conecte-se conosco


Economia

Auxílio de mil dólares? Faça as contas e confira as reações à fala de Bolsonaro

Publicado


source

Brasil Econômico

Bolsonaro auxílio
Reprodução/Twitter

Internet chama Jair Bolsonaro de mentiroso e, depois de dizer que auxílio emergencial pagou mil dólares, presidente vira meme

Nesta terça-feira (22), o presidente Jair Bolsonaro discursou na Assembleia Geral da ONU e disse que o Brasil  já pagou cerca de mil dólares a 65 milhões de beneficiários do auxílio emergencial

O assunto se tornou um dos mais comentados no Twitter na tarde desta terça-feira. Muitos internautas chamam o presidente de mentiroso, enquanto outros o defendem. 

“[Nosso governo] concedeu auxílio emergencial em parcelas que somam aproximadamente mil dólares para 65 milhões de pessoas”, disse Bolsonaro. 

No total, o auxílio emergencial vai pagar aos beneficiários cinco parcelas de R$600 e quatro de R$300. Juntas, elas somam R$4.200. Na cotação atual, mil doláres equivalem a mais de R$5.400, o que significa que o arredondamento do presidente ignorou cerca de R$1.200, ou duas parcelas de R$600 do auxílio emergencial. 

Além disso,  nem todos os benefíciários receberão as nove parcelas , que devem ser pagas até dezembro – e não já foram concedidas, como informou o presidente. Por outro lado, alguns grupos receberam um benefício maior, como  mães chefes de família , cuja parcela foi de R$1.200.

Confira algumas das principais reações à fala de Bolsonaro no Twitter:














publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Receita abre amanhã consulta ao lote residual de restituição do IRPF

Publicado


A Receita Federal abre nesta sexta-feira (23), às 10 horas, a consulta ao lote residual de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF). O crédito bancário para 273.545 contribuintes será realizado no dia 30 de outubro, totalizando R$ 560 milhões.

Desse total, R$ 211.773.065,86 são destinados aos contribuintes com prioridade legal: 5.110 idosos acima de 80 anos, 38.301 entre 60 e 79 anos, 4.636 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 21.244 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Foram contemplados ainda 204.254 contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 5 de outubro de 2020.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar o site da Receita Federal. Na consulta ao Portal e-CAC, é possível acessar o serviço Meu Imposto de Renda e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF. Com ele é possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral do CPF.

Caso a restituição tenha sido liberada, mas o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco. O contribuinte também poderá fazer o agendamento no site do BB.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento por meio do Portal e-CAC, no serviço Meu Imposto de Renda, na opção Solicitar Restituição não Resgatada na Rede Bancária.

Edição: Bruna Saniele

Continue lendo

Economia

Governo revisará queda do PIB em novembro, diz secretário de Guedes

Publicado


source

Brasil Econômico

Waldery Rodrigues
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Waldery Rodrigues, afirmou que a equipe econômica revisará PIB no começo de novembro,

Nesta quinta-feira (22), o secretário especial de Fazenda do  Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, afirmou que a equipe econômica revisará no começo de novembro, mês que vem, a projeção atual para queda do PIB (Produto Interno Bruto), de 4,7% em 2020.


Durante seminário virtual promovido pelo TCU (Tribunal de Contas da União), Rodrigues disse: “Todos os indicadores de atividade mostram um forte recuperação em V da economia. Diversos especialistas têm apontado que a atual recessão é mais profunda, mas é mais curta que a da crise de 2008 e 2009”.

O secretário também citou dados da pesquisa Focus do Banco Central para mostrar que a volatilidade nas projeções do mercado para o PIB estão se reduzindo, com uma convergência para previsão do Ministério da Economia.

Waldery Rodrigues é o secretário do ministro Paulo Guedes que já causou polêmicasameaças de demissão. Isso porque foi ele que disse à imprensa que a equipe econômica cogitava congelar aposentadorias para bancar o Renda Brasil.

Nas últimas semanas, Rodrigues tem voltado a aparecer perto de Guedes. Na semana passada, ele mediou o encontro de Guedes com estudantes vencedores da Olimpíada Internacional de Economia, em que  Guedes chorou.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana