conecte-se conosco


Carros e Motos

Assista ao vídeo da nova geração do Chevrolet Corvette em ação

Publicado

Após as primeiras revelações do novo Chevrolet Corvette, faltava apenas vê-lo em ação. Muitos tiveram dúvidas sobre como deveria se comportar, uma vez que, agora, seu motor foi posicionado entre a cabine e o eixo traseiro — após 66 anos posicionado na frente. Mesmo que ainda sem preços definidos, Mark Reuss, presidente da General Motors, destacou que o novo Corvette Stingray ficará abaixo dos US$ 60 mil (cerca de R$ 220 mil), ao chegar às lojas no ano que vem.

LEIA MAIS: Mercedes de R$ 1,7 milhão tem 5 unidades vendidas no Brasil

Com o novo posicionamento do motor, a nova geração do Chevrolet Corvette viu a mudança de porte da carroceria mudar. Antes com a dianteira comprida, agora é mais curta e achatada, e assim, aproxima-se da “escola” européia de carros esportivos . No interior, a novidade fica por conta das novas tecnologias, com central multimídia de tela flutuante e o volante com desenho diferenciado — mesmo que remeta o da antiga geração.

LEIA MAIS: Lotus revela o hipercarro elétrico mais potente do mundo

Leia Também:  Avaliação: Citroën C5 Aircross é a minivan que virou SUV e pode vir ao Brasil

Mecânica e equipamentos

Chevrolet Corvette arrow-options
Divulgação

Chevrolet Corvette C8: Ícone norte-americano que se aproxima ainda mais da arquitetura dos europeus

Já na lista de equipamentos, os destaques ficam por conta do seletor de modos de condução, com seis modos, além do sistema de som premium Bose com 14 alto-falantes. Destaque para o novo cockpit na cor preta e detalhes de costura vermelho. No console central, os botões estão colocados longitudinalmente.

LEIA MAIS: Mercedes visa nova era de carros de luxo ao lançar seu primeiro SUV elétrico

A versão Stingray , conta com o motor 6.2 V8 LT2 herdado do Corvette C7, mas retrabalhado para o uso na posição central-traseira. Com o pacote Z51, o propulsor é capaz de desenvolver 495 cv e 65 kgfm. Ele trabalha em conjunto com uma transmissão do tipo transeixo de oito marchas e dupla embreagem, que traciona as rodas traseiras e permite ao esportivo acelerar de 0 a100 km/h em cerca de três segundos.

LEIA MAIS: VW Gol GT, Escort XR3 e Monza SR: Fizemos um comparativo dos anos 80

Leia Também:  Até onde vai a onda dos SUVs?

De acordo com a montadora, a mudança de local do motor proporciona uma melhor distribuição de peso para o Chevrolet Corvette , que tem 1.530 kg com todos os fluidos. Além disso, o posicionamento do motorista mais próximo ao eixo dianteiro melhora a pilotagem do carro, ainda segundo os engenheiros.

Fonte: IG Carros
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Carros e Motos

JAC lança rival do Compass, em versão única, com motor 1.5 turbo e câmbio CVT

Publicado

source
JAC T60 arrow-options
Divulgação

JAC T60 chega com conjunto moderno e boa lista de equipamentos de série como atributos para encarar os rivais

A JAC lança o SUV médio T60 no Brasil a partir de R$ 99.990. O carro chega para disputar um lugar de destaque no mesmo segmento do Jeep Compass, o líder absoluto de vendas, com 54.524 unidades entre janeiro e novembro, de acordo com o balanço da Fenabrave (Federação dos Distribuidores de Veículos). Como principal atributo na briga com os rivais, o modelo da marca chinesa conta com a relação entre custo e benefício.

 LEIA MAIS:  JAC Motors lança nova linha de carros elétricos no Brasil

Na lista de itens de série, o JAC T60 conta com controles eletrônicos e estabilidade e tração, monitoramento da pressão dos pneus, botão de partida, multimídia com tela de 10,25 polegadas, freio de estacionamento elétrico, câmera de 360° e painel de instrumentos digital com tela TFT entre outros equipamentos.

Como opcional, a fabricante oferece para o SUV médio o pacote com teto solar elétrico e bancos revestidos de couro por R$ 5 mil extras, o que leva o preço para R$ 104.990.

O JAC T60 da linha 2020 vem com motor 1.5 turbo, com injeção direta da gasolina e rende 168 cv e razoáveis 21,4 kgfm a 2.000 rpm. No sistema de transmissão está incluído o câmbio automático CVT , que simula seis marchas e a tração é dianteira. São números para acelerar de 0 a 100 km/h e, 9,6 segundos e atingir 195 km/h, diz a fabricante.

Leia Também:  Três carros que perderam relevância no mercado

LEIA MAIS: JAC T80: andamos no novo SUV premium de sete lugares da marca chinesa

A reportagem de iG Carros está no lançamento do JAC T60 da linha 2020 e logo terá maios detalhes da novidade, inclusive as primeiras impressões ao dirigir.  

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Carros e Motos

Yamaha R15, “Irmã” menor da R3, traz visual mais esportivo na linha 2020

Publicado

source
Yamaha arrow-options
Divulgação

Yamaha R15: Pequena esportiva carenada seria a única da categoria no Brasil, na faixa das 150 – 160 cc

A Yamaha R15 acaba de chegar em sua linha 2020 na Índia, com novas cores e grafismos. Agora, vem com rodas de liga leve azuis e esquema de cores de corrida com a mesma cor na carenagem. Com preço de 1,45,300 Rúpias Indianas (R$ 8.484, em conversão direta), a esportiva carenada é da família da R3, vendida no Brasil por R$ 23.990. Se viesse ao mercado brasileiro, poderia sair por pouco mais que os R$ 11.190 cobrados pela Fazer 150. Entretanto, questionada pela redação do iG Carros, a Yamaha do Brasil afirma que essa moto não virá.

LEIA MAIS: Yamaha NMax é revelado com novo visual e equipamentos na linha 2020

A moto herda o mesmo design agressivo e esguio, com linhas fortes e pontiagudas, de “irmãs” maiores como a Yamaha R3 , em uma família que ainda tem modelos de 250 cc a 1.000 cc. Por outro lado, os outros componentes da Yamaha R15 seguem inalterados da linha 2019. O motor é o monocilíndrico de 155 cc (o mesmo da nova Yamaha NMax), mas com 18,6 cv e 1,4 kgfm. Isso não é muito menos que os 21,5 cv e 2,1 kgfm da Fazer 250 (R$ 15.990), que pesa 16 kg a mais (137 kg ante 153 kg).

Leia Também:  Honda CB 1000R Neo Sports Café: aceleramos o modelo com maisde 140 cavalos

LEIA MAIS: Yamaha MT-125 é revelada e se torna a esportiva mais em conta, abaixo da MT-03

Mais equipamentos

Yamaha arrow-options
Divulgação

Painel é totalmente digital e mostra os dados de forma que o piloto interprete com facilidade

A lista de equipamentos para um bom desempenho segue. Entre eles, o sistema Assist & Slipper Clutch, visto apenas em motores grandes na Ásia. O recurso auxiliar faz o funcionamento da embreagem mais leve, para que o piloto tenha mais conforto ao operá-la, enquanto a embreagem deslizante faz o câmbio mais suave, principalmente em reduções de marcha em rotações mais altas. Na dianteira a suspensão é do tipo invertida, enquanto a traseira conta com sistema monoshock com ajustes na pré-carga da mola.

LEIA MAIS: Yamaha MT-03 surge renovada e com mais tecnologia para a linha 2021

Entre outros equipamentos, a Yamaha R15 traz luzes dianteiras e traseiras em LED, além painel de instrumentos totalmente digital, inclusive o velocímetro e conta-giros. Já o tanque de combustível tem capacidade para 11 litros, o que deve gerar autonomia na casa dos 350 km, segundo dados do fabricante. Os pneus têm medidas de 100/80 na dianteira e 140/70 na traseira. Nos ‘contras’, vale lembrar a falta dos freios ABS.

Leia Também:  Fiat 500 comemora 62 anos e relembra a Dolce Vitta, glamour italiano dos anos 60

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana