conecte-se conosco


Tecnologia

App falso de Round 6 rouba dinheiro das vítimas; saiba se proteger

Publicado


source
Série Round 6 é usada como isca para golpe digital
Reprodução/Netflix

Série Round 6 é usada como isca para golpe digital

Um aplicativo falso para Android que prometia entregar papéis de parede da famosa série Round 6, da Netflix, invadiu mais de cinco mil celulares. Ao invés das imagens, o app instalava um vírus nos smartphones, capaz de cadastrar as vítimas em serviços pagos via SMS, roubando dinheiro.

O golpe foi descoberta por um especialista e posteriormente analisado pela empresa de cibersegurança ESET. A companhia avisou o Google, que acabou removendo o app da Play Store.

Apesar do aplicativo ser novo e se aproveitar de um assunto que faz sucesso no momento, a série Round 6, o malware que ele distribui é bastante conhecido, chamado de “vírus do Coringa”. Bastante presente em aplicativos falsos, ele foca em descobrir informações pessoais digitadas pelos usuários nos celulares, procurando roubar dados bancários, além de cadastrar as vítimas em serviços pagos.

Para não cair nesse tipo de golpe, a dica é estar atento aos desenvolvedores dos aplicativos baixados, priorizando versões oficiais e reconhecidas. Além disso, é importante baixar aplicações apenas nas lojas oficiais e manter um bom antivírus instalado e atualizado no smartphone –  confira opções gratuitas aqui.

Leia Também

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Como fazer sua retrospectiva de 2021 do Apple Music

Publicado


source

Página da retrospectiva 2021 do Apple Music
Página da retrospectiva 2021 do Apple Music (Imagem: Lucas Lima/Tecnoblog)

Com o fim do ano, já virou tradição esperar pelas retrospectivas de plataformas de streaming — aquele compilado de músicas, álbuns e artistas que descobriu ou mais ouviu no ano. Ainda que o movimento tenha começado com o “Spotify Wrapped”, outros serviços seguiram a campanha. Já disponível, veja como fazer sua retrospectiva do Apple Music para 2021.

Diferente do Spotify, a retrospectiva do Apple Music é feita pelo navegador, tanto do desktop ou pelo próprio smartphone (iPhone ou Android). Não é possível ver as estatísticas pelo aplicativo, apenas pela página do browser, veja como encontrar:

Leia Também

Leia Também

  1. Acesse a página da retrospectiva do Apple Music

    No navegador, acesse https://replay.music.apple.com/br e toque na opção “Ouça seu mix Replay” . Será necessário fazer login com seu Apple ID. Se estiver no iPhone e o navegador abrir o app do Apple Music direto, encerre o aplicativo e tente novamente ou tente fazer o processo pelo computador. Tela para calcular as estatísticas da retrospectiva de 2021 do Apple Music

  2. Acompanhe as estatísticas

    Depois de fazer login e esperar a página calcular as estatísticas, uma playlist com a retrospectiva de 2021 será oferecida para adicionar à biblioteca. Continue rolando a página para encontrar os dados de músicas, artistas e álbuns mais ouvidos no ano. Retrospectiva do Apple Music de 2021

Continue lendo

Tecnologia

Veek, operadora de celular com internet grátis, atinge mais de 4 mil cidades

Publicado


source

Aplicativo e chip da Veek
Para usar serviços de celular de graça, clientes precisam assistir publicidade no app da Veek (Imagem: Lucas Braga/Tecnoblog)

A Veek é uma operadora virtual bem diferente do que estamos acostumados: em troca da exibição de anúncios ela dá um plano de celular grátis com internet móvel e chamadas de voz. Sua atuação era limitada a alguns DDDs das regiões Sul e Sudeste, mas a tele expandiu o serviço para estados do Nordeste e Centro-Oeste.

Com a expansão, a Veek alcança 15 estados brasileiros mais o Distrito Federal, totalizando 4.100 cidades brasileiras aptas para contratação. Veja a área de atuação:

DDDs com operação da Veek Estados
11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18 e 19 São Paulo
21, 22, 24, 27 e 28 Rio de Janeiro Espírito Santo
31, 32, 33, 35, 37, 38 e 39 Minas Gerais
41, 42, 43, 44, 45, 46, 47, 48 e 49 Paraná Santa Catarina
51, 53, 54 e 55 Rio Grande do Sul
61, 62, 64 e 65 Distrito Federal Goiás Mato Grosso
71, 73, 74, 75, 77 e 79 Bahia Sergipe
84 e 88 Rio Grande do Norte Ceará
92, 97, 98 e 99 Amazonas Maranhão

A Veek utiliza a infraestrutura da operadora Americanet, que depende das antenas da TIM. Apesar da atuação restrita aos DDDs da tabela acima, a cobertura do serviço é nacional e o celular vai funcionar em qualquer lugar do território brasileiro com sinal da TIM.

Veek tem plano grátis e opções pagas

A Veek tem duas modalidades de planos. A mais interessante delas é a Freemium , e o cliente deve assistir um anúncio publicitário para usar o celular. Cada check-in deve ser feito no app para Android ou iOS e garante uma hora ininterrupta de serviço. Com o saldo liberado, o cliente pode fazer ligações ilimitadas e usar até 1 GB de internet por mês.

Nos momentos em que o check-in não está vigente – ou seja, depois do período de 1h após a exibição da publicidade – o cliente consegue apenas receber ligações e SMS. Para manter a linha ativa, a Veek demanda que o usuário assista pelo menos uma publicidade por dia.

Quem não quer perder tempo com propaganda ou esgotou a internet do plano gratuito pode optar pelo plano Premium , que não demanda exibição de anúncios para o funcionamento da linha móvel. As recargas seguem o modelo pré-pago, com duração de 30 dias:

Pacote de internet Preço da recarga
2 GB R$ 25
4 GB R$ 35
8 GB R$ 50
16 GB R$ 90

Leia Também

A parte interessante é que toda a internet não utilizada acumula para o mês seguinte. Se o cliente contratou uma recarga e sobrou 4G após o vencimento, poderá continuar usando o pacote no modelo Freemium, com check-in e exibição de publicidade.

Se for comparar o custo por gigabyte com as demais teles, o preço da Veek não é atrativo, especialmente considerando que ela não dá WhatsApp ilimitado. A própria TIM oferece um plano pré-pago com até 13 GB de internet com custo mensal de R$ 30, e esse valor nem paga 4 GB da operadora virtual.

Como ser cliente da Veek

Operadoras tradicionais como Claro, TIM, Oi e Vivo vendem seus chips por algo em torno de R$ 10 em locais como bancas de jornais, padarias e farmácias.

No caso da Veek, a comercialização é diferente: a operadora cobra R$ 45 pelo chip (e diz ser um valor promocional por tempo limitado, com preço cheio de R$ 120) com venda exclusiva pela internet.

É possível fazer o processo de portabilidade no momento da ativação da linha, útil para quem quer migrar para a Veek e manter o mesmo número utilizado em outra operadora.

Claro e TIM dão 4G grátis em troca de publicidade

A Veek não é a única operadora a seguir um modelo de negócios baseado em publicidade.

A TIM tem o TIM Fun , um programa de recompensas para clientes com plano pré-pago. O cliente que tiver o app instalado no smartphone Android consegue ganhar moedas através de exibição de anúncios e cumprimento de missões; esse saldo pode ser trocado em pacote de internet.

Já a Claro tem o Prezão Free , um plano pouco divulgado pela operadora que segue os mesmos moldes do TIM Fun: o cliente assiste publicidade, ganha moedas e pode trocar por créditos para usar internet, fazer ligações e enviar SMS. O app só está disponível para Android.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana