conecte-se conosco


Entretenimento

Assassino da família Richthofen, Cristian Cravinhos, viveu romance gay na prisão

Publicado

source

Nesta segunda-feira (11), novos detalhes sobre “Suzane – Crime e Punição” foram divulgados na imprensa. Segundo a Época , o livro escrito pelo jornalista Ullisses Campbell está causando incômodo nos envolvidos do caso. A revelação mais recente, por exemplo, alega que Cristian Cravinhos teve um romance homoafetivo na prisão. 

Leia também: Suzane Von Richthofen pretende se tornar pastora, revela revista

Suzane Von Richthofen arrow-options
reprodução / Twitter

Suzane Von Richthofen

Suzane Von Richthofen , ainda em novembro de 2019, tentou impedir a publicação do livro ,  que é baseado em sua vida, mas o pedido foi indeferido pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. 

Leia também: Suzane Von Richtofen tenta barrar livro sobre sua vida

Em 2006,  Cristian Cravinhos foi condenado a 38 anos e seis meses de prisão pela participação na morte de Manfred e Marísia Von Richthofen, e em 2013 foi para regime semiaberto.

Leia também: Ilana Casoy comenta processo por trás de filmes sobre Suzane Von Richthofen

Segundo a revista, Cristian manteve o relacionamento com o outro detento mesmo após sair da prisão. ” Suzane – Crime e Punição ” conta a história de  Richthofen a partir do momento em que conheceu Daniel Cravinhos, ex-namorado dela e irmão de Cristian. Campbell ouviu 136 pessoas em três anos para escrever a obra.

Fonte: IG Gente
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Entretenimento

Tristeza no carnaval do Rio: União da Ilha e Estácio de Sá são rebaixadas

Publicado

source

Aconteceu nesta quarta-feira de cinzas (26) a apuração das escolas de samba do Rio de Janeiro. Enquanto a comunidade da Unidos do Viradouro, de Niterói, comemora a vitória acirradíssima deste carnaval, para a União da Ilha dos Governadores e a Estácio de Sá o fim da folia foi triste.

Leia também: Àguia de Ouro é a grande campeã do carnaval de São Paulo

Desfile da União da Ilha arrow-options
Reprodução/Instagram/@francescodallag_84

Desfile da União da Ilha



Leia também: Atraso e trânsito de carros marcam primeira noite de desfiles em SP

No carnaval do Rio de 2020, a União da Ilha falou sobre a vida dura nas favelas do Rio de Janeiro, com o enredo “Nas encruzilhadas da vida, entre becos, ruas e vielas, a sorte está lançada: Salve-se quem puder!”. A escola, no entanto, teve problema em um dos carros alegóricos, o que criou um buraco e dificultou sua evolução. O desfile durou 71 minutos, um a mais do que o permitido.

Leia também: Gaviões da Fiel e Mocidade Alegre brilham e marcam o 2º de desfiles

Desfile Estácio arrow-options
Reprodução/Instagram/@avozdafavela

Desfile Estácio


Já a Estácio de Sá , com o enredo “Pedra”, mostrou as várias utilizações do mineral ao longo da história e aproveitou para criticar a destruição do meio ambiente. Apesar do belo desfile, a vermelha e branca foi rebaixada e parece estar acostumada com a tristeza que sente nesta quarta: nos últimos 13 anos, ela disputou na elite em apenas três desfiles: 2007, 2016 e o desse carnaval

Fonte: IG Gente
Continue lendo

Entretenimento

Unidos do Viradouro é a grande campeã do Carnaval do Rio de Janeiro

Publicado

source

A escola de samba Unidos do Viradouro é eleita a campeã do Carnaval 2020 do Rio de Janeiro após uma votação acirrada com Grande Rio e Beija-Flor. O enredo escolhido foi “Viradouro de Alma Lavada”, que lhe rendeu pela segunda vez o maior título do Grupo Especial. Confira os melhores momentos do desfile da escola, que há 23 anos não vencia a competição, no Sambódromo Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro.

Leia também: Apostando no valor do saber, Águia de Ouro é campeã do carnaval de São Paulo

Viradouro arrow-options
Gilvan de Souza/ Agência O Dia

Viradouro


Assim que anunciada a penúltima nota do último quesito, que lhe concederam a vitória, os representantes da escola não conseguiram conter a emoção e pularam de alegria. “Nós estamos de alma lavada”, disse o carnavalesco Tarcísio Zanon aos pranto em entrevista à TV Globo .

Logo no começo da apuração foi anunciado que a Unidos da Tijuca perdeu um décimo por ter ultrapassado o número de tripés da Comissão de Frente. A União da Ilha também perdeu um décimo por ter ultrapassado o tempo máximo de desfile.

O desfile

Na avenida, a Viradouro foi segunda escola a desfilar no primeiro dia do Grupo Especial e conquistou o título de melhor enredo no Estandarte de Ouro. Eles viajaram até a Bahia, para cantar o empoderamento feminino das Ganhadeiras de Itapuã. Uma das justificativas levantadas para a escolha da escola foi a facilidade de comunicação com o público, dada a facilidade de compreensão do enredo. A comissão de frente da vermelho e branco levou para a Avenida um aquário de 7 mil litros no qual uma nadadora de nado sincronizado encantou o público com movimentos submersos. A abertura rendeu o prêmio para agremiação.

A disputa

Durante o começo da apuração, a escola de samba Beija-Flor liderou o ranking da Liga das Escolas de Samba. A Grande Rio se manteve colada, compartilhando a segunda colocação com a Unidos do Viradouro. Mas, a partir do quesito “evolução” a escola conseguiu superar a Beija-Flor e empatar com a Grande Rio e foi conseguindo se distanciar das demais. Foi na penúltima nota do quesito “harmonia” que a Unidos do Viradouro conseguiu seu título de campeã do Carnaval de 2020 do Rio de Janeiro.

Fonte: IG Gente
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana