conecte-se conosco


Mato Grosso

Assembleia geral definirá recomposição do Conselho Estadual de Desporto

Publicado

A Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) convocou assembleia geral para a escolha de membros do Conselho Estadual de Desporto (Consed). A reunião será realizada no dia 16 de dezembro, no auditório da Arena Pantanal, a partir das 13h30, e definirá os conselheiros do quadriênio 2019/2022 por meio de voto secreto ou aberto, conforme definição no local.

Para participar da assembleia geral de eleição do Consed será necessário um credenciamento prévio com identificação do segmento esportivo a ser representado. Todos os interessados – atleta, técnico, árbitro ou gestor de entidade esportiva – devem encaminhar o requerimento de inscrição ao e-mail: [email protected], no período de 09 a 13 de dezembro de 2019.

No site www.esportes.mt.gov.br estão disponíveis os arquivos necessários para cadastramento e demais documentos e portarias sobre o processo eleitoral.

O credenciamento possibilita a participação no processo eleitoral como votante e também como candidato a membro do Conselho – desde que atenda os critérios para a candidatura, como possuir notório saber desportivo, estar habilitado ao exercício de função pública e não exercer qualquer cargo de diretoria em entidades registradas e cadastradas no Sistema Estadual do Desporto.  

O Consed é o órgão colegiado, de caráter consultivo, normativo e representativo da sociedade mato-grossense que tem por finalidade contribuir na formulação da Política Estadual do Desporto, dirimir os conflitos, acompanhar a aplicação de legislação desportiva, dentre outras. São também atribuições do Conselho a avaliação de projetos desportivos a serem contemplados com incentivo fiscal, cadastro de instituições desportivas e emissão de parecer em projetos e planos nos âmbitos estadual e municipal.

Por lei, o mandato dos conselheiros é de quatro anos, com escolha feita por eleição ou indicação dos segmentos esportivos. A última recomposição de membros no Consed ocorreu em 2015.   

“Como órgão coordenador do Sistema Estadual do Desporto, cabe à Secretaria a organização desse processo eleitoral. Retomamos essa responsabilidade para nossa pasta porque sabemos da importância do Conselho como representante da sociedade mato-grossense em defesa do direito ao esporte. Nosso objetivo é que o processo seja feito da forma mais participativa, transparente e democrática possível”, explica o titular da Secel, Allan Kardec.

Uma comissão eleitoral foi instituída para organizar e realizar os procedimentos da eleição de recomposição do Conselho. Composta por representantes da  Secel e do Consed, sua função é acompanhar  e conduzir as medidas administrativas visando garantir a lisura, imparcialidade, legalidade e segurança jurídica ao pleito, além de providenciar o relatório de homologação. 

“Nesse processo vamos fazer o credenciamento e toda a gestão de participação tanto da sociedade civil quanto dos entes que poderão compor o Consed. Esperamos que tenha uma boa participação nos pedidos de credenciamento, mas se for necessário vamos intensificar a mobilização nos setores do esporte no Estado”, esclarece Marcos Natanael de Andrade, presidente da comissão eleitoral.

O processo eleitoral a ser realizado durante a Assembleia Geral seguirá algumas etapas com sessões por segmento esportivo. A ordem das assembléias e demais informações se encontram na portaria da eleição disponibilizada no site www.esporte.mt.gov.br.

Composição do Conselho

O Consed é composto por 13 (treze) membros, obedecendo aos seguintes critérios para definição da sua composição: 

I – o Secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, membro nato; 

II – 02 (dois) membros de reconhecido saber desportivo, de livre indicação do Governo do Estado; 

II – 01 (um) representante das entidades estaduais de administração do desporto não profissional, cadastradas no CONSED, eleito por essas, mediante processo eleitoral para esse fim;

 IV – 01 (um) representante das entidades de prática do desporto não profissional, cadastradas no CONSED, eleito por essas, mediante processo eleitoral para esse fim; 

V – 01 (um) representante da imprensa desportiva, indicado pela entidade de classe do Estado; 

VI – 01 (um) representante dos atletas não profissionais em atividade ou não, escolhido dentre os mesmos, mediante processo eleitoral para esse fim;

VII – 01 (um) representante dos árbitros em atividade ou não, escolhido dentre os mesmos, mediante processo eleitoral para esse fim; 

VIII – 01 (um) representante de técnicos ou treinadores em atividade ou não, escolhido dentre os mesmos, mediante processo eleitoral para esse fim;

IX – 01 (um) representante dos Profissionais de Educação Física, indicado pela entidade de classe do Estado; 

X – 01 (um) representante indicado pela Secretaria de Estado de Educação; XI – 01 (um) representante do segmento das pessoas com deficiência, eleito pelas entidades afins cadastradas no CONSED, mediante processo eleitoral para esse fim; 

XII – 01 (um) representante indicado pela Secretaria de Estado de Fazenda.

Os membros-conselheiros têm direito à gratificação de presença ou jeton, por sessões plenárias a que comparecerem, num máximo de quatro mensais.

Serviço

Assembleia geral para eleição de membros do Consed: 16 de dezembro, no auditório da Arena Pantanal

Cadastramento para participar do processo eleitoral: até 13 de dezembro

Documentos no site: www.esportes.mt.gov.br/eleicoes-consed

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Governador: “Objetivo é manter padrão de excelência nessas rodovias pelos próximos 30 anos”

Publicado


O governador Mauro Mendes afirmou que a concessão de três lotes de estradas de Mato Grosso à iniciativa privada tem o objetivo de “manter padrão de excelência nessas rodovias pelos próximos 30 anos”.

O leilão dos lotes ocorreu nesta quinta-feira (26.11), na sede da Bolsa de Valores da B3, em São Paulo, e foi acompanhado pelo governador e pelos secretários de Estado, Mauro Carvalho (Casa Civil) e Marcelo de Oliveira (Infraestrutura e Logística), além da equipe técnica do Governo de Mato Grosso.

Os três lotes de estradas compreendem 512 km de trechos entre Primavera do Leste e Paranatinga, Jangada e Itanorte, e Tabaporã e Sinop, nas regiões Sudeste, Centro-Sul e Norte do Estado. As concessionárias Via Norte Sul, Via Brasil e Primavera MT-130 arremataram um lote cada, na ordem mencionada.

“O objetivo dessas concessões é conseguirmos ao longo dos próximos 30 anos manter um padrão de excelência nessas rodovias, contribuindo com a logística e com a infraestrutura, fundamentais em um Estado tão produtivo como o nosso”, destacou o governador. 

O contrato de concessão tem duração de 30 anos para cada trecho e os vencedores do leilão deverão executar serviços de conservação, recuperação, manutenção, implantação de melhorias e operação rodoviária.

De acordo com Mauro Mendes, o modelo de concessão tem dado certo nos países desenvolvidos e traz muito benefícios à população, que passa a contar com rodovias bem conservadas e redução de acidentes de trânsito e de custos com manutenção dos veículos que transitam nesses locais.

“Em 2021, traremos novos trechos para leilão e até 2022 nós queremos colocar mais 1900 km de rodovias para concessão”, adiantou.

Mauro Mendes pontuou que a concessão é um importante passo para melhorar o escoamento da produção de Mato Grosso, maior produtor nacional de grãos. 

“Não tenho dúvida nenhuma que o Estado de Mato Grosso vai superar nos próximos anos a casa de 100 toneladas/ano em produção. Temos área e condição para expandir de forma sustentável. Isso cria no nosso estado grandes oportunidades”, mencionou.

Ainda segundo o governador, as concessões vão melhorar a qualidade de vida da população e acelerar o desenvolvimento econômico das regiões pelas quais as rodovias passam. 

Outra vantagem das concessões é que os serviços de conservação, recuperação, manutenção e implantação de melhorias rodoviárias serão executados pela iniciativa privada, trazendo ao Governo de Mato Grosso uma economia estimada de R$ 3,3 bilhões. Esses valores serão usados para outras obras de Infraestrutura, como novas pavimentações e construção de pontes. 

“Ao passar para a iniciativa privada esses três lotes, somando-se aos outros que nós temos e aos outros que virão, não temos dúvida nenhuma que poderemos prosseguir com o nosso plano estratégico de melhoria da logística do Estado de Mato Grosso”, completou.

Além dessas rodovias em leilão, o Governo de Mato Grosso já possui sete outros contratos de concessão comum vigentes, totalizando 923,4 quilômetros de rodovias. 

Os lotes

Foram concedidos três lotes à iniciativa privada: o Lote 1, com 138,4 quilômetros da MT-220, no trecho entre Tabaporã e Sinop; o Lote 2, com 233,2 quilômetros, das rodovias MT-246, MT-343, MT-358 e MT-480, nos trechos de Jangada a Itanorte; e o Lote 3, com 140,6 quilômetros da MT-130, entre Primavera do Leste e Paranatinga.

Para o Lote 1, entre Tabaporã e Sinop, estão estimados investimentos de R$ 749,502 milhões em melhorias diretamente na rodovia. 

No lote 2, entre Jangada a Itanorte, estão previstos investimento de R$ 1,571 bilhão. 

Já para o lote 3, entre Primavera do Leste a Paranatinga, o investimento previsto é de R$ 1,020 bilhão, totalizando os R$ 3,341 bilhões.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Projeto premiado em edital de Literatura oferece oficina de teatro de sombras para professores

Publicado


Mais uma ação premiada no edital Estevão de Mendonça de Literatura Mato-Grossense vai ajudar na democratização do acesso ao universo da literatura no Estado. Contemplado na categoria Contador de Histórias na seleção pública da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), o projeto Sombreando Lendas oferece curso de teatro de sombras como ferramenta para contar histórias em salas de aula.

Contando Histórias na Sombra com o Grupo Penumbra é o nome da oficina online direcionada a professores das cidades de Sapezal, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Cuiabá e Várzea Grande. Com carga horária total de 15 horas, a qualificação começa no dia 30 de novembro e prossegue até 09 de dezembro, em dias não consecutivos, das 19h às 21h.  

As inscrições são gratuitas por meio de formulário online (link AQUI) e estarão abertas até o próximo sábado (28.11) ou até o preenchimento das vagas.

Para a diretora e produtora do Grupo Penumbra, Juliana Graziela, o teatro de sombras possibilitará a diversificação das aulas, tornando-as mais atrativas.

“Propomos essa oficina para abordar o teatro de sombras como ferramenta potente e criativa de estímulo em salas de aula. Por meio de sombras, os educadores podem contar histórias e também provocar seus alunos a contarem e criarem as suas próprias”, explica.

Além da qualificação, o projeto compreende ainda a exibição online da peça “Sombreando Lendas” e uma live que contarão com intérprete de libras. Prevista para dezembro, a peça usa a contação de histórias e as sombras para conduzir o espectador a viajar pelo universo das lendas de Cuiabá, de Mato Grosso e do Brasil. Trata-se de um teatro de sombra contemporâneo, em que figuras recortadas são projetadas numa junção com próteses corporais e sons. 

Serviço

Oficina online “Contando Histórias na Sombra com o Grupo Penumbra”

Público: Professores das cidades de Sapezal, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Cuiabá e Várzea Grande

Período oficina: 30/11, 01, 02, 03, 04, 07, 08 e 09/12, 19h às 21h 

Período de inscrição: 26 a 28 de novembro

Formulário de inscrição: AQUI

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana