conecte-se conosco


Turismo

Azul aérea planeja operar em destinos inéditos a partir do segundo semestre

Publicado


source
Empresa planeja atuar em três novos destinos até o segundo semestre de 2021
Divulgação

Empresa planeja atuar em três novos destinos até o segundo semestre de 2021

A partir do segundo semestre deste ano a Azul planeja atender três novas cidades no país: São Gabriel da Cachoeira (AM), Ponta Porã (MS) e Correia Pinto (SC). A empresa espera iniciar as operações na cidade amazonense em 3 de agosto e planeja pousar pela primeira vez em Ponta Porã e Correia Pinto no dia 8 de setembro de 2021.


No entanto, o início das vendas para os novos voos e a confirmação das datas planejadas dependerão da execução e término de obras de melhoria na infraestrutura aeroportuária das três cidades, além da conclusão de negociações de acordos de redução de ICMS para combustíveis de aviação de modo a incentivar a operação nos estados.

Para São Gabriel, a Azul tem a expectativa de voar três vezes por semana, conectando a cidade do interior amazônico à capital. Os voos serão cumpridos com as aeronaves brasileiras da Embraer E195, que comportam 118 Clientes.

Você viu?

Ponta Porã, que será o sexto destino atendido no Mato Grosso do Sul pela companhia, contará com uma ligação diária para o principal centro de conexões da Azul no país: o aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), em aeronave a ser definida após a certificação do aeroporto junto à ANAC.

Já Correia Pinto, no estado catarinense, substituirá as operações em Lages e atenderá a região de “Campos de Lages”, com mais de 300 mil habitantes. Os voos também serão diários e com destino a Campinas.

“Em um ano de incertezas, nós reforçamos o investimento da empresa no Brasil, acreditando no potencial do país e tendo a expectativa de que, com a vacinação em massa, poderemos ter um segundo semestre de recuperação para o setor” pontua Vitor Silva, gerente de planejamento de malha da Azul.

Fonte: IG Turismo

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

Brasília completa 61 anos e é considerada destino tendência em 2021

Publicado


source
A capital federal foi projetada por um dos arquitetos mais renomados do mundo, Oscar Niemeyer
Reprodução

A capital federal foi projetada por um dos arquitetos mais renomados do mundo, Oscar Niemeyer

Brasília completa 61 anos de sua fundação nesta quarta-feira, 21. Conhecida por seus grandiosos projetos de arquitetura e por abrigar o principal centro político do país, a cidade é apontada como destino tendência pelo Ministério do Turismo neste ano. Em 2020, foi o 4º destino mais buscado pelos brasileiros no Google, atrás apenas de Londres (Reino Unido), Rio de Janeiro e de São Paulo. O Ministério do Turismo publicou uma lista de 21 destinos tendência para o ano de 2021, na qual destaca a cidade de Brasília. A motivação para a entrada dos lugares na publicação foi a valorização do turismo doméstico e de outras tendências fortes na pandemia da Covid-19, como o turismo de experiência , turismo ruralturismo criativo – também destacados pela pasta. O levantamento foi realizado tomando como base os principais sites de pesquisa do setor, além de publicações e dos destinos que se alinham à demanda do novo turista.

A sede do Governo Federal e dos três poderes da República (Legislativo, Judiciário e Executivo) abriga 127 embaixadas e é também a capital do Brasil. A cidade foi construída em um projeto ambicioso do presidente Juscelino Kubitschek em 1960. O plano piloto foi elaborado pelos arquitetos Lúcio Costa e Oscar Niemeyer e pelo engenheiro estrutural Joaquim Cardozo. O projeto da cidade a divide em blocos numerados e setores para atividades: setor hoteleiro, bancário, de embaixadas, por exemplo. Vista de cima, costuma lembrar um avião, apesar do projeto inicial visar uma cruz. Atualmente, Brasília é a terceira cidade mais populosa do país e a quinta maior concentração urbana, sendo dona do maior produto interno bruto (PIB) per capita entre todas as capitais e o quarto maior da América Latina. Apesar de estar localizada no estado de Goiás, cuja capital é Goiânia, Brasília é uma divisão administrativa distinta de um município legal, como outras cidades brasileiras, semelhante ao que acontece com Washington, D.C., nos Estados Unidos, e com Camberra, na Austrália. Apontada como patrimônio mundial pela Unesco, por causa de seu conjunto arquitetônico e urbanístico, Brasília possui a maior área tombada do mundo, com 112,5 km², e é a maior cidade do mundo construída no século 20. Confira o que conhecer e fazer no destino:

Praça dos Três Poderes

Praça dos três poderes
Reprodução

Praça dos três poderes

Nela ficam os prédios do Poder Legislativo (Congresso Nacional), Poder Executivo (Palácio do Planalto) e Poder Judiciário (Supremo Tribunal Federal). Também é possível conhecer o Itamaraty e o Palácio da Justiça. Antes de ir, é bom verificar a possibilidade de visitas, que são gratuitas. Há dias em que há visitas guiadas, em outros só visitas espontâneas e em outros, ainda, não há permissão para visitantes.

Biblioteca Nacional

Biblioteca Nacional de Brasília
Reprodução

Biblioteca Nacional de Brasília

A BNB conta com biblioteca digital, salas de estudo e um espaço para eventos que comporta até 95 pessoas. O prédio é adornado com um painel do artista plástico Julio Pomar e funciona de segunda a sexta-feira das 8h às 19h45 e, nos finais de semana, das 12h30 às 18h30.

Feirinha da Torre

Feirinha da Torre
Reprodução

Feirinha da Torre

Para quem gosta de fazer umas comprinhas e levar lembranças da viagem, a feirinha da Torre é o lugar ideal. Há de tudo: artesanato, roupas, pedrarias, sapatos, comidas típicas do Centro-Oeste. A feira ocorre sempre nos sábados, domingos e feriados das 9h às 18h.

Você viu?

Catedral Metropolitana de Brasília

Catedral Metropolitana de Brasília
Reprodução

Catedral Metropolitana de Brasília

Com 16 arcos de concretos e vitrais que mudam de cor de acordo com o horário e a posição do sol, a catedral possui três esculturas de anjos de bronze penduradas no teto e painéis que representam a via sacra pintados por Di Cavalcanti. Toda a estrutura impressiona quem vê de fora e também por dentro. A Catedral é um dos pontos mais visitados da cidade e recebe visita todos os dias das 8h às 19h30.

Praça dos Cristais

Praça dos Cristais
Repordução

Praça dos Cristais

Projetada por Burle Max e localizada no Setor Militar Urbano, a praça tem formas que chamam a atenção de quem visita. A criação foi inspirada em cristais que Max viu em sua viagem para Cristalina (GO). A praça possui tipos de plantas que não são nativas do Cerrado, como um buriti de aproximadamente 12 metros de altura.

Jardim Botânico de Brasília

Jardim Botânico de Brasília
Reprodução

Jardim Botânico de Brasília

Formado por maior parte de vegetação do Cerrado, o jardim também é chamado de Jardim do Cerrado. É possível aproveitar o lugar em trilhas abertas à visitação ou em visitas aos Jardins Temáticos. São quatro tipos: o Jardim Evolutivo, Jardim de Cheiros, Jardim Japonês e Jardim de Contemplação. Cada um com suas particularidades, eles encantam os visitantes.

Museu Nacional

Museu Nacional
Reprodução

Museu Nacional

Com suas formas arredondadas por fora e por dentro com linhas tortas que traçam um cenário incomum, o Museu Nacional costuma abrigar exposições de diversos artistas plásticos. Aberto ao público sem necessidade de agendamento, é possível chegar a qualquer hora, mas também disponibiliza a possibilidade de visita guiada, que é precisa ser agendada por telefone.

Fonte: IG Turismo

Continue lendo

Turismo

Hopi Hari reabre suas fronteiras neste sábado (24)

Publicado


source
O parque abrirá com um protocolo que permite apenas 25% da capacidade sem o funcionamento de algumas atrações
Divulgação

O parque abrirá com um protocolo que permite apenas 25% da capacidade sem o funcionamento de algumas atrações

Com a atualização da classificação do Plano SP – realizada na sexta-feira (16) pelo Governo do Estado de São Paulo –, o País Mais Divertido do Mundo reabrirá suas fronteiras a partir deste sábado (24). Conforme o decreto, o Parque poderá operar com 25% de sua capacidade, com horário de funcionamento das 11h às 19h, sendo que as atrações começarão a ser finalizadas a partir das 18h.

Além disso, em respeito às novas medidas, bem como aos visitantes, apenas ingressos com o agendamento em dia poderão ser utilizados. “Ao atingirmos o limite de público vamos imediatamente interromper a entrada”, destaca Alexandre Rodrigues, presidente de Hopi Hari.

Para não perder a viagem, a orientação do Parque é que o visitante que já adquiriu seu Passaporti solicite uma data para a visita – para isso, basta enviar o número do pedido por e-mail no [email protected] e aguardar a confirmação do seu agendamento. O mesmo sistema vale para quem já havia agendado seu passeio entre os dias 2 e 23 de abril, é só solicitar o reagendamento. Já para quem fez seu agendamento com data a partir do dia 24 de abril não será preciso refazer a solicitação.

Mesmo operando com capacidade de público reduzida a 25%, o Hopi Hari ressalta a importância de seguir os protocolos de segurança anticovid-19, que podem ser acessados aqui e relembra que o uso de máscara de proteção é obrigatório durante toda a visita, assim como o cumprimento das normas de segurança já mencionadas.

Com suas fronteiras fechadas desde o dia 5 de março. em respeito a determinação do Plano São Paulo, o País Mais Divertido do Mundo vem empenhando esforços e se preparando para voltar a receber visitantes. O Parque ressalta que tem ciência de seu compromisso com o público e principalmente com seus colaboradores, entretanto, como o mundo inteiro, sofre com as consequências desta pandemia que impactou tanto na saúde, quanto na economia mundial. 

Fonte: IG Turismo

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana