conecte-se conosco


Nacional

Após uma semana, Rio sai do estágio de crise; previsão é de chuva forte hoje

Publicado


Marcelo Crivella
Marcio Alves / Agencia O Globo

O prefeito Marcelo Crivella visitou uma área alagada no Rio de Janeiro, durante o período de estágio de crise

A cidade do Rio de Janeiro saiu do estágio de crise às 11h15 desta segunda-feira (15), depois de quase uma semana. A capital fluminense havia entrado no estágio – que é o mais preocupante dos três níveis da Defesa Civil – às 20h55 da última segunda-feira (8), por causa das fortes chuvas daquele dia.

O temporal, que provocou alagamentos e deslizamentos em vários pontos na semana passada, deixou dez mortos, além de inúmeros carros danificados, árvores derrubadas, ruas inundadas e casas afetadas. Ainda devido aos estragos causados pelas chuvas, o prefeito Marcelo Crivella  decretou situação de calamidade pública no Rio de Janeiro .

“Considerando que as fortes chuvas que atingiram o município nos últimos dias resultaram em enchentes e deslizamentos em encostas que colocam em risco inúmeras habitações, expondo a risco de morte considerado contingente de pessoas, além de danos materiais, ambientais e prejuízos econômicos, o que denota situação necessária à declaração de estado de calamidade pública “, afirma o texto da publicação no Diário Oficial. 

Leia Também:  Onyx adianta que governo quer cortar mais 25 mil cargos nos próximos cem dias

O prefeito Marcelo Crivella , justificou a medida não apenas por causa da situação emergencial provocada pelo temporal, que provocou enchentes e deslizamentos e matou dez pessoas, mas também porque o município passa por “grave crise econômica”.

Leia também: Após temporal, Crivella diz que Rio não recebe ajuda federal: “São empréstimos”

Neste momento, o Rio de Janeiro está em estágio de atenção, que é o nível intermediário da Defesa Civil. Apesar disso, o município ainda espera uma chuva forte a partir da noite desta segunda-feira.

Fonte: IG Nacional
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Nacional

Idoso decide jogar na rua lixo acumulado pela esposa em casa durante 20 anos

Publicado

IstoÉ

Idoso que jogou coisas acumuladas da esposa na rua arrow-options
Reprodução/TV Tem

Idoso jogou várias coisas acumuladas da esposa na rua

Um idoso de 82 anos está retirando o material acumulado pela esposa durante 20 anos na residência do casal em Salto, no interior de São Paulo. Segundo ele, a mulher de 77 anos sofre de transtorno e recolhe objetos na rua e leva para casa. As informações são do G1 .

Leia também: Corpo de jovem que desapareceu em rave é encontrado no fundo de rio em São Paulo

A maior parte o lixo acumulado é de caixas de papelão, vidro e móveis velhos. Na segunda-feira (22), Benedito Togni decidiu se livrar de parte do material na casa e jogou na rua onde o casal reside. Eles não têm filhos, mas irmãos, que também são idosos , moram na mesma rua.

“Desde que a mãe dela morreu, nos anos 90, ela começou a pegar as coisas na rua e trazer para casa. Não sei o que fazer. Para tentar pôr um fim nisso, joguei um pouco na rua. Estou com pontos de uma cirurgia, sou doente, não dá para viver assim”, disse Benedito ao G1 . A esposa afirmou apenas que “guarda o que precisa”.

Leia Também:  Caiado coloca placa pedindo “desculpas” aos motoristas por buracos em estrada

Leia também: Adolescente mata bebê de dois anos a facadas e abandona corpo em açude

Uma equipe da Defesa Civil esteve no imóvel e uma pequena limpeza foi realizada na calçada. Com o portão da garagem totalmente bloqueado por lixo, o idoso precisou fazer um buraco no muro para entrar e sair de casa.

Fonte: IG Nacional
Continue lendo

Nacional

Tempestades provocam enchentes em ruas de Nova York

Publicado

Imagens da tempestade a caminho causaram nervosismo entre moradores arrow-options
LBI robert / twitter

Tempestades em Nova Jersey deixaram milhares de pessoas sem energia elétrica

Uma forte tempestade registrada nesta segunda-feira (22) em Nova York, nos Estados Unidos, provocou estragos e deixou diversos bairros alagados

O Serviço Nacional de Meteorologia emitiu um aviso de enchentes para Manhattan, Queens e Brooklyn, bem como áreas adjacentes. Nesta manhã, especialmente em Nova Jersey , os bombeiros emitiram alertas para os moradores evitarem áreas inundadas.

Leia também: Tempestades de granizo e tornado matam 6 turistas e ferem 30 pessoas na Grécia 

Em Hackensack, as autoridades americanas chegaram a resgatar várias pessoas cujos carros ficaram parcialmente submersos. O forte vento e a chuva de granizo deixaram mais de 20 mil famílias sem energia elétrica em Nova Jersey. Em comunicado, o governador da cidade, Philip Murphy, informou que o restabelecimento da eletricidade pode demorar “até vários dias”.

De acordo com o Serviço Nacional de Meteorologia , o vento chegou até 70 quilômetros por hora em Nova York. A chuva torrencial bloqueou partes das rodovias Long Island Expressway e Brooklyn Queens Expressway, além das estações de metrô locais. Nos últimos 10 dias, Nova York presenciou um apagão em Manhattan, falhas de energia no Brooklyn e no Queens, além de uma opressiva onda de calor de três dias.

Leia Também:  Sérgio Côrtes deixa prisão no Rio de Janeiro após decisão do STJ

Fonte: IG Nacional
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana