conecte-se conosco


Agro News

ARROZ/CEPEA: Com indústria ativa, liquidez aumenta no RS; preço segue estável

Publicado

Cepea, 15/5/2019 – A liquidez esteve elevada no mercado de arroz em casca do Rio Grande do Sul nos últimos dias. Segundo colaboradores do Cepea, as beneficiadoras do estado mantiveram o interesse por novas aquisições, com o objetivo de repor estoques. Do lado produtor, alguns estiveram mais ativos, devido à necessidade de “fazer caixa” para cumprir com pagamentos de safra. Já outros, que também trabalham com outras commodities, seguiram retraídos – os produtores que venderam soja antecipada estão mais capitalizados, recuados para a venda de arroz. Nesse cenário, as cotações permaneceram praticamente estáveis na última semana. Entre 7 e 14 de maio, o Indicador ESALQ/SENAR-RS, 58% grãos inteiros subiu ligeiro 0,16%, fechando a R$ 44,14/sc de 50 kg nessa terça-feira, 14 – na parcial do mês, porém, o Indicador registra alta de 2,7%. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: Diárias de Mercado
Leia Também:  Justiça determina que Monsanto deposite integralmente em juízo royalties da tecnologia Intacta
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Agro News

Armazena MT 2019 reúne mais de 300 pessoas

Publicado

Política Agrícola e Logística

Armazena MT 2019 reúne mais de 300 pessoas

Participaram produtores rurais, estudantes, indústrias e agentes bancários

23/08/2019

Mais de 300 pessoas participaram da segunda edição da Feira de Negócios Armazena MT, realizada pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), nesta sexta-feira (23) no Cenaruim Rural, em Cuiabá. O encontro reuniu produtores rurais, agentes bancários, indústrias do setor, estudantes, técnicos na área e autoridades. Dentre os assuntos debatidos e apresentados nas palestras, destaca-se os dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), que mostram que um déficit de armazenagem de 38,5 milhões de toneladas.

Superintendente do Imea, Daniel Latorraca, mostrou durante apresentação que a capacidade estática para cobrir a produção mato-grossense é de apenas 57,8% de toda produção do Estado, que é a maior do país. Além disso, conforme estudos do Instituto, que acompanha o crescimento da produção estadual, em 2028 será necessário ter uma capacidade de armazenagem para 123,4 milhões de toneladas.

O representante do Imea falou ainda sobre as vantagens e importância de o produtor rural possuir armazém na propriedade, a principal delas é o custo final da produção. “Nossa apresentação foi na linha de demonstrar aos produtores a viabilidade de possuir um armazém na sua propriedade e os benefícios que isso pode trazer pra ele, dentre eles garantir maior qualidade nos produtos, diminuir custos e ter condições de aguardar os melhores momentos e maneiras para negociar”, disse Latorraca.

Leia Também:  Novo Registro Geral de Pesca vai atender demanda reprimida desde 2015

A deficiência na capacidade de armazenagens de grãos é uma preocupação antiga dos produtores rurais, bem como as entidades representativas. De acordo com vice-presidente Norte da Aprosoja Mato Grosso, Zilto Donadello, o Armazena MT tem com um dos objetivos fomentar o aumento dos armazéns dentro das propriedades, que representa uma diminuição no custo da produção.

“É um evento extremamente importante para o produtor rural, pois reúne todos os atores do processo, os interessados na aquisição do armazém, as indústrias e os agentes financeiros. Este é um evento que realmente vale a pena o produtor participar, já que essa questão da armazenagem nos preocupa muito há anos. Tivemos a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre linhas de crédito, novos produtos de mercado e também sobre a importância e benefício de possuir armazém na propriedade”, avaliou Zilto Donadello.

Um dos parceiros na realização do evento é a Caixa Econômica Federal. Superintendente regional, Moacyr do Espirito Santo, explicou que o banco tem a intensão de aumentar os investimentos no agro mato-grossense. “É uma enorme satisfação para a Caixa participar de um evento de grande magnitude como esse. Muitos produtores passando por aqui para falar e conhecer mais, especificamente de armazéns.  A participação da Caixa representa um grande marco, pois nossa intenção é participar de forma efetiva do financiamento desses projetos, avançar no mercado do agronegócio e auxiliar no desenvolvimento do setor aqui em Mato Grosso”, enfatizou.

Leia Também:  Justiça determina que Monsanto deposite integralmente em juízo royalties da tecnologia Intacta

Para realização do evento a Aprosoja Mato Grosso contou ainda com a DGStark, AGI Brasil, Construtora Lindóia, Construtora Imasa, Motomco, GSI, Engedelta, Jhonrob, Banco do Brasil, Bradesco, Triunfo Soluções, Norte e Frio, Kepler Weber e Sicredi.

 

Fonte: Ascom Aprosoja

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA
Continue lendo

Agro News

Curso vai capacitar servidores em negociações internacionais

Publicado

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Ministério das Relações Exteriores (MRE) promovem curso de capacitação em negociações internacionais  para servidores não pertencentes à carreira diplomata. O encontro acontecerá na semana que vem, de 26 a 30 de agosto, para servidores das secretarias de Comércio e Relações Internacionais, Agricultura Familiar e Cooperativismo e Inovação, Desenvolvimento Rural do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

“É uma mistura de arte e técnica, é claro que se aprende a negociar na prática, mas, muitas vezes, é importante que tenhamos as ferramentas e os instrumentos já consagrados para que possamos de uma forma muito profissional promover os interesses brasileiros no exterior. E, no caso do Ministério da Agricultura, isso é fundamental, pois as negociações agrícolas são muito complexas e tem um impacto muito substantivo na sociedade brasileira como um todo”, diz o secretário adjunto da SCRI, Flávio Bettarello. 

O curso, que acontecerá no auditório do Instituto Rio Branco, em Brasília, será preparado com estratégias, táticas, ferramentas e instrumentos de negociação para que os alunos possam desempenhar um trabalho mais efetivo em prol da agricultura, da pecuária, da aquicultura e da pesca brasileira.

Leia Também:  Atividade da pesca muda vida de pescadoras em Miracema do Tocantins

Mais informações à imprensa:Coordenação-geral de Comunicação Social
Inez De Podestà
[email protected]

Fonte: MAPA GOV
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana