conecte-se conosco


Agro News

Aprosoja participa da DINETEC, em Canarana

Publicado


Fortalecimento Institucional

Aprosoja participa da DINETEC, em Canarana

Na oportunidade, Fernando Cadore faz reunião com a base em busca de demandas

13/01/2021

Presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Fernando Cadore, participou, nesta quarta-feira (13.01), da abertura da feira Dia de Negócios e Tecnologias – DINETEC, em Canarana, região Leste do Estado. Evento acontece desde 2015 com objetivo de fortalecer a classe produtora e aquecer a economia local e pode ser visitado até sexta-feira (15.01).

Na oportunidade o presidente salientou a importância da DINETEC e enfatizou os trabalhos do agronegócio que não pararam mesmo diante da pandemia causada pela Covid-19. “Canarana desponta nessa questão em ter uma vitrine tecnológica. Eventos como esses precisam ser valorizados, pois mostram o nosso setor, e a necessidade de ser mais valorizado, pois mesmo diante de uma crise sanitária não parou e segurou o país em meio tantas dificuldades. Aprosoja Mato Grosso é parceira para todo projeto que enalteça o produtor rural”, pontuou Cadore.

Estande

Participação da Aprosoja Mato Grosso na feira também está marcada por um estande que proporciona atendimento aos produtores rurais que visitam o evento, como atualização cadastral, novas associações e retirada de brindes.

Quem passa por lá também tem oportunidade de conhecer mais sobre os programas e projetos da entidade, como AgroSolidário, Soja Plus, Guardião das Águas, Classificador Legal, Semente Forte, dentre outros.

Somente pela manhã, cerca de 100 pessoas já passam pelo local e conheceram mais sobre os trabalhos da Aprosoja.

Reunido com a base

Além da participação na DINETEC, Fernando Cadore se reuniu com produtores da região para levantar demandas especificas da localidade. “Essa será a primícia da nossa gestão, estar mais presente, ouvir a base, buscar as demandas e transformá-las em pleitos. Hoje viemos à região Leste e na próxima semana já temos agenda na região Oeste, em Campo Novo do Parecis”, detalhou.

Fonte: Ascom

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agro News

CITROS/CEPEA: Precipitações frequentes limitam qualidade das laranjas

Publicado


Cepea, 22/1/2021 – As chuvas constantes das últimas semanas nas principais regiões citrícolas do estado de São Paulo não ocasionaram perdas nos pomares, mas estão limitando a qualidade das laranjas. De acordo com pesquisadores do Cepea, a elevada umidade do solo favorece a proliferação de doenças fúngicas. Além disso, com as precipitações frequentes, as frutas estão crescendo muito, fazendo com que a oferta de laranjas graúdas aumente – muitas vezes, atingindo tamanhos acima do desejado pelo mercado de mesa e com alta sensibilidade da casca. Nesse cenário, o número de laranjas destinado à moagem deve crescer nos próximos dias, já que as exigências de qualidade deste segmento são menores e que a demanda no mercado de mesa está desaquecida, o que típico para este período do ano. Na média da parcial de janeiro (até o dia 21), a laranja pera é negociada a R$ 39,41/cx de 40,8 kg, na árvore, 9% inferior à de dezembro. Fonte: www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA

Continue lendo

Agro News

FRANGO/CEPEA: Demanda enfraquecida segue pressionando valores

Publicado


Cepea, 22/1/2021 – Com a procura doméstica por carne de frango enfraquecida desde o fim de dezembro e as exportações da proteína também em ritmo lento nesta parcial de janeiro, o descompasso entre demanda e oferta tem aumentado no setor avícola nacional, elevando estoques e pressionando ainda mais as cotações da carne. Assim, apesar de seguir competitiva frente às principais proteínas concorrentes, suína e bovina, colaboradores do Cepea apontam que a comercialização de carne de frango continua abaixo do esperado. No mercado de cortes e miúdos do atacado da Grande São Paulo (SP), a asa é o produto que apresenta a desvalorização mais significativa neste mês. Ressalta-se que grande volume desse corte é geralmente embarcado à China, e como as vendas externas estão lentas, houve aumento na disponibilidade desse produto no mercado brasileiro e queda intensa nos preços. Já o preço do coração vem registrando forte alta em janeiro, indo na contramão dos demais produtos. A demanda específica pelo miúdo tem elevado a liquidez e as cotações, que, inclusive, operam em patamares recordes nominais da série histórica do Cepea desse produto, iniciada em 2010. Fonte: www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana