública),  e também Delegacias da PJC como a Delegacia de Fronteira (Defron Cáceres), Delegacia do Consumidor (Decon) e Gerência de Operações Especiais (GOE).

Aumento das prisões

As prisões aumentaram mais de 53%, de 52 presos no mesmo período de 2018 subiu para 80 –  sendo 75 em flagrante e 5 por mandado de prisão preventiva. Também foram cumpridos 51 mandados de busca e apreensão, muitos deles expedidos diante de  denúncias recebidas na DRE pelo Whatsapp (65) 9 9989-0071 ou [email protected], averiguadas e procedentes.  

Com base nas prisões, apreensões e denúncias foram instaurados 198 inquéritos policiais e concluídos, nesses três meses, 231 inquéritos (alguns procedentes do ano de 2018). Também foram instaurados 12 termos circunstanciados de ocorrência (TCO) de uso de drogas.

“Desde 2018 a delegacia vem concluindo mais inquéritos do que são instaurados, diminuindo o passivo e, consequentemente, diminuindo a sensação de impunidade. Isso com apenas 2 delegados de polícias, pois um está fazendo curso fora do estado”, pontuou Teixeira.

Conforme o delegado, neste ano, a Delegacia passou a fazer frente também ao tráfico de anabolizantes comercializados nas academias de ginásticas, numa parceria com a Delegacia do Consumidor, que realiza fiscalizações nos estabelecimentos identificando nesses trabalhos aquelas unidades que vendem os produtos também considerados pela Vigilância Sanitária como drogas, que para fins estéticos ou aumentar o rendimento esportivo são proibidos, além de acarretarem riscos à saúde.

Quanto à origem das drogas apreendidas, o delegado informa que a maconha que chega na Capital vem do Paraguai e a cocaína da Bolívia. Já a droga sintética vem de grandes centros para distribuição em festas rave.

Número de apreensões

Em muitas das situações de apreensões de drogas, seja em residências ou em veículos, outros objetos ou produtos vinculados à atividade criminosa são encontrados. Os locais geralmente guardam armas e produtos de crimes patrimoniais, já que o tráfico de drogas está vinculado aos roubos, furtos, receptações e também a homicídios.

No trimestre, além dos 310 quilos de entorpecentes, foram apreendidos 6 armas de fogo, 28 veículos, sendo três oriundos de roubos/furtos, e R$ 40 mil em espécie. Essas apreensões são frutos do fortalecimento da atividade de inteligência, que por sua vez está ligada a integração da DRE com outros órgãos e unidades policiais.

 “Temos o objetivo de aumentar o número de operações/prisões, bem como apreender mais drogas ainda em 2019. Agradecemos o apoio do Poder Judiciário e do Ministério Público do Estado de Mato Grosso que têm sido grandes parceiros na repressão ao tráfico de drogas, com agilidade na manifestação e expedição de mandados de busca e de prisão”, finalizou o delegado Vitor Hugo Teixeira Bruzulato Teixeira.

Serviço

A Delegacia de Entorpecentes da Polícia Judiciária Civil está localizada na Rua Havana, no bairro Jardim das Américas, em Cuiabá. Sua atribuição é de âmbito estadual. A unidade está vinculada à Diretoria de Atividades Especiais (DAE).

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mato Grosso

Projeto social da PM em Tangará da Serra leva inclusão e cidadania através do esporte

Publicado

Há mais de quatro anos, o 19º Batalhão da Polícia Militar, sediado em Tangará da Serra, tem se aproximado da comunidade e colocado crianças e jovens no caminho do esporte por meio do projeto social “Judô Tatame”, que ensina as práticas do judô e jiu-jitsu. As aulas são ministradas pelos próprios policiais militares da unidade e se destacam em incluir pessoas com diversas necessidades especiais.

O projeto iniciou de maneira simples, com poucos equipamentos e uniformes. Quando foi transferido para o batalhão, recebeu doações de kimonos e logo a quantidade de estudantes foi crescendo. Atualmente, atende aproximadamente 308 alunos, sendo crianças de 4 a 11 anos, adolescentes de 12 a 16 anos e adultos.  

Alguns dos destaques do projeto são os estudantes Alex Gonzaga Santos de 13 anos, medalha de prata do estadual de jiu – jitsu de 2022 e Carolina Vitória da Silva, 13 anos, medalhista de Ouro na Copa Tangará de Jiu Jitsu.

Conforme um dos coordenadores, sargento Da Silva, um dos motivos do resultado satisfatório é a didática que agrega pessoas com necessidades diferentes.

“A iniciativa foi trazida para o batalhão para atender a todos, sem distinção econômica. Os pais viram uma oportunidade de intensificar e melhorar a disciplina das crianças com a participação nas aulas. Para elas, nós reforçamos o respeito e o trabalho em equipe. Para o adolescente e o adulto nós trabalhamos o comprometimento e a responsabilidade, e vemos que o resultado é satisfatório”, afirma o sargento.

Segundo o tenente-coronel Vanilson da Silva Moraes, comandante do 19º Batalhão da PM, a iniciativa é muito importante e só tende a crescer, visto os bons resultados.

“Logo teremos um novo polo na Vila Operária, onde há uma base comunitária da PM. Já temos a emenda e entregamos todo o projeto necessário para a construção do local. Estamos confiantes que esse projeto só vai crescer e continuar mudando a vida das pessoas”, pontua o comandante.

As aulas do projeto acontecem às segundas, quartas e sexta-feiras em horários diversificados, na sede do 19º Batalhão. Em todo o momento, novos alunos podem se inscrever e começarem a praticar as lutas.

(Sob supervisão de Hallef Oliveira)

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Governo de MT já liberou mais de R$ 5,1 milhões de créditos a pequenos empresários em 2022

Publicado

O Governo de Mato Grosso, por meio da agência de fomento Desenvolve MT, já liberou mais de R$5,1 milhões em crédito para apoiar pequenos e micro-empreendedores mato-grossenses, fortalecendo os negócios, e gerando emprego e renda nos municípios.

O valor considera os recursos liberados entre janeiro a maio de 2022, quando foram formalizados 241 contratos em 49 municípios, por meio da plataforma digital e agentes de crédito credenciados. Entre os 15 municípios que mais tomaram crédito neste ano, 11 possuem agentes que facilitam o acesso e dão suporte para o empreendedor durante todo processo de contratação. 

Atualmente, a agência possui 40 municípios parceiros e 15 entidades de classe que prestam apoio e atendimento aos empreendedores. A oferta de crédito potencializa o desenvolvimento das cidades ao financiar pequenos negócios, contribuindo na geração de emprego e renda.

Silvana Camargo, proprietária da academia Top Fitness em Vila Rica (1.272 km de Cuiabá), é um exemplo de empreendedora que conseguiu o recurso da Desenvolve MT para investir em equipamentos e melhorar a estrutura do seu negócio. Microempresária de um dos setores mais afetados na pandemia da Covid-19, ela conta que ficou sabendo do crédito por meio da agente de crédito da sua cidade.

“Ela me explicou as possibilidades de crédito para microempresários e me ajudou a correr atrás dos documentos. O trabalho dela foi fundamental. Começamos a montar o processo e em 15 dias foi liberado o crédito em minha conta”, explica Silvana.

A agente de crédito de Vila Rica, Alva Pinnow, destaca que o trabalho dos agentes é considerado um papel essencial para pequenos empresários e a economia do município. Eles são parceiros da Desenvolve MT, atuando na oferta de crédito e prestando atendimento e orientação ao empreendedor. “Nosso trabalho é fundamental para orientar e ajudar as pessoas na hora de solicitar o crédito e enviar as documentações necessárias, no processo que elas possuem certa dificuldade”, afirma.

Conforme o presidente da Desenvolve MT, Jair Marques, os municípios com maiores destaques são onde os gestores locais e as entidades representativas estão atentas às oportunidades e parcerias que podem ajudar a movimentar a economia. 

“Os agentes de créditos são necessários para a agência atuar com mais efetividade nos municípios. Durante a pandemia nós atuamos firmemente na manutenção de empresas e empregos, com índice de inadimplência baixíssimo. Temos foco específico em cuidar do pequeno e para isso, é importante a habilitação dos agentes nos municípios”, ressalta. 

Municípios 

Com R$362.776,20 em créditos liberados, Várzea Grande foi um dos maiores beneficiários do crédito concedido aos empreendedores, de janeiro a maio deste ano. 

Entre os 15 municípios que mais obtiveram crédito com a Desenvolve MT,  destaque para Cuiabá R$2.365.844,57, Rondonópolis R$271.572,57, Sinop R$219.765,92, Santo Antônio do Leverger R$210.941,09, Guarantã do Norte R$207.119,72 e Vila Rica R$134.433,19.

Para expandir a oferta de recursos, a agência tem percorrido municípios do Estado, reunido com prefeito e lideranças para entender as demandas locais e apresentar os produtos da agência. 

Confira abaixo os municípios que mais tomaram crédito em 2022, no período de janeiro a maio:

Capacitação

Os agentes de crédito credenciados são capacitados pela Desenvolve MT para atuarem na oferta de crédito, por meio de prefeituras e associações, às empresas que atuam nos diversos setores produtivos.

Por meio da qualificação, os agentes compreendem sobre todas as linhas de crédito da agência, cadastro, envio de documentos e o funcionamento da plataforma online de solicitação do crédito. Dessa forma, se tornam aptos a orientar e prestar um bom atendimento aos empreendedores dos municípios parceiros.

Até maio, três cursos onlines foram ministrados para 37 agentes e colaboradores de prefeituras do interior do estado e de Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDLs).

(Com supervisão de Livia Rabani)

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana