conecte-se conosco


Carros e Motos

Aston Martin DBX 707, o SUV mais potente do mundo, chegará em julho

Publicado

source


Aston Martin conclui primeira produção DBX707, que vem equipado com motor V8 sobrealimentado de 707 cv
Divulgação

Aston Martin conclui primeira produção DBX707, que vem equipado com motor V8 sobrealimentado de 707 cv

O mercado de SUVs nunca esteve tão recheado seja com as fabricantes mais diversificadas, seja com as mais tradicionais que até então resistiam este tipo de segmento. A Aston Martin é um exemplo e já anunciou que vai lançar o DBX 707, em julho.

O utilitário esportivo da Aston Martin começa a sair da linha de montagem em Saint Athan, no País de Gales, com destino das primeiras unidades ao mercado brasileiro. A fábrica ainda adianta a importação para mais de 50 países.

Considerado o SUV de luxo mais potente, o DBX 707 conta com motor V8, de espantosos 707 cv, potência para atingir uma velocidade máxima de 310 km/h e acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 3,1 segundos, de acordo com dados da fabricante.

Para reforçar o time, a Aston Martin contratou mais de cem novos técnicos automotivos qualificados para dar apoio à demanda na produção do DBX 707 . O DBX é o primeiro carro de rua produzido no País de Gales em quase 50 anos.

Michael Straughan, diretor de operações da Aston Martin Lagonda , afirmou: “A Aston Martin está imensamente orgulhosa de fabricar produtos líderes como o DBX 707 em uma instalação de classe mundial no País de Gales, e estamos muito satisfeitos por ver o primeiro modelo concluído.

Consultada sobre o valor do DBX 707 para o mercado brasileiro, a empresa  UK Motors, que representa as marcas Aston Martin e McLaren no Brasil, revelou que, por enquanto, não tem informações concretas a respeito. Porém, será acima dos R$ 2,8 mihões da versão DBX

Fonte: IG CARROS

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carros e Motos

Honda apresenta a nova geração do SUV HR-V, que estreia em agosto

Publicado

Honda HR-V promete retomar o desempenho de mercado que foi perdendo intensidade com o anterior
Guilherme Menezes/ iG Carros

Honda HR-V promete retomar o desempenho de mercado que foi perdendo intensidade com o anterior

A Honda acaba de revelar a nova geração do Honda HR-V. O SUV recebe o mesmo nível de atualizações do City, que também se renovou com a chegada do modelo 2022.

A pré-venda das versões EX e EXL do novo Honda HR-V (com o motor 1.5 aspirado do City), se inicia em agosto. A das versões Advance e Touring (com o motor 1.5 turbo, que passará a ser flex), apenas em outubro. Os preços das versões ainda não foram divulgados.

Em primeiro lugar, notamos a completa reformulação do SUV compacto . A frente está mais elevada, bem como assinaturas de LED em todas as versões, grade 3D em black piano nas versões turbo e frisos horizontais nas aspiradas.

Nas laterais, dependendo da versão, o HR-V poderá vir equipado com um dos três novos jogos de rodas de 17 polegadas. Além disso, traz novas portas e novas caixa de rodas, que aumentam a largura do SUV. As maçanetas das portas traseiras seguem integradas na coluna.

Na traseira, acentua ainda mais o caimento, que o faz se aproximar dos SUVs com jeito de cupê. Outra novidade é a assinatura de LED que percorre toda a tampa traseira. Nas versões turbo , segue com duas saídas de escapamento.

Em relação ao modelo anterior, o novo Honda HR-V ficou 2 cm mais baixo, a altura do condutor se elevou em 1 cm e, além disso, o espaço para as pernas e para os ocupantes traseiros aumentou 3,5 cm. Cresce 3,5 cm de comprimento da carroceria, bem como 1,8 cm de largura. Como se não bastasse, conta com 10% a mais de rigidez torcional, 15% a mais de rigidez lateral e dos suportes de suspensão.

Esta é a primeira geração do HR-V a receber aplicação de espuma expansiva de poliuretano nas extremidades inferiores das colunas dianteira e central. Outra medida antirruído e vibração é a aplicação de material fonoabsorvente com espessura variável na parte inferior do compartimento do motor.

No interior, o SUV compacto da Honda ganha materiais sensíveis ao toque nos puxadores de portas e no apoio de braço central, texturização no painel, além da utilização de black piano e frisos cromados em vários pontos do console e dos painéis laterais.

Além do mais, a novidade da marca japonesa conta com um novo sistema de ar-condicionado . Ele permite aos ocupantes escolherem se a circulação será distribuída de forma convencional, ou pelas laterais dos ocupantes — para o ar não incidir diretamente contra o corpo e, também, para ajudar a bloquear a irradiação de calor dos vidros.

No interior, os bancos dianteiros têm encosto mais fino e correm em trilhos mais espaçados entre si, com o objetivo de ampliar a oferta de espaço na região dos joelhos e dos pés de quem viaja atrás. Também está presente o sistema de modularidade interna da Honda , com quatro modos de utilização (Utility, Long, Tall e Refresh), que permite acomodar objetos de diferentes dimensões.

Os modelos contam com o novo ‘Sistema de Estabilização Corporal’. Uma nova tecnologia antifadiga foi adotada nos bancos para melhorar o suporte do corpo, evitando o esforço constante para a retomada do posicionamento ideal, que é justamente o que traz a sensação de cansaço.

Além disso, o novo HR-V pode vir até com sistema de destravamento por proximidade da chave, ar-condicionado digital, nova central multimídia de 8 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay sem-fio e câmera de ré multivisão, sensores de estacionamento traseiros, bancos revestidos de couro, painel digital TFT de 7 polegadas multiconfigurável.

Como se não bastasse, o carro vem também com ar-condicionado digital e automático e função de travamento das portas por aproximação da chave, sensores de estacionamento dianteiros, faróis full LED, com luzes indicadoras de direção, fachos baixo e alto, DRL e faróis de neblina em LED e espelho retrovisor fotocrômico.

Também se destacam os auxílios eletrônicos de segurança e de comodidade. Ganha o sistema My Honda Connect, que conecta com aplicativo de celular (que pode controlar algumas funções do carro, mesmo à distância) e que, também, tem função concierge.

Os demais são baseados nas imagens captadas por uma câmera de visão ampla e de longa distância, instalada na parte central e superior do para-brisa.

Painel do novo Honda HR-V segue o mesmo estilo adotado no City, com destaque para a central multimídia
Guilherme Menezes/ iG Carros

Painel do novo Honda HR-V segue o mesmo estilo adotado no City, com destaque para a central multimídia

São eles: Controle de cruzeiro adaptativo, seis airbags, assistência de permanência de faixa, sistema de mitigação de evasão de pista , sistema de frenagem para mitigação de colisão, além do ajuste automático dos faróis, detector de ponto cego, assistente de descida e de partida em rampas, e os controles de tração e estabilidade.

O SUV também viu todos os seus conjuntos mecânicos serem atualizados. A Honda ainda irá revelar números de desempenho do motor aspirado e, também, absolutamente todos os detalhes acerca do novo motor 1.5 turbo. Entretanto, as versões de entrada com o primeiro, já estão disponíveis.

Seu motor 1.5 16v aspirado agora recebe a tecnologia ‘DI DOHC i-VTEC’, ou seja, com injeção direta de combustível e dois comandos de válvulas no cabeçote, com recalibração do gerenciamento do variador de fase. Isso resulta em 126 cv e 15,8 kgfm. A Honda ainda irá revelar números de desempenho e todos os detalhes acerca do novo motor 1.5 turbo.

O câmbio CVT é o mesmo do City, com simulação de sete marchas. Além disso, a Honda exibe os resultados dos testes realizados pelo Inmetro para homologar seus números de consumo.

De acordo com o Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), o novo Honda HR-V aspirado tem consumo na cidade de 8,8/12,7 km/l (etanol/gasolina) e, na estrada, de 9,8/13,9 km/l, respectivamente.

Nas próximas semanas, a Honda vai disponibilizar alguns carros para avaliação e a reportagem de iG Carros irá dar mais detahes sobre a nova geração do SUV compacto da marca japonesa.



Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros e Motos

Harley-Davidson Road King Special:  andamos na “rainha da estrada”

Publicado

A Harley-Davidson Road King Special tem rodas de liga e alforjes rígidos
Guilherme Marazzi

A Harley-Davidson Road King Special tem rodas de liga e alforjes rígidos

Com essa Harley-Davidson, podemos nos sentir o “rei da estrada” Naqueles papos com a turma falando e olhando para um grupo de motocicletas, as preferências de cada um sempre surgem.

“Gosto mais desta, gosto mais daquela, seria melhor que essa motocicleta fosse mais escura etc.” Claro, gosto e opinião cada um tem os seus. Nessas conversas ao pé das motos, eu costume comentar que gosto das motocicletas coloridas, em especial as vermelhas.

Nesta caso, a motocicleta era uma Harley-Davidson Road King , a nova, 2022, que estão chegando agora. Inteira na cor preta. Olhei outras motos, olhei de novo para a Road King toda preta e tive que concordar que essa é a melhor cor para esse modelo.

A Harley-Davidson varia bastante a oferta de cores de suas motocicletas de um ano para outro, o que, caso não haja nenhuma modificação aparente entre elas, acaba marcando pela distinção das cores. Algumas motocicletas da marca têm oferta de cores bem estravagantes, mas a Road King , realmente, fica bem de black-tie .

A Harley-Davidson Road King Special 2022, toda preta, que parece ser a melhor opção de cor para essa versão
Guilherme Marazzi

A Harley-Davidson Road King Special 2022, toda preta, que parece ser a melhor opção de cor para essa versão

É curioso chegar a essa conclusão depois de ver a versão especial que a Road King teve no ano passado, um verde brilhante chamado de Snake Venom, que ficou muito bonito.

Mas um tanto “cheguei” (lembram dessa gíria?). As outras cores eram verde oliva, preto fosco e esse mesmo preto brilhante . Para este ano, além desse preto brilhante, há um vermelho escuro e um verde militar acetinado. Fora isso, a motocicleta não mudou em nada.

A Harley-Davidson Road King Special atualmente é bem diferente da Road King tradicional, que tínhamos por aqui até uns quatro anos atrás, que tinha uma aparência clássica, bem parecida com a DeLuxe, com muitos cromados,  faróis auxiliares, grande para-brisa, rodas raiadas cromadas, pneus com largas faixas brancas e alforjes de couro.

A versão Special, no entanto, adotou esse visual dark e vem com rodas de liga leve de maior diâmetro, nenhum cromado e alforjes rígidos. A Harley-Davidson Road King Special 2022 custa R$ 130.400.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana