conecte-se conosco


Cuiabá

Atendimento via 0800 da Ouvidoria Geral estará suspenso nesta sexta-feira (13)

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá informa que o atendimento por meio do 0800 da Ouvidoria Geral do Município (OGM) ficará suspenso nesta sexta-feira (13). A interrupção no recebimento de demandas via telefone se dá por conta da mudança de endereço, a qual o órgão está passando.

O serviço volta a funcionar normalmente na segunda-feira (16) e, nesse período, continua disponível pelo Portal da Transparência.

O órgão é ligado à Controladoria Geral do Município (CGM), instalada há vários anos no Palácio Alencastro. Todavia, visando proporcionar a melhoria nas condições de trabalho dos servidores o no atendimento à população, a CGM terá uma nova sede. A partir da próxima semana, passa a ofertar todos os seus atendimentos na Avenida Mato Grosso, nº 453.

Após o breve intervalo a OGM volta a operar normalmente pelo telefone 0800 645 01 56 e pelo Portal da Transparência, que pode ser acessado pelo endereço eletrônico http://ouvidoria.cuiaba.mt.gov.br/. Os atendimentos são realizados de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Leia Também:  Semob libera tráfego em corredores exclusivos até retorno dos ônibus

OUVIDORIA

A Ouvidoria tem por finalidade promover o exercício da cidadania, acolhendo, encaminhando e acompanhando sugestões, reclamações, denúncias, reivindicações e elogios relativos à prestação de serviços públicos municipais em geral. Também cabem ao órgão as representações contra o exercício negligente ou abusivo de cargos, empregos e funções do Poder Executivo Municipal.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cuiabá

Vereador Clebinho continua investindo nos bairros da capital sobretudo na Região Oeste

Publicado

Câmara Municipal de Cuiabá

Para a execução do Orçamento Geral Anual para Cuiabá nesse ano de 2020, o montante a ser investido nos bairros da Região Oeste, deve ser na ordem de R$ 600 mil, graças à atuação do vereador Clebinho Borges (DC), que destinou grande parte do valor de sua emenda impositiva para investimentos na região.
O parlamenta escolheu 20 áreas para investimentos necessários, de forma a melhorar a qualidade de vida na região.
“Limitamos os nossos investimentos em até R$ 80 mil nas emendas impositivas, para atender ao Maximo de moradores que precisam do poder publico para melhorar a vida”, destacou o vereador, que priorizou além do setor de saúde, os setores de cultura, comunitário, saneamento, além de apoio as comunidades evangélicas e católicas, como é o caso de recuperação da imagem de Nossa Senhora Aparecida no Parque Cuiabá, a pedido da comunidade ao custo de R$ 15 mil.
Outros investimentos foram para os centros comunitários em subvenções sociais, nas unidades dos bairros do Jardim Vitória, Cidade Alta, e ainda no Jardim Paulista. Cada um receberá a quantia de R$ 15 para promover reformas, manutenções ou outo tipo de intervenção.
O bairro Santa Amália ainda vai ganhar uma academia ao ar livre novinha aos valores de R$ 18 mil reais. Outros R$ 270 mil reais vão para ampliar e melhorar a assistência ambulatorial e hospitalar nas comunidades do Ribeirão do Lipa, Jardim Araçá e Jardim Colorado.
O vereador que é filiado ao DC, também seguindo os outros parlamentares, investiu o valor de R$ 30 mil no Hospital Santa Helena, custeando despesa com material e medicamento.
Mais investimentos através das emendas impositiva serão liberados nesse ano, e mais uma vez pela atuação do vereador Clebinho, que não se esqueceu do saneamento básico, e destinou R$ 80 mil reais para obras de esgotamento sanitário na Vila Santa Izabel, melhorando nesse setor.
“Ainda na área cultural estamos propondo a quantia de 45 mil para eventos culturais e religiosos na capital”, ainda detalhou Clebinho, que assinou ainda emenda impositiva no valor R$ 30 mil reais, ao Rotary Clube Bandeirantes, como subevenções sociais, e também a construção de uma academia ao ar livre no Residencial Milton Figueiredo, no valor do investimentos R$ 20 mil reais.

Adão de Oliveira – Câmara Municipal de Cuiabá

Leia Também:  Prefeito entrega pavimentação e nova instalação de escola neste domingo

Fonte: Câmara de Cuiabá
Continue lendo

Cuiabá

Isenção de água e esgoto para entidades passa por regulamentação

Publicado

Ilustração

Com o objetivo de evitar os diversos casos de abusos constatados que geram grande perda de água tratada, e promover uma democratização dos serviços, a Câmara Municipal de Cuiabá aprovou em 2019 um projeto de Lei encaminhado pelo Executivo Municipal que trata da regulamentação de isenção tarifária pelo fornecimento de água e coleta de esgoto às entidades na Capital.
A regulamentação proposta buscou isentar, de maneira limitada e regrada, do pagamento pelos serviços de água e esgoto fornecidos pela Concessionária Prestadora de Serviços Públicos de Água e Esgoto em Cuiabá os imóveis em que funcionam Centros Comunitários, Clubes de Mães, Creches sem fins lucrativos, Centros de Convivência de Idosos ou Asilos, Centro de Assistência ou Orfanatos para crianças ou adolescentes, Organizações Religiosas e Creches Públicas.
Segundo a mensagem do Poder Executivo, esse projeto de Lei foi fruto de amplo debate com o Ministério Público do Estado de Mato Grosso, entidades de Defesa do Consumidor, com Secretarias Municipais de Cuiabá, Concessionária Prestadora de Serviços Públicos de Água e Esgoto e a Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (ARSEC).
Para esses partícipes, a regulamentação de isenções atende aos princípios da sustentabilidade e do equilíbrio econômico-financeiro do Serviço Público de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário, além de promover a preservação do meio ambiente e dos mananciais hídricos e também conscientizar as entidades isentas de pagamento desses serviços públicos da necessidade de se evitar o desperdício causado pelo mau uso da água.
Na prática a Concessionária poderá instalar hidrômetro na entidade beneficiária da isenção que possuir outras finalidades além daquelas previstas para o atendimento social da população cuiabana, ou ainda explorar atividade econômica no imóvel, para cobrar, de forma individualizada, o consumo de água e esgoto no exercício das atividades não abrangidas pela isenção.
Apenas o consumo que exceder ao máximo estabelecido para cada classe de entidades será faturado de acordo com a tarifa de água e esgoto vigente, ressaltando que o valor cobrado para essas atividades não abrangidas pela isenção será a mesma cobrada para a categoria residencial.
As entidades sem fins lucrativos que queiram se beneficiar de isenção do pagamento pelo consumo de água e coleta de esgoto deverão requerer formalmente o benefício à Concessionária do Serviço Público de Abastecimento de Água e Esgoto do Município de Cuiabá, apresentando documentos necessários solicitados pela mesma. O requerimento deverá ser realizado pessoalmente pelo representante legal da entidade beneficiável ou por terceiros devidamente autorizados.

Abraão Ribeiro | Câmara Municipal de Cuiabá

Leia Também:  Semob libera tráfego em corredores exclusivos até retorno dos ônibus

Fonte: Câmara de Cuiabá
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana