conecte-se conosco


Política Nacional

Aras se manifesta pela rejeição de queixa de Dilma contra Bolsonaro

Publicado


source
bolsonaro
Divulgação

Aras se manifesta pela rejeição de queixa de Dilma contra Bolsonaro


Augusto Aras se manifestou pela rejeição de uma queixa-crime apresentada por Dilma Rousseff contra Jair Bolsonaro .


A ex-presidente petista ofereceu a queixa ao STF em razão de uma p ostagem do president e no Twitter, em agosto de 2019. Em vídeo publicado em sua rede social, Bolsonaro reproduziu uma fala na Câmara dos Deputados, em 2014, na qual o então parlamentar compara Dilma a uma “cafetina”.

Para Aras, o comentário de Bolsonaro não teria relação com o mandato presidencial e ele não poderia “ser responsabilizado por atos estranhos ao exercício de suas funções.”

“A conduta atribuída ao querelado configura, em tese, crime comum e que não guarda relação com o desempenho do mandato presidencial, inexistindo, assim, nexo funcional “, afirma Aras em sua manifestação endereçada a Rosa Weber.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

Ricardo Salles pede demissão do Ministério do Meio Ambiente

Publicado


source
 Ricardo Salles
Reprodução/Flickr

Ricardo Salles

Na tarde desta quarta-feira (23), o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles pediu demissão do cargo ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A exoneração já foi oficializada no Diário Oficial.

Em entrevista coletiva, Salles disse que será substituído por Joaquim Álvaro Pereira Leite , pelo menos por enquanto. Antes, Leite ocupava cargo na Secretaria da Amazônia e Serviços Ambientais.

Salles é alvo de duas investigações no Supremo Tribunal Federal (STF) e disse que sua saída do cargo se deu por motivos familiares. O agora ex-ministro ocupava o posto desde janeiro de 2019.

*Em atualização

Continue lendo

Política Nacional

Paim alertou para a falta de perspectiva de jovens brasileiros

Publicado


Em pronunciamento nesta quarta-feira (23), o senador Paulo Paim (PT-RS) ressaltou que o Brasil é o país com pior perspectiva para jovens na América Latina. O senador destacou que é preciso olhar com atenção para essa parte da população, já que muitos jovens se distanciaram da educação por conta da pandemia de covid-19.

— Precisamos valorizar e acreditar na juventude. O governo precisa dar atenção para esse setor tão importante da população, que é o nosso futuro. Estabelecendo políticas públicas de ensino, trabalho e renda, acesso às novas tecnologias, internet e computadores. Investir na juventude é acreditar no Brasil, no crescimento e no desenvolvimento sustentável. 

De acordo com pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV) citada pelo senador, metade dos jovens querem deixar o Brasil por falta de perspectiva de emprego e futuro. Também há mais consciência política e um sentimento de forte exclusão e preconceito dirigidos aos jovens periféricos, pobres e negros. 

— Os últimos anos mostram um retrocesso trabalhista e social para essa camada da população, inclusive a Previdência Social. A perda de renda foi cinco vezes maior para jovens de 20 a 25 anos. A pandemia não poupou ninguém — afirmou Paim.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana