conecte-se conosco


Economia

Aposentados do INSS que ganham acima do mínimo terão reajuste de 4,48%

Publicado

source
A correção é maior que o aumento que foi dado para os mais de 24 milhões de segurados da Previdência
Agência Brasil

A correção é maior que o aumento que foi dado para os mais de 24 milhões de segurados da Previdência

Quem ganha mais terá aumento maior do que os que recebem menos da Previdência Social este ano. Os cerca de 11,7 milhões de aposentados, pensionistas e os que recebem benefícios do INSS acima do salário mínimo vão ter reajuste de 4,48% este mês. A correção é maior que o aumento que foi dado para os mais de 24 milhões de segurados da Previdência que ganham o piso nacional, que subiu de R$ 998 para R$ 1.039, ou seja, alta de 4,11%.

O reajuste para quem ganham mais leva em conta o acumulado do INPC em 2019. No ano passado, o governo reajustou os benefícios acima do mínimo em 3,43%. Com a correção de 4,48%, o teto de pagamento de benefícios da Previdência vai subir dos atuais R$ 5.839,45 para R$ 6.101,05.

Reajuste de aposentadorias e pensões do INSS deve ser de 4,48%, sem aumento real

Os novos valores dos benefício entram em vigor este mês (confira na tabale ao lado) e sairão na folha de pagamento de janeiro. Para quem ganha a cima do piso, o crédito será feito entre 3 e 7 de fevereiro. Já para quem ganham um salário mínimo, o pagamento começa a ser feito no dia 27 de janeiro.

Os segurados que tiveram os benefícios maiores que o mínimo concedidos a partir do mês de fevereiro do ano passado vão ter reajustes proporcionais ao início da liberação. Os índices de cada mês ainda serão divulgados pelo INSS

O INPC de dezembro foi anunciado ontem pelo IBGE e teve elevação de 1,22%, após aumento de 0,54% em novembro. A taxa do mês passado foi a maior para o mês desde 2002, quando havia subido 2,70%. Como resultado, o índice acumulou uma elevação de 4,48% no ano de 2019, segundo o IBGE. Em dezembro de 2018, o INPC tinha sido de 0,14%. O ínidce mede a variação dos preços para as famílias com renda de um a cinco salários mínimos e chefiadas por assalariados.

Mínimo subiu menos que a inflação

O salário mínimo de R$ 1.039, fixado pelo governo Bolsonaro, ficou abaixo da inflação do ano passado. Como o piso já estava estabelecido em R$ 998 em 2019 e aumentou em 4,1%, o ajuste ficou abaixo do Índice Nacional de Preços ao Mercado (INPC) de 2019, de 4,48%, divulgado ontem pelo IBGE.

O INPC serve como base para correção do salário mínimo e é diferente do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial. Com isso, se levada em conta a variação do INPC, o salário mínimo deveria ter chegado a R$ 1.042,71 em 2020.

Para definir o valor de R$ 1.039, o governo usou a previsão do mercado financeiro para o INPC em dezembro do ano passado, que estava em 0,62%. Com esse INPC, o valor de todo o ano de 2019 somaria 3,84%.

Um integrante da equipe econômica, segundo a Agência Estadão Conteúdo, lembrou que é possível compensar a inflação no ano seguinte, o que é feito tradicionalmente. Ao definir o mínimo de 2019, por exemplo, a equipe econômica adicionou R$ 1,75 por conta do INPC de 2017 que ficou acima do que foi considerado para o salário de 2018.

Já para a definição do salário mínimo de 2020, a equipe econômica levou em conta o valor de R$ 999,91 (acima dos R$ 998 vigentes no ano passado) porque a inflação efetiva de dezembro de 2018 também veio mais alta do que a estimativa que foi levada em conta. Se a correção de 4,48% do INPC de 2019 fosse aplicada sobre essa base, de R$ 999,91, o valor do salário mínimo deveria ter subido, então, para R$ 1.044,70.

De acordo com cálculos do governo, o aumento de cada R$ 1 para o salário mínimo implica despesa extra em 2020 de aproximadamente R$ 355,5 milhões.

Carnes e planos de saúde são os vilões da inflação em 2019

O choque de preços das carnes impulsionou a inflação oficial tanto em dezembro quanto no fechamento do ano. O IPCA encerrou dezembro com taxa de 1,15%, mas essa variação teria sido de 0,64% se não tivesse ocorrido a pressão das carnes, segundo o IBGE. No fechamento de 2019, o IPCA subiu 4,31%, acima da meta de 4,25%, mas essa alta teria sido de 3,54%, se neutralizada a pressão das carnes. Em dezembro, as carnes ficaram 18,06% mais caras, item de maior impacto individual na inflação do mês.

O avanço pressionou a demanda e, consequentemente, os preços também de outras proteínas: o frango inteiro subiu 5,08%, enquanto os pescados aumentaram 2,37%.

Não fosse a pressão do aumento no preço das carnes, o principal vilão da inflação em 2019 teria sido o plano de saúde. As famílias gastaram 8,24% a mais em 2019 com convênios médicos. A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) autorizou, em 2019, reajuste de até 7,35% nas mensalidades dos planos individuais.

As despesas com Transportes subiram 3,57% em 2019, com contribuição de 0,66 ponto porcentual, puxadas por aumentos no ônibus urbano (6,64%) e na gasolina (4,03%), ambos com impacto de 0,18 ponto porcentual cada um no IPCA.

Os custos com Habitação subiram 3,90%, uma contribuição de 0,62 ponto porcentual para a inflação do ano passado, sendo 0,19 ponto porcentual apenas da energia elétrica, que acumulou uma alta de 5%.

Fonte: IG Economia
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Economia

Governo de Pernambuco se une a  Instituto Êxito para ajudar empreendedores

Publicado

source

Com o objetivo de contribuir ainda mais para o estímulo ao empreendedorismo em Pernambuco, o governador Paulo Câmara assinou, nesta quinta-feira (27), um acordo com o Instituto Latino-Americano de Empreendedorismo , Inovação e Desenvolvimento Sustentável (Instituto Êxito de Empreendedorismo).

Leia também:  Dólar encerra a R$ 4,475 e renova alta histórica

A parceria, firmada com o presidente da Instituição, Janguiê Diniz , visa disponibilizar, de forma gratuita, conteúdos digitais por meio da plataforma do Instituto, a exemplo de palestras ao vivo e cursos online, contribuindo com a qualificação profissional de trabalhadores e empreendedores do Estado.

Parceria com Instituto Êxito arrow-options
Instituto Êxito/Divulgação

Autoridades durante a assinatura da parceria entre o governo de Pernambuco e o Instituto Êxito


“Estamos muito felizes com essa parceria, sobretudo, porque desejamos proporcionar uma verdadeira transformação no empreendedorismo de Pernambuco ”, afirmou Janguiê . “A educação transforma, o empreendedorismo transforma, e tudo isso só será possível se unirmos forças em prol do desenvolvimento do nosso país”, finalizou.

autoridades pernambucanas arrow-options
Divulgação/Instituto Êxito

Parceria pode capacitar profissionais pernambucanos na área do empreendedorismo





A parceria vai beneficiar, especialmente, os profissionais que passarem pelo Qualifica PE , programa que abriga vários cursos voltados para o desenvolvimento do trabalhador. “Estamos sempre buscando alternativas que nos ajudem a gerar mais oportunidades para os pernambucanos. E apostamos no reforço do empreendedorismo no nosso Estado, seja através do Crédito Popular ou da qualificação profissional”, afirmou Paulo Câmara .

Com a iniciativa, cursos de desenvolvimento pessoal serão disponibilizados por meio de uma plataforma, além de técnicas de empreendedorismo, interação com empreendedores reconhecidos no mercado, mentorias e salas virtuais. A parceria permitirá ainda a realização de consultorias gratuitas online, de acordo com a disponibilidade de atendimento da equipe do Instituto.

Plataforma

Os cursos online contidos na plataforma do Êxito estarão disponíveis gratuitamente e poderão auxiliar na formação e qualificação dos profissionais pernambucanos.

Feirão Limpa Nome oferece descontos de até 98% em dívidas; conheça

“No ano passado, cerca de 16 mil trabalhadores e empreendedores foram beneficiados com as ações de qualificação, capacitação e treinamento da Secretaria do Trabalho . Esse ano, vamos qualificar muito mais pessoas, que ainda terão essas plataformas digitais como apoio”, frisou o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes .

Outro benefício do acordo é abrir portas para os trabalhadores cadastrados nos desafios e concursos realizados pelo Instituto Êxito, sem ônus financeiro na inscrição.

Participaram da assinatura do convênio o governador do Estado, Paulo Câmara ; o secretário estadual do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes ; o vice-presidente do Instituto Êxito, Cláudio Castro ; Rafael Figueiredo e Luiz Augusto , sócios-fundadores da instituição; e o coordenador do Comitê de Responsabilidade Social do Êxito, Sérgio Murilo Filho .

Os profissionais que tiverem interesse poderão realizar o cadastro acessando o site do Instituto Êxito .

Fonte: IG Economia
Continue lendo

Economia

Governo de Pernambuco se une a  Instituto Êxito para ajudar empreendedores

Publicado

source

Com o objetivo de contribuir ainda mais para o estímulo ao empreendedorismo em Pernambuco, o governador Paulo Câmara assinou, nesta quinta-feira (27), um acordo com o Instituto Latino-Americano de Empreendedorismo , Inovação e Desenvolvimento Sustentável (Instituto Êxito de Empreendedorismo).

Leia também:  Dólar encerra a R$ 4,475 e renova alta histórica

A parceria, firmada com o presidente da Instituição, Janguiê Diniz , visa disponibilizar, de forma gratuita, conteúdos digitais por meio da plataforma do Instituto, a exemplo de palestras ao vivo e cursos online, contribuindo com a qualificação profissional de trabalhadores e empreendedores do Estado.

Parceria com Instituto Êxito arrow-options
Instituto Êxito/Divulgação

Autoridades durante a assinatura da parceria entre o governo de Pernambuco e o Instituto Êxito


“Estamos muito felizes com essa parceria, sobretudo, porque desejamos proporcionar uma verdadeira transformação no empreendedorismo de Pernambuco ”, afirmou Janguiê . “A educação transforma, o empreendedorismo transforma, e tudo isso só será possível se unirmos forças em prol do desenvolvimento do nosso país”, finalizou.

autoridades pernambucanas arrow-options
Divulgação/Instituto Êxito

Parceria pode capacitar profissionais pernambucanos na área do empreendedorismo





A parceria vai beneficiar, especialmente, os profissionais que passarem pelo Qualifica PE , programa que abriga vários cursos voltados para o desenvolvimento do trabalhador. “Estamos sempre buscando alternativas que nos ajudem a gerar mais oportunidades para os pernambucanos. E apostamos no reforço do empreendedorismo no nosso Estado, seja através do Crédito Popular ou da qualificação profissional”, afirmou Paulo Câmara .

Com a iniciativa, cursos de desenvolvimento pessoal serão disponibilizados por meio de uma plataforma, além de técnicas de empreendedorismo, interação com empreendedores reconhecidos no mercado, mentorias e salas virtuais. A parceria permitirá ainda a realização de consultorias gratuitas online, de acordo com a disponibilidade de atendimento da equipe do Instituto.

Plataforma

Os cursos online contidos na plataforma do Êxito estarão disponíveis gratuitamente e poderão auxiliar na formação e qualificação dos profissionais pernambucanos.

Feirão Limpa Nome oferece descontos de até 98% em dívidas; conheça

“No ano passado, cerca de 16 mil trabalhadores e empreendedores foram beneficiados com as ações de qualificação, capacitação e treinamento da Secretaria do Trabalho . Esse ano, vamos qualificar muito mais pessoas, que ainda terão essas plataformas digitais como apoio”, frisou o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes .

Outro benefício do acordo é abrir portas para os trabalhadores cadastrados nos desafios e concursos realizados pelo Instituto Êxito, sem ônus financeiro na inscrição.

Participaram da assinatura do convênio o governador do Estado, Paulo Câmara ; o secretário estadual do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes ; o vice-presidente do Instituto Êxito, Cláudio Castro ; Rafael Figueiredo e Luiz Augusto , sócios-fundadores da instituição; e o coordenador do Comitê de Responsabilidade Social do Êxito, Sérgio Murilo Filho .

Os profissionais que tiverem interesse poderão realizar o cadastro acessando o site do Instituto Êxito .

Fonte: IG Economia
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana