conecte-se conosco


Nacional

Após onda de ataques, governo do AM determina reforço policial em Manaus

Publicado


source
Ônibus queimado em Manaus
Reprodução/Leandro Guedes/Rede Amazônica

Ônibus queimado em Manaus

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas reforçou o policiamento em Manaus e na Região Metropolitana após uma onda de ataques na capital nesta madrugada . De acordo com a pasta, ao menos 17 focos de incêndio foram causados em resposta à morte de um traficante. Um comitê de crise foi instaurado para apurar as circunstâncias dos incêndios e da depredação de prédios em Manaus e nos municípios de Parintins e Careiro Castanho.

De acordo com o Centro de Operações Bombeiro Militar (Cobom), ao menos 16 veículos foram queimados , assim como um estabelecimento comercial e um transformador de energia elétrica. Ao todo, 14 ônibus e duas viaturas foram incendiadas. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também foi interceptada por criminosos, segundo informou a Secretaria de Segurança Pública.

De acordo com informações iniciais da pasta, a ordem dos ataques partiu de dentro de um presídio. A secretaria informou que o nome dos mandantes está sendo levantado para que sejam transferidos para um presídio federal.

Questionada, a secretaria não informou as circunstâncias da morte do suposto traficante.

Você viu?

“Determinei às forças de segurança que reforcem o policiamento nas ruas nesse domingo. Criamos um comitê para apurar os atos de vandalismo na capital e região metropolitana e punir os responsáveis. Não toleramos o crime organizado e vamos continuar combatendo o tráfico de drogas”, disse o governador do estado, Wilson Lima (PSC), pelo Twitter.

Os incêndios em veículos ocorreram em diversos bairros de Manaus, dentre eles Planalto, Petrópolis, Santa Etelvina, São José 2, Novo Aleixo, Cidade de Deus, Japiim, Tarumã Açu, Jorge Teixeira, Armando Mendes e Flores.

Devido aos ataques, a circulação de ônibus por Manaus ficou suspensa até meio-dia deste domingo. O Instituto Municipal de Mobilidade Urbana chegou a liberar a frota às ruas às 6h, mas voltou a recolher os ônibus após um novo ataque, às 6h45.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

Motorista é jogada de ponte e se finge de morta para fugir de ladrões

Publicado


source
Marcia Angola foi espancada e teve que se fingir de morta para fugir de bandidos
Divulgação

Marcia Angola foi espancada e teve que se fingir de morta para fugir de bandidos


A motorista de aplicativo Marcia Angola, 40 anos, teve que se fingir de morta após ser brutalmente agredida por assaltantes no último sábado (24), em Tangará da Serra, no Mato Grosso. Quatro homens se passaram por clientes e durante a corrida espancaram a vítima, que chegou a ser jogada de uma ponte.

Ao G1, Marcia contou como tudo aconteceu. “Eles me chamaram por aplicativo e paramos em uma esquina onde disseram que buscariam uma pessoa. Mas essa pessoa não existe e anunciaram o assalto”, iniciou a motorista.

Nesse momento, Marcia foi jogada para o banco de trás e ameaçada pelos ladrões, que queriam o carro e dinheiro dela. Enquanto os assaltante aceleravam o veículo, a vítima teve o rosto coberto.

“Em determinado momento eu puxei a venda e acho que foi isso que os irritou. Começaram a me bater, me deram murros e diziam que iam me enforcar e matar. A saída que eu tive era me fingir de morta”, explicou.

“Ele viu que eu estava viva e os outros disseram: ‘vamos matar, aperta o pescoço dela’. Em momento nenhum disseram o motivo [das agressões]. Em certo momento riram da minha cara inchada e machucada”, disse ao G1.

Foi quando Marcia, que não sabe nadar, foi jogada de cima da ponte do Rio Sepotuba. “Quando eu caí, só lembro que pedi a Deus para que eu caísse na água, porque se caísse na terra eu tinha morrido. Eu afundei quando voltei a superfície eu vi que eles estavam olhando. Eu continuei quieta e afundei de novo, deixei a água me levar rio abaixo, fui tentando me equilibrar, meio que boiando pois não sabia nadar e não podia ir para o fundo”, finalizou a vítima.

Marcia conseguiu sair da água e pedir socorro aos moradores de um sítio após notar que os bandidos tinham ido embora. Os suspeitos fugiram no veículo, mas foram encontrados na cidade. Depois, eles abandonaram o carro e um deles foi preso.

Continue lendo

Nacional

MG: Motorista morre carbonizado após batida entre carretas em posto de gasolina

Publicado


source
Após a colisão, os caminhões pegaram fogo e uma pessoa não resistiu
Reprodução/Corpo de Bombeiros de Minas Gerais

Após a colisão, os caminhões pegaram fogo e uma pessoa não resistiu

Um acidente entre três carretas em um posto de gasolina resultou na morte de um motorista em Belo Horizonte , no bairro Maria Goretti, na noite do último domingo (25). Após a colisão, a vítima não conseguiu sair a tempo do veículo faleceu carbonizada. As informações são do portal Uol.

O fogo se alastrou pois os veículos estavam estacionados a cerca de 10 metros das bombas de combustíveis, próximo ao Anel Rodoviário. Após uma das carretas pegar fogo, os outros dois veículos próximos também se inflamaram. O caminhão em que a vítima se encontrava tinha placa AUD-4F05 e transportava sofás. 

Ao todo, quatro carros do Corpo de Bombeiros foram acionados para conter as chamas e o incêndio foi controlado. O posto foi desativado por questões de segurança.

Os Bombeiros não souberam informar se o veículo da vítima foi o primeiro a se acidentar. Possivelmente, um ajudante do falecido conseguiu escapar antes que o fogo se alastrasse.


A Polícia Militar e a Polícia Civil foram até o local e a causa do acidente está sob investigação.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana