conecte-se conosco


Mato Grosso

Apostilas e kits alimentação são entregues nas casas dos 74 estudantes de Várzea Grande

Publicado


A equipe gestora da Escola Estadual Especial Luz do Saber, no bairro Ponte Nova, em Várzea Grande, foi de casa em casa fazer a entrega dos kits de alimentação escolar para os pais ou responsáveis dos 74 alunos matriculados.

Os profissionais foram em carros da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e também levaram apostilas para o estudo em casa. A ação ocorreu na manhã desta quinta-feira (25.02). Os pais foram informados por telefone ou pelo grupo de WhatsApp da escola o horário da entrega.

Segundo a diretora Jane Cristina Ignotti, levar os kits não é só um amparo financeiro, mas afetivo, pois os profissionais da escola foram ver como estão as famílias e as crianças em tempo de pandemia. Ao rever a equipe gestora ou mesmo a professora, os alunos se emocionaram.

“Eles (os alunos) não entendem porque parou tudo, porque ninguém vem buscá-los mais. Fica essa interrogação. Então, nós da escola, queremos saber como estão os nossos alunos, as famílias. Descobrimos que estão todos bem. Isso nos deu uma alegria imensa. É disso que gostamos”, ressalta a diretora.

Jane explica que, na entrega dos kits e apostilas, os alunos não cabiam de felicidade pois sabiam que chegaram as atividades para realizar junto com alguém da família. Os pais também ficaram satisfeitos com a ação da unidade escolar. Os professores produziram materiais personalizados e colocaram em sacolas vermelhas e amarelas com as apostilas.

No grupo de WhatsApp da escola, era só elogios. Uma das mães disse que o filho ficou tão feliz que achou que o pessoal foi buscá-lo para ir para a escola.

Fonte: GOV MT

publicidade
1 comentário

1 comentário

  1. Paulo Cesar Bacaro disse:

    Parabéns,pelo trabalho.Uma grande mulher.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Rota das Águas mapeia 230 atrativos naturais de Mato Grosso

Publicado


Mato Grosso é rico em biodiversidade. É um estado privilegiado por ter em seu território os biomas: Cerrado, Pantanal e Amazônia. As belezas naturais são incontáveis. Tem opção para quem busca por turismo de aventura, de contemplação, rural, gastronômico, etnoturismo, ecoturismo e muito mais.

Nesse sentido, o projeto Rota das Águas, montou um circuito turístico com mais de 2 mil quilômetros, que promove os atrativos naturais de Chapada dos Guimarães, Nobres, Poconé, Rondonópolis, Jaciara, Juscimeira, Poxoréu, Cáceres, Vila Bela da Santíssima Trindade, Tangará da Serra, Campo Novo do Parecis, Barra do Garças e Nova Xavantina.

O projeto foi contemplado pelo Edital Mato Grosso Criativo, realizado pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), e traz ainda atrativos localizados na Serra de São Vicente e no Distrito de Mimoso.

O site rotadasaguasmt.com.br, lançado em abril deste ano, reúne informações que facilitam a vida de quem deseja conhecer Mato Grosso, como cachoeiras, hotéis, restaurantes, agências e condutores de turismo, com localização, horário de funcionamento, custo e contato para agendamento da visitação em 230 atrativos.

Idealizado por Tiemi Otomura e André Torres, o projeto se concretizou a partir de um amplo levantamento dos atrativos naturais, com informações provenientes das Secretarias Municipais de Turismo, empreendimentos locais e usuários das redes sociais.

De acordo com André Torres, a maior dificuldade de quem viaja é encontrar informações precisas para realizar um planejamento sobre o destino. “A Rota das Águas é a organização das informações em um percurso guiado pelas águas dos rios. No site do projeto Rota das Águas você encontra um grande mapa digital com a localização de 230 atrativos naturais”, destaca Torres.

Confira o mapa aqui.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Código de Trânsito Brasileiro apresenta novas regras para uso de faróis durante o dia

Publicado


A Lei Federal 14.071/2020 que promoveu mudanças no Código de Trânsito Brasileiro trouxe algumas alterações no uso de luzes dos veículos, especialmente quanto ao uso dos faróis nas rodovias.

A obrigatoriedade de manter a luz baixa do veículo tanto de dia quanto à noite já estava prevista no Código de Trânsito, e agora a nova Lei trouxe ênfase ao transporte coletivo, quando circular em faixa específica, e a inclusão da Luz de Rodagem Diurna (DRL).

Os veículos de transporte coletivo de passageiros, quando circularem em faixas ou pistas a eles destinadas; e as motocicletas, motonetas e ciclomotores deverão utilizar-se de farol de luz baixa durante o dia e a noite.

Não será obrigatório ligar a luz baixa durante o dia se os veículos dispuserem da Luz de Rodagem Diurna (DRL), dispositivos de iluminação automotiva posicionados na parte frontal de um automóvel que são ligados automaticamente com o acionamento do veículo. Ele aumenta a visibilidade do veículo durante o dia na visão dos demais condutores, sem que o motorista precise usar o farol baixo.

Os veículos que não dispuserem dessas luzes, deverão manter acesos os faróis nas rodovias de pista simples situadas fora dos perímetros urbanos, mesmo durante o dia.

Infração

Ainda sobre o uso de faróis, a Lei Federal 14.071/2020 também reduziu a gravidade da infração para motocicleta que transita com o farol apagado.

Agora, conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor com os faróis apagados será infração média, sujeita a multa de R$ 130,16 e 4 pontos na CNH. Antes, conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor com os faróis apagados era infração gravíssima, sujeita a multa de R$ 293,47, recolhimento da CNH e suspensão do direito de dirigir.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana