conecte-se conosco


Turismo

As 6 melhores praias de Ubatuba para curtir neste verão

Publicado

source

Ubatuba conta com mais de 100 praias e é uma das cidades queridinha dos paulistas que buscam curtir as férias e o verão com muito sol e mar. Dá para aproveitar em um final de semana – já que está a pouco mais de 3 horas de São Paulo – e tem opções para todos os gostos. 

Leia também: Quais destinos turísticos estão em alta no Brasil e que fazer em cada um deles

Se está na dúvida qual dessas praias de Ubatuba quer curtir, a turismóloga e coordenadora do curso de Turismo da Universidade UNG, Claudia Parra, em um papo com o iG Turismo, indica as mais bonitas e dá dicas do que fazer em cada uma delas. 

1. Praia do Cedro

Praia do Cedro arrow-options
Reprodução/Instagram/escuna_marina_ubatuba

Praia do Cedro em Ubatuba

 A praia do Cedro, conhecida também como Cedrinho, é uma das praias mais atraentes de Ubatuba. Para chegar até ela, deve-se ir por meio de uma trilha simples, atravessada facilmente por crianças maiores. Há ainda a opção de pegar um barco para chegar lá. Segundo a turismóloga Claudia Parra, a praia é ótima para quem gosta de praticar snorkeling ou mergulho livre .

2. Puruba

Praia do Puruba arrow-options
Reprodução/Instagram/oslugaresmaisincriveisdomundo

Praia de Puruba

 A praia do Puruba (ou da Puruba) já foi eleita pela TV Vanguarda (afiliada da Rede Globo) como uma das 7 maravilhas do Vale da Paraíba. Antes de chegar até a praia, é preciso que se atravesse o Rio Puruba, de águas verdíssimas, o que pode ser feito caminhando ou de barco.

Leia Também:  Não peça Coca Diet! Especialista dá dicas para uma viagem de avião sem problemas

Ao chegar lá, você vai se deparar com uma areia branca e um clima bem tranquilo. Puruba é uma das praias mais naturais de Ubatuba, e a presença do rio faz com que muitas pessoas optem por tomar banho nele também. 

3. Itamambuca

Praia de Itamambuca arrow-options
Reprodução/Instagram/excursoescorujinha

Praia de Itamambuca

Além de uma orla maravilhosa e areia clara, o  mar  é verde esmeralda e as águas, cristalinas em Itamambuca. A praia é conhecida pela fama das boas ondas e já sediou uma série de competições nacionais e internacionais de surfe. 

Unindo a tranquilidade com a jovialidade, além de ser frequentada por muitos atletas, a praia de Itamambuca costuma ter muitas atividades: corrida, stand up e caiaque são algumas delas. 

Leia também: 55 viagens curtas para fugir da rotina

4. Félix

Praia do Félix arrow-options
Reprodução/TripAdvisor/Djalma S

Praia do Félix

 A praia do Félix é conhecida por ser aquela que agrada a todos. Isso porque tanto famílias quanto surfistas se sentem atraídos por ela: o mar é propício para o esporte, com fortes ondas; mas as árvores que fazem sombra na areia e a piscina natural parecem um bom negócio para as famílias.

Leia Também:  Uma noite no museu! Aplicativo leva turistas para dormir no museu do Louvre

Ela tem também vários quisques e em geral, possui fácil acesso. Além disso, há um passeio de banana boat na ilha do Prumirim.

Ainda há uma certa divisão nas águas: surfistas costumam ficar no canto esquerdo e mergulhadores no direito.

5. Santa Rita 

Praia de Santa Rita arrow-options
Reprodução/TripAdvisor/KeilaOlivi

Praia de Santa Rita

 O cartão-postal da praia de Santa Rita são as escadarias. O mar dela é bastante calmo e o ambiente costumava ser também, por conta da vizinhança de casas particulares e da ausência de quiosques. Apesar disso, ultimamente a praia tem tido bastante movimento, principalmente aos fins de semana.

Ela é curta e tem um visual incrível. Para fotos, a indicação é atravessar uma pequena trilha, de onde é mais fácil de contemplar beleza natural do local.

Leia também: 15 passeios bate e volta saindo de São Paulo

6. Prumirim

Praia do Prumirim arrow-options
Reprodução/TripAdvisor/Elisinha

Praia do Prumirim

A praia de Prumirim é linda, com ótima infraestrutura e frequentada por um público jovem. Por conta das suas fortes correntezas e agitação do mar, não é recomendada para crianças.

Tem poucos, mas bons, quiosques espalhados pela sua orla e do seu lado direito, possui a água mais doce, em razão do seu encontro com a Cachoeira do Prumirim. Nesta praia de Ubatuba é possível também fazer passeios de barco e surfar em alguns pontos. 

Fonte: IG Turismo
publicidade
1 comentário

1
Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
trackback

[…] Via: RSS Feed […]

Turismo

Viagens prazerosas: hotéis e cruzeiros de nudismo viram tendência no mundo

Publicado

source

Parece que a tendência de turismo do momento são as “férias nuas”. Hotéis nudistas e cruzeiros eróticos têm crescido pelo mundo e chamam cada vez mais a atenção dos turistas. O movimento começou no Instagram e tem envolvimento com a sustentabilidade, até por que dá para salvar o planeja deixando de usar roupas, não é mesmo?

Leia também: Casal é expulso de cruzeiro por fazer sexo barulhento

férias nuas arrow-options
shutterstock

Resorts e cruzeiros de nudismo estão em alta pelo mundo

Com o slogan “onde você pode ficar nu, se assim desejar”, os resorts e cruzeiros de nudismo incluem áreas opcionais de roupas, salas de jogos privadas, noites apimentadas e oficinas para casais. O cruzeiro ‘Desire Greek Island’, da Desire Experience, que passa por Atenas, Míconos, Santorini está esgotado há meses. Ele sairá somente em setembro de 2020.

Para quem se interessou no tema, o ‘Desire Red Carpet Cruise’ que passará por Nice, na França, Cannes, Florença, Pisa e Barcelona ainda tem ingressos e é descrito como “a melhor experiências VIP, excelente escolha erótica para velejadores sensuais”. Ele sairá em maio de 2020 e custa entre 4.499 dólares (R$ 18.740, na cotação atual*) e 5.700 dólares (R$ 23.750), dependendo da cabine.

Leia Também:  Manchas de óleo afetam praias do Nordeste; veja o que fazer com suas passagens

O que também está em alta são os locais hedonistas (hedonismo é uma teoria que afirma que o prazer é o bem supremo da vida humana). Em 2019 o resort Hedonism II, na Jamaica, ofereceu uma noite para casais por 1.499 libras (R$ 8.180 na cotação atual **) com festas envolvendo nível de erotismo.

Leia também: 8 praias de nudismo pelo Brasil para você conhecer

O Caribe, inclusive, oferece muitos hotéis que seguem a onda do nudismo . Confira abaixo o nome dos 10 principais:

  • Desire Resort & Spa, Riviera Maya
  • Copacabana Hotel & Suites, Costa Rica
  • Hedonismo II, Jamaica
  • Desire Pearl Resort & Spa, Riviera Maya
  • Azulik, Tulum
  • Hidden Beach Resort por Karisma, Tulum
  • Casais Tower Isle, Ocho Rios, Jamaica
  • Temptation Cancun Resort
  • Casais Sem Souci, Ocho Rios, Jamaica
  • Praias de Cambridge, Bermudas

*valores pesquisados em 23 de janeiro com o dólar valendo R$ 4,17

**valores pesquisados em 23 de janeiro com a libra esterlina valendo R$ 5,46

Fonte: IG Turismo
Leia Também:  Conheça o restaurante mexicano que contrata apenas ex-presidiários e imigrantes
Continue lendo

Turismo

Ouro Preto em um fim de semana: aproveite a cidade histórica de Minas Gerais

Publicado

source

Se você está procurando um destino para passar o final de semana sem gastar muito, não precisa ir muito longe. A cidade de Ouro Preto, em Minas Gerais, é uma alternativa para quem quer conhecer mais sobre a história do Brasil durante o dia e, também, curtir o espírito boêmio à noite. Ou seja, atividades para todos os gostos.

Leia também: Turismo em Minas Gerais: conheça Belo Horizonte e Ouro Preto em uma viagem só

Museu da Inconfidência, Ouro Preto arrow-options
Divulgação/Prefeitura Municipal de Ouro Preto/Ane Souz

Museu da Inconfidência, Ouro Preto

Fundada em 1711, Ouro Preto  faz parte do Circuito do Ouro, integrando a região da Estrada Real de Minas Gerais. Declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, a cidade mostra muito do que foi o Brasil na era Colonial não só nos vários museus, mas também na arquitetura das construções históricas e até pelas ruas de pedra sabão.

Segundo o site oficial de turismo em Ouro Preto, o município possui um total de 29 igrejas, 12 museus, sete minas de ouro e sete mirantes. Podem até parecer muitos pontos turísticos para dois dias, mas como a maior parte desse circuito pode ser feito a pé e em sequência, é mais do que possível montar um roteiro para um fim de semana.

O que conhecer em Ouro Preto?


No ponto cental, a Praça Tiradentes, já é possível conhecer alguns dos locais mais populares da cidade, como o Monumento a Tiradentes, o Museu da Inconfidência e as Igrejas de Nossa Senhora do Carmo e São Francisco de Assis, além da tradicional feira de artesanato, onde há diversas peças de arte feitas de pedra sabão. 

Além dessas duas igrejas mencionadas, outras que são muito visitadas são a Basílica Matriz de Nossa Senhora do Pilar, Igreja de Nossa Senhora do Carmo, Santuário de Nossa Senhora da Conceição e a Igreja de Nossa Senhora do Rosário. A Basílica e a Igreja de Nossa Senhora do Carmo e o Santuário possuem museus anexos com arte sacra e obras de grandes artistas do Barroco Mineiro, como Aleijadinho. 

Museu Casa dos Contos arrow-options
Divulgação/Prefeitura Municipal de Ouro Preto/Ane Souz

Museu Casa dos Contos, Ouro Preto

Guias não-oficiais costumam ficar na área externa das igrejas e da praça principal oferecendo um tour (preços à consultar no local) pelos principais pontos para explicar sobre a história e curiosidades sobre a cidade, igrejas e obras do Barroco. Algumas igrejas cobram um valor de entrada entre R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).  

Outras opções de passeios próximas ao centro incluem visitas guiadas às minas de ouro e museus, além de lojas com bebidas e doces locais, e joalherias. Os destaques vão para o Museu Casa dos Contos, com informações sobre a história da moeda brasileira e uma senzala preservada, e o Museu Guinard, cujo acervo reúne obras de Alberto da Veiga Guignard, considerado um dos maiores pintores e desenhistas brasileiros do século XX. 

Fora do centro histórico, Ouro Preto oferece diversas alternativas, que vão do Ecomuseu no Parque Municipal Arqueológico do Morro da Queimada, à trilhas, cachoeiras e o Instituto Federal Minas Gerais. É necessário ter um carro para chegar até esses locais. 

Leia também: De Diamantina a Tiradentes, a Rota do Ouro está cheia de surpresas; conheça

Como chegar a Ouro Preto?

Existem quatro opções para chegar até Ouro Preto: ir de carro, voar de avião até Belo Horizonte e ir de ônibus até Ouro Preto, pegar dois ônibus, sendo um até Belo Horizonte e outro até Outro Preto, ou um ônibus direto.

Essa escolha depende de quanto você pode gastar, quanto tempo pretende passar na estrada e das rotas até a cidade – a opção de ir direto de ônibus, por exemplo, não estão disponíveis em todas as partes do Brasil. 

Opção 1: carro

A viagem de carro partindo de São Paulo até Ouro Preto dura cerca de 8 horas e 30 minutos pela BR – 381 ou 11 horas pela MG – 270. É importante lembrar que ambos trajetos possuem pedágios. 

Opção 2: avião SP > BH + ônibus BH > OP

Segundo informações do Google Flights, um voo saindo de São Paulo até o Aeroporto Internacional de Confins, em Belo Horizonte, por exemplo, custa em média R$ 250 e tem cerca de 1 hora e 10 minutos de duração. Já o ônibus de BH para Ouro Preto sai por R$ 38,80 pela Viação Passáro Verde e a viagem dura 2 horas e 30 minutos. 

Uma questão importante sobre essa rota é que o aeroporto e a Rodoviária de Belo Horizonte ficam a 39,5 km de distância, o que é uma viagem de cerca de 45 minutos de carro. Então, se essa for sua opção, programe-se.  

Opção 3: ônibus SP > BH + ônibus BH > OP

Os ônibus até Belo Horizonte saem da Rodoviária do Tietê, em São Paulo, custam entre R$ 149,99 (executivo) e R$ 299,99 (leito cama), e levam 9 horas e 40 minutos até o destino. As informações para os ônibus até Ouro Preto são as mesmas citadas acima, mas é importante lembrar que os horários das viagens devem ser compatíveis. 

Leia Também:  Manchas de óleo afetam praias do Nordeste; veja o que fazer com suas passagens

Opção 4: ônibus SP > OP

A viagem de ônibus saindo da Rodoviária do Tietê, em São Paulo, com destino a Ouro Preto dura mais ou menos 11 horas e 10 minutos. Os valores, vão de R$ 157,57 (executivo) até R$ 209,53 (semi-leito) pela Viação Util. 

Chegando na Rodoviária de Ouro Preto, você pode pegar um táxi (que costuma ter valor tabelado) até o seu hotel ou baixar o aplicativo Moovecar, que funciona como um Uber ou 99 na região. 

Leia também: Salto alto e carro: 5 coisas para evitar em sua viagem para Ouro Preto

5 pontos de atenção ao visitar Ouro Preto

Além de se organizar com horários de passagens, dependendo da sua rota, existem alguns pontos que merecem sua atenção e que podem te ajudar a aproveitar ainda mais a cidade mineira:

Mina Chico Rei arrow-options
Divulgação/Prefeitura Municipal de Ouro Preto/Acervo Secretaria de Turismo

Mina Chico Rei, Ouro Preto

Horários de funcionamento:  Nos fins de semana alguns pontos turísticos estão fechados ou possuem um horário de funcionamento diferenciado. Preste atenção nisso para não perder nada do que você quer ver. 

Formas de locomoção:  Os principais pontos da cidade ficam muito próximos uns dos outros, o que significa que é possível montar um roteiro para conhecer tudo à pé. Porém, as ladeiras tornam os passeios cansativos. Então, se você ou quem for junto tiver problemas de locomoção, pode ser difícil andar tanto. Além disso, se a ideia é visitar lugares mais afastados do centro histórico, será preciso um carro. 

Conforto:  Por causa do sobe e desce nas ladeiras, usar roupas e sapatos confortáveis é obrigatórios. O chão de pedra sabão pode ser bem escorregadio, então procure um calçado com uma sola que não escorregue. Também não exagere nas compras, considerando que subir as ladeiras com sacolas ou mochilas pesadas não é fácil. 

Alimentação:  As ruas próximas à Praça Tiradentes são cheias de restaurantes, então comer não é um desafio em Ouro Preto. No geral, as opções para almoço costumam ser mais variadas e acessíveis, com valores entre R$ 15 e R$ 25 para comer à vontade. 

Hospedagem:  As melhores opções para se hospedar em Ouro Preto ficam próximas ao centro, em especial pelo acesso fácil à parte mais movimentada da cidade. Pelo Booking.com é possível encontrar diárias a partir de R$ 99 para duas pessoas em hotéis que ficam a cerca de 150 metros do centro. 

Para mais informações, acesse o site oficial de Turismo em Ouro Preto

Fonte: IG Turismo
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana