conecte-se conosco


Política MT

Audiência pública vai discutir o resgate do programa BID Pantanal

Publicado


.

Audiência pública virtual é proposta do deputado estadual Wilson Santos

Foto: Marcos Lopes

Uma audiência pública virtual, proposta pelo deputado estadual Wilson Santos (PSDB), vai debater a possibilidade de recuperar recursos do programa BID Pantanal, criado em 1995 e paralisado em 2003, que previa investimentos de US$ 400 milhões no Pantanal de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. A audiência virtual será na próxima quarta-feira (30), às 15 horas, no Edifício Dante Martins de Oliveira, sede da Assembleia Legislativa, presencialmente, e pela plataforma Zoom para os convidados.

Segundo o deputado, mais de US$ 175 milhões do programa BID Pantanal ficaram a fundo perdido. “Nós tínhamos, a fundo perdido, mais de 175 milhões de dólares para saneamento básico dos municípios pantaneiros e para a capital, para educação ambiental e prevenção ao fogo no Pantanal. Tudo estava previsto no programa BID Pantanal”, diz o deputado, autor da convocação da audiência pública.

O BID Pantanal foi um programa com financiamento de US$ 400 milhões pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), governo japonês, governo federal e dos estados, com o objetivo de elaborar ações nas mais diversas áreas, como águas, solos, agrotóxicos, conservação da fauna, saneamento, economia, estradas, parques e reservas.

O programa foi criado em 1995, durante o governo de Dante Martins de Oliveira (in memoriam), e foi amplamente debatido com a sociedade, de 1996 até 2001, quando foi interrompido por suspeitas no processo licitatório. Em 2003, o programa foi cortado pelo governo federal.

“Precisamos resgatar o BID Pantanal para apoiar esses municípios pantaneiros, que apesar de serem historicamente importantes e com uma população relevante, possuem Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) muito baixo e limitado economicamente por estar em uma área de proteção com restrições ambientais, o que impede o desenvolvimento econômico”, destaca o deputado.

“Estou propondo uma discussão mais profunda sobre o tema. A ideia é discutir um novo programa. Quem sabe possamos recuperar um pedaço do BID Pantanal e salvar esses recursos”, destacou o parlamentar.

Fonte: ALMT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Indicações para infraestrutura, educação e saúde beneficiam região do Araguaia

Publicado


Deputado Dr. Eugênio apresentou indicações em sessão plenária

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

Na sessão plenária desta terça-feira (27), o deputado estadual Dr. Eugênio (PSB) apresentou indicações voltadas para infraestrutura, educação e saúde da região do Araguaia. O cascalhamento de 47 quilômetros do trecho entre Porto Kalapato e a aldeia Ilha Grande, reparos no asfalto da MT-251 entre Campinápolis e Nova Xavantina, a aquisição de dois ônibus escolares para atender o município de Porto Alegre do Norte, a implantação de redutores de velocidade na MT-020 e a implantação de um hospital regional para atender o norte do Vale do Araguaia (Baixo Araguaia) foram medidas solicitadas.

O deputado solicitou ao Executivo estadual estudos de viabilização de apoio estatal para manutenção e aterramento com cascalhamento de 47 quilômetros de estrada entre o Porto Kalapalo e o acesso da fazenda Gabriela  e no trecho de 80 quilômetros entre o entroncamento da entrada do Porto e a aldeia Ilha Grande, acesso entre as comunidades Alto Xingu, Baixo e Médio.

Para a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), o parlamentar solicitou a necessidade urgente de reparos no asfalto da MT-251 entre Campinápolis e Nova Xavantina e limpeza das margens da referida rodovia. Também pediu para melhorar a sinalização com implantação de redutores de velocidade na MT-020, antes da chegada às obras das pontes sobre o Córrego Canastra e Córrego Canastra II para evitar novos acidentes em face da precária sinalização.

Já para a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), solicitou a aquisição de dois ônibus escolares para atender o município de Porto Alegre do Norte. E para a Secretaria de Estado de Saúde (SES),  pediu a implantação de um hospital regional para atender a região norte do Vale do Araguaia – Baixo Araguaia.

Moção de pesar – Dr. Eugênio apresentou moção de pesar  aos familiares do senhor Valdivino Broch, pioneiro de Canarana, falecido em 12 de setembro de 2020, aos 86 anos de idade.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Política MT

Nilson Leitão diz ter apoio de 100 prefeitos, vices e candidatos à prefeitura

Publicado

Além do apoio dos dois senadores de Mato Grosso – Jayme Campos e Wellington Fagundes – Nilson Leitão, que disputa a única vaga na eleição suplementar ao Senado Federal, conta com a força política de 100 lideranças entre prefeitos, vices e candidatos ao Executivo Municipal nas eleições 2020.
Como já foi prefeito de Sinop por dois mandatos, Nilson Leitão conhece bem as necessidades das cidades e sob a bandeira do municipalismo e as propostas de campanha de acabar com as desigualdades regionais e criar oportunidades para todos, tem atraído mais apoiadores.
“Fico muito feliz com o apoio dos prefeitos, vices e candidatos à prefeitura que venho recebendo ao longo da campanha. Isso mostra que as nossas propostas são, de fato, respostas para as demandas dos municípios, que elas irão solucionar, de forma efetiva, grande parte dos problemas que os gestores enfrentam no dia a dia. Já fui prefeito e sei bem como é difícil. Quero ser no Senado um representante e guerreiro das pautas municipalistas, pois as pessoas moram nas cidades, é lá que as coisas acontecem”, ressaltou.
Dentre alguns dos apoiadores estão o prefeito de Sorriso, Ari Lafin (PSDB), o prefeito de Guarantã do Norte, Érico Stevan Gonçalves (DEM) e o prefeito de Vila Rica, Abmael Borges da Silveira (PL), além do presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga.
O senador Wellington Fagundes, que é um grande defensor do municipalismo, diz que Leitão é o mais experiente e irá somar no Senado .“Precisamos reforçar nossa luta. Nilson Leitão reúne experiência e muita determinação para nos ajudar nesse trabalho. Porque queremos um Mato Grosso forte, gerando emprego e bem estar a todos, com o fortalecimento dos municípios”, defendeu.
Para que os municípios sejam fortalecidos, Leitão defende a democratização do acesso à saúde; a ampliação do acesso ao crédito e assistência técnica aos agricultores familiares do estado para fortalecer o produtor rural de pequeno e médio porte; mudanças no Pacto Federativo, além de incentivos fiscais às empresas que se instalarem no interior.

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana