conecte-se conosco


Entretenimento

Autor de Os Mutantes, Tiago Santiago lança livro sobre magia e cita Paulo Coelho

Publicado


source
Tiago Santiago
Divulgação/RecordTV

Tiago Santiago


Responsável por folhetins de sucesso, como a nova versão de “A Escrava Isaura”, “Prova de Amor” e a trilogia de “Mutantes”, da RecordTV, Tiago Santiago, que também tem passagem pela Globo e pelo SBT, está lançando “Os Caminhos do Mago”, pela Editora TXS, no qual explora diversos aspectos encantadores da realidade, com o objetivo de disponibilizar ferramentas para os leitores obterem êxito no que almejam. 

“Essa temática não é apenas matéria de ficção e fantasia, é real, é a realização da vontade”, destacou ele, pouco antes de frisar que o seu interesse pelo tema vem desde a infância, quando queria entender por que alguns homens e mulheres faziam milagres. “Nos estudos acadêmicos em Sociologia e Antropologia, passei a investigar o fascinante pensamento que existe em todas as culturas humanas”, continuou.





Leia Também




Capa do primeiro livro de Tiago Santiago, 'Os Caminhos do Mago'
Divulgação

Capa do primeiro livro de Tiago Santiago, ‘Os Caminhos do Mago’


Além disso, fez questão de ressaltar que a obra, disponível na Amazon e nas principais livrarias do país e descrita como de filosofia, ocultismo e autoajuda, narra suas experiências em diversas tradições, como alquimia, esoterismo, wicca, ayahuasca, seu encontro com Paulo Coelho, geometria sagrada, espiritismo, budismo, hinduísmo, xamanismo, sufismo, hassidismo e religiões de origem africana.

Por fim, Santiago, que mora há alguns anos em Los Angeles e não descarta a possibilidade de voltar a escrever para a TV no Brasil, explicou o motivo pelo qual resolveu abrir o leque e alçar novos voos: a crença de que a leitura oferece mais poder do que as novelas de perpetuar suas mensagens. “Como contador de histórias, acredito que tenho a missão de compartilhar conhecimento ao lado do bom entretenimento”, declarou.


Fonte: IG GENTE

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

‘BBB 22’: Jequiti debocha de atividade da Avon e viraliza

Publicado


source
Tiago usou maquiagem da Avon, marca rival da Jequiti
Reprodução/BBB

Tiago usou maquiagem da Avon, marca rival da Jequiti

No ‘BBB’, vale tudo para viralizar nas redes sociais, até investir no deboche! Na tarde desta quinta-feira (20), os brothers fizeram uma atividade da Avon, marca patrocinadora do reality e ganharam produtos da marca. No Twitter, a marca de cosméticos publicou uma foto de  Tiago Abravanel fazendo skincare e usou um trocadilho para falar dos produtos. 

“Abrava descobriu que a brava pra cuidar da pele sou eu!”, diz a publicação da marca. A Jequiti, marca de cosméticos do avô de Tiago Abravanel, Silvio Santos, resolveu comentar com um pouco de deboche a publicação. 

“Pode testar A VONtade, mas quando ta no sangue, ta no coração…”, disse a marca.

Leia Também

Os fãs do reality e de uma boa briga comentaram a publicação e fizeram memes sobre o assunto. “A Patrícia Abravanel usando o perfil da Jequiti para jogar shade”, disse um internauta, dizendo que a marca foi usada para mandar indireta. 






Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Entretenimento

Velório de Elza Soares será no Teatro Municipal do Rio de Janeiro

Publicado


source
Elza Soares morreu aos 91 anos
Reprodução

Elza Soares morreu aos 91 anos

O velório da cantora Elza Soares, que morreu aos 91 anos nesta quinta-feira , será no Teatro Municipal do Rio, no Centro da Cidade, nesta sexta-feira. Inicialmente, a cerimônia será fechada para familiares e será aberta ao público ao meio dia.

Após o velório, o corpo será enterrado no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap. A notícia da morte da cantora foi confirmada pela família.

“É com muita tristeza e pesar que informamos o falecimento da cantora e compositora Elza Soares, aos 91 anos, às 15 horas e 45 minutos em sua casa, no Rio de Janeiro, por causas naturais. Ícone da música brasileira, considerada uma das maiores artistas do mundo, a cantora eleita como a Voz do Milênio teve uma vida apoteótica, intensa, que emocionou o mundo com sua voz, sua força e sua determinação. A amada e eterna Elza descansou, mas estará para sempre na história da música e em nossos corações e dos milhares fãs por todo mundo. Feita a vontade de Elza Soares, ela cantou até o fim”, diz o comunicado, assinado por Pedro Loureiro, Vanessa Soares, familiares e Equipe Elza.

Elza Soares seguiu cantando até os últimos dias como sempre desejou. Considerada “cantora do milênio” pela rede de televisão britânica BBC, a artista se denominou “A mulher do fim do mundo” desde o lançamento do álbum homônimo, em 2015. Foi o 34º trabalho da carreira, o primeiro exclusivamente de inéditas.

“Tudo tem seu tempo certo. Esse CD, produzido por Guilherme Kastrup, veio na época em que eu mais precisava de apoio e carinho. Tinha acabado de perder um filho e estava na luta para me recuperar após uma séria cirurgia na coluna. Deus é justo”, resignou-se Elza, para completar: “E agora está aí esse trabalho incrível. Estou muito feliz”. 

O trecho fez parte de uma entrevista exclusiva ao EXTRA. Nela, a artista relembrou toda sua trajetória de luta e dor, até pela perda de cinco filhos.

Leia Também

“A Elzinha é essa mulher que eu canto. É um disco com 11 canções que me renovou. Fala de pobreza, agressão à mulher, amor, sexualidade… Tudo que eu já passei. A gente está nessa vida para lutar”, defendeu ela: “Eu acredito em Deus, nos meus guias de luz. A resposta para vida está aqui entre nós. Nunca me revoltei por tudo que já me aconteceu. Não sou a única a perder filho. É claro que dói demais. Mas todos nós temos uma missão”.

Apegada à religiosidade, Elza Soares declarou que sua sensibilidade espiritual era tão aguçada que o dom da premonição a acompanhava há tempos. Por duas vezes, revela, soube que os filhos morreriam.

“Eu ia percebendo com alguns sinais enquanto estava dormindo, acordada… É complicado explicar “, afirmou ela, que continuou: “Da mesma forma como aconteceu com o Garrinchinha (nascido em 1976 e morto num acidente de carro aos 9 anos, quando voltava de Pau Grande, distrito da cidade do pai-ídolo, Magé, na Região Metropolitana do Rio), foi com Gilson (morto aos 59 anos após complicações de uma infecção urinária e sepultado no dia 27 de julho, aniversário dela)”, disse.

“Se eu colocar isso como primeiro plano da minha vida, enlouqueço. Deixo acontecer porque eu não sou daqui, ninguém é. De qualquer maneira, você não tem ideia de como é angustiante saber que um filho vai morrer”, disse.  

Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana