conecte-se conosco


Esportes

Após deixar a Roma, De Rossi virá jogar na América, afirma TV

Publicado

De Rossi
Reprodução

Após deixar a Roma, De Rossi virá jogar na América, afirma TV.

Após deixar a Roma ao final da última temporada, o volante Daniele De Rossi está com o futuro em aberto. Porém, segundo o canal TyC Sports, o italiano virá jogar na América. Os boatos apontavam o Boca Juniors como provável destino. Porém, segundo o canal, o xerifão vai jogar no Los Angeles FC, da MLS.

Leia também: Jogadores da Roma teriam pedido a demissão de Totti, diz jornal

Desde que deixou a Roma, De Rossi viu seu nome ser especulado em diversos lugares. Os rumores indicavam propostas do futebol chinês e norte-americano. Porém, tudo indicava que o volante fosse jogar no Boca Juniors , que sonha com a sua contratação. 

Porém, de acordo com o TyC Sports, o meia vai continuar a carreira no Los Angeles FC , um dos melhores times da atual temporada da MLS. Apesar de o acordo não ter sido oficializado, o clube espera anunciar De Rossi até o fim do mês e espera que ele se junte ao elenco já no começo de junho. 

Leia Também:  Série A: Santos estreia com vitória sobre o Grêmio em Porto Alegre

Outra estrela que faz parte do elenco do Los Angeles FC é o mexicano Carlos Vela, ex-Arsenal. A equipe é a atual líder da Conferência Oeste, com 9 pontos de vantagem para o vice-líder, o LA Galaxy.

Ver essa foto no Instagram

💛 #DDR16 ❤️

Uma publicação compartilhada por AS Roma (@officialasroma) em 26 de Mai, 2019 às 4:36 PDT

Pela Roma, De Rossi disputou 616 jogos oficiais em 18 anos atuando pelo clube da capital italiana. Nessas partidas, o volante marcou 63 gols e distribuiu 54 assistências para seus colegas. Além disso, era um dos maiores ídolos da torcida, que teve que assistir seu capitão deixar o clube dois anos depois de perder Totti. 

Fonte: IG Esportes
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Esportes

Campeão do Mundo em 2014 planeja se aposentar com apenas 33 anos

Publicado

Jogadores da Alemanha comemorando gol
Lalo Villar/AP

Jogador campeão do mundo com a Alemanha em 2014 planeja se aposentar com apenas 33 anos.

Um dos pilares do Real Madrid e da seleção da Alemanha nos últimos anos, o meia Toni Kroos já faz planos para se aposentar. Aos 29 anos, o jogador projeta disputar apenas mais 4 temporadas como profissional e se aposentar com apenas 33 anos.

Leia também: Bayern monta lista de reforços para a próxima temporada, diz jornal

Em entrevista ao jornal alemão Bild, Kroos disse que o contrato com o Real Madrid, seu atual clube, foi pensado para acabar justamente quando o meia completaria 33 anos. “A duração do contrato foi escolhida conscientemente. 33 anos seria uma boa idade para me aposentar e depois terei a oportunidade de decidir se quero fazer algo depois”, afirmou o craque.

Na mesma entrevista, Kroos comentou sobre a saída de CR7 do Real Madrid . Para o alemão, a transferência foi positiva para ambos os lados, mas ele ainda sente falta do português. “Seria estranho se alguém como o Cristiano não deixasse saudades. Ele decidiu jogos só com os seus gols”, disse o meia. 

Leia Também:  Confira a agenda do futebol desta quarta-feira, dia 26 de junho de 2019

Ver essa foto no Instagram

🇩🇪

Uma publicação compartilhada por Toni Kroos (@toni.kr8s) em 24 de Mar, 2019 às 4:26 PDT

Contratado após a Copa do Mundo de 2014, Kroos foi peça chave do time multicampeão do Real Madrid. Desde que chegou ao clube, o meia disputou 233 jogos, marcando 13 gols e dando 59 assistências. Seu vínculo com o clube vai até 2023, ano em que planeja se aposentar

Fonte: IG Esportes
Continue lendo

Esportes

Atleta brasileira desabafa e revela por que desistiu de vaga para Tóquio 2020

Publicado

A atleta brasileira Karen Jonz%2C tetracampeã mundial de skate vertical
Arquivo pessoal

A atleta brasileira Karen Jonz, tetracampeã mundial de skate vertical

A atleta brasileira Karen Jonz , tetracampeã mundial de skate vertical, postou um vídeo em seu canal “Garagem de Unicórnio”, na Snack, maior rede multiplataforma brasileira de social vídeo, contando o motivo de ter desistido de tentar uma vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 .

Leia também: Tóquio 2020 apresenta nova tocha olímpica sustentável e divulga programação

A atleta brasileira e influenciadora contou que sua categoria – vertical – acabou não entrando no cronograma do skate das Olimpíadas e que, desde então, vem tentando fazer a transição para as selecionadas. Ela contou, inclusive, que em 2018 acabou correndo no circuito de park, o STU.

“Não foram todas as etapas, mas participei de algumas e foi o suficiente para eu perceber algumas coisas. A primeira delas foi que eu não estava achando muito divertido, principalmente por eu não ter o mesmo desempenho que eu tinha no vert, lugar que eu estava mais acostumada e conseguia dar mais manobras e que eu gostava mais. Eu me sentia um pouco frustrada de eu não conseguir andar bem do jeito que eu gostaria”, disse Karen Jonz.

Leia Também:  Cristiane passará por exames no Brasil após sentir lesão em derrota da seleção

Confira o vídeo completo:

Ela disse também que para uma competição de alto nível como é uma Olimpíada, por exemplo, é necessário ter 100% de certeza de que está fazendo a coisa certa, e não é assim que ela está se sentindo no momento.

“Eu sei disso porque quando eu ganhei o X-Games e o Mundial, essa questão nem passava pela minha cabeça. Eu tinha muita convicção do que eu tinha que fazer e não titubeava em momento algum. Eu tinha uma certeza muito sólida de que eu queria estar alí e do que eu tinha que fazer, eu tinha medo, mas não tinha dúvida nenhuma e dessa vez não está acontecendo isso”, comentou.

Leia também: Site oficial das Olimpíadas de Tóquio inicia inscrições para venda de ingressos

Karen, que é mãe da pequena Sky, de três anos de idade, contou que antes de engravidar fazia uso de antidepressivos e calmantes, mas que a partir do momento em que descobriu a gravidez, parou de tomar. Mas após seis meses do nascimento da filha, ela voltou a sentir os sintomas, dessa vez piorados, e aí decidiu buscar tratamentos alternativos, melhorando sem o uso de nenhuma medicação.

Leia Também:  Copa América abre último lote de ingressos nesta sexta-feira; saiba onde comprar
A atleta brasileira Karen Jonz%2C tetracampeã mundial de skate vertical
Divulgação

A atleta brasileira Karen Jonz, tetracampeã mundial de skate vertical

“Hoje eu não tomo mais nada, minha vida mudou bastante, principalmente meus hábitos e a forma como eu enxergo meu corpo, a minha relação com limites, que era algo que eu não tinha antes, pode ser que isso me ajudasse um pouco na performance, porque quando você é um atleta de alto rendimento, você tem que exigir do seu corpo até não ter mais recurso, até você dar o seu melhor e chegar onde você quer”, finalizou a atleta brasileira .

Fonte: IG Esportes
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana