conecte-se conosco


Internacional

Armênia e Azerbaijão intensificam confrontos

Publicado


O confronto entre a Armênia e o Azerbaijão aumentou intensamente nessa segunda-feira (28) dentro e ao redor do território montanhoso de Nagorno-Karabakh. Pelo menos 30 pessoas morreram no segundo dia de embates violentos.

Forças dos dois vizinhos ex-soviéticos se atacaram com foguetes e artilharia, na maior conflagração do conflito de décadas em mais de um quarto de século.

Se ele degenerasse em uma guerra, atrairia as grandes potências regionais Rússia e Turquia. Moscou tem uma aliança de defesa com a Armênia, enquanto Ancara apoia os turcomanos étnicos do Azerbaijão, aos quais os turcos são ligados.

“Não vimos nada assim desde o cessar-fogo da guerra nos anos 90. O combate está acontecendo em todas as seções da linha de frente”, disse Olesya Vartanyan, analista sênior do Crisis Group para a região do sul do Cáucaso. Ela afirmou que o uso crescente de foguetes e artilharia cria risco maior de baixas civis, o que pode tornar a escalada mais difícil de ser contida por meios diplomáticos.

“Se houver baixas em massa, será extremamente difícil conter esse combate, e certamente veremos uma guerra propriamente dita que terá uma intervenção em potencial da Turquia ou da Rússia, ou de ambas”, opinou Vartanyan.

A Armênia, de maioria cristã, e o Azerbaijão, majoritariamente muçulmano, se enfrentaram pela primeira vez nos anos 80 por causa de Nagorno-Karabakh, região separatista localizada no Azerbaijão, mas povoada e administrada principalmente por armênios étnicos.

A luta fez renascer temores a respeito da segurança do sul do Cáucaso, um corredor de dutos de petróleo e de gás para mercados de todo o mundo.

Angela Frangyan, cineasta que mora em Stepanakert, capital de Nagorno-Karabakh, disse que os moradores se recolheram a abrigos antibomba e que se ouve um bombardeio constante. Todas as lojas foram fechadas e não há quase ninguém nas ruas, contou.

O presidente turco, Tayyip Erdogan, exigiu que a Armênia se retire imediatamente de terras azeris, que acusou o país de estar ocupando, e disse que é hora de encerrar a crise em Nagorno-Karabakh.

O Parlamento armênio repudiou o que classificou como um “ataque militar de escala total” do Azerbaijão em Nagorno-Karabakh, afirmando que a investida está recebendo ajuda da Turquia e que o envolvimento de Ancara cria o perigo de desestabilizar a região. O Azerbaijão negou que a Turquia esteja participando do combate.

Na área diplomática, a China exortou os dois lados a mostrarem comedimento, a Rússia pediu um cessar-fogo imediato e a Turquia disse que vai amparar o Azerbaijão.

*Reportagem adicional de Mark Trevelyan e Tom Balmforth

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Internacional

Candidato se desequilibra e cai em rio durante gravação de propaganda eleitoral

Publicado


source
Julian Cuadal, candidato à prefeitura de Ji-Paraná (RO), cai no rio durante campanha eleitoral
Reprodução

Julian Cuadal, candidato à prefeitura de Ji-Paraná (RO), cai no rio durante campanha eleitoral

O candidato à prefeitura de Ji-Paraná, em Rondônia, Julian Cuadal (PDT), viralizou após vídeo registrar o político caindo dentro de um rio em gravação para programa eleitoral no último domingo(18).

O registro foi feito às margens do Rio Machado , que atravessa o estado rondoniense. O candidato postou em seu Facebook um vídeo explicando a situação:


“Eu vim para Ji-Paraná gravar algumas tomadas na beira do rio e em dado momento, diante do cansaço e até de uma tontura, eu me desequilibrei um pouco e para evitar que caísse de joelho em uma pedra, eu tive que cair de lado, me jogar um pouco”, afirmou Julian no vídeo.

Julian Cuadal foi escolhido como candidato pelo seu partido após o prefeito da cidade, Marcito Pinto , que buscava a reeleição, ser preso as vésperas do início da corrida eleitoral, em operação da Polícia Federal.


Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Idosa salta de paraquedas pela primeira vez aos 102 anos; assista

Publicado


source
.
Reprodução

Vivian “Millie” Bailey é uma veterana da Segunda Guerra Mundial


Uma idosa americana realizou um sonho antigo de saltar de paraquedas , pela primeira vez na vida, aos 102 anos . Vivian “Millie” Bailey é uma veterana da Segunda Guerra Mundial e apareceu no programa televisivo Honor Flight Heroes.


Vivian contou que vinha pensando há muito tempo em paraquedismo e que foi inspirada pelo ex-presidente George H.W. Bush, que saltou quando tinha 90 anos. “O fato de que uma pessoa nessa idade poderia fazer o salto é inspirador.”


Após realizar o salto, a centenária disse foi tudo muito emocionante. “Foi maravilhoso, uma verdadeira emoção “, disse ela. “Fiquei assustada por um minuto, estava caindo e, então, pensei: ‘Alguém está me segurando’.”

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana