conecte-se conosco


Política Nacional

Após criticar Lira, Lula diz que não interfere na eleição da Câmara

Publicado

Lula muda tom em relação a Lira e diz que não interfere na eleição a presidente da Câmara
Reproducao: Youtube

Lula muda tom em relação a Lira e diz que não interfere na eleição a presidente da Câmara

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), candidato à presidência da República, mudou o tom em relação ao deputado Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara dos Deputados.

Após criticar o parlamentar pelo excesso de poder no Congresso Nacional, Lula afirmou que não vai se meter na futura eleição do cargo. A declaração foi feita durante sabatina ao site UOL.

“Não é o presidente da Câmara que precisa do presidente da república, é o contrário. Não podemos achar que tem de se meter na eleição do presidente da câmara”, disse Lula.

Em maio deste ano, Lula dissera, em discurso no Sindicato dos Metalúrgicos em São Paulo, que o parlamentar tem um “poder imperial” no Congresso Nacional:

“Ele (Arthur Lira) já está querendo criar o semi presidencialismo, ele já quer tirar o poder do presidente para que o poder fique na Câmara dos Deputados. Ele age como se fosse o imperador do Japão.”

Lula, no entanto, manteve a crítica geral ao orçamento secreto aprovado no Congresso.

“É excrescência da política brasileira. O relator tem mais poder do que um ministro do que o presidente. Acontece agora por que o presidente é uma marionete e não tem força sobre o Congresso Nacional”, afirmou.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política Nacional

MP que destina recursos à habitação vence no começo de setembro

Publicado

Há 16 medidas provisórias editadas à espera da análise de deputados e senadores. A MP 1.114/2022 é a que perderá a validade mais cedo, no dia 4 de setembro. A medida autoriza o uso do Fundo Garantidor de Habitação Popular (FGHab) em financiamentos do programa Casa Verde e Amarela.

Fonte: Agência Senado

Continue lendo

Política Nacional

Molon dribla PSB e faz sucesso com vaquinha virtual

Publicado

Alessandro Molon vai concorrer ao Senado
Reprodução/Twitter

Alessandro Molon vai concorrer ao Senado

Na última quinta-feira (11), o candidato ao Senado Alessandro Molon arrecadou R$ 100 mil para fazer sua campanha. Ele lançou uma vaquinha virtual após o PSB proibi-lo de ter acesso a recursos do fundo partidário.  A decisão do partido foi uma resposta a “desobediência” do deputado federal.

Molon gravou um vídeo nas redes sociais e agradeceu o apoio dos eleitores. Agora ele lançou uma segunda meta, que é alcançar R$ 250 mil. Até o momento, o parlamentar conquistou 42% do seu objetivo.

“A nossa candidatura é a única que tem condições reais de derrotar o candidato do bolsonarismo, que é Romário. Para isso a gente vai precisar de mais recursos, para fazer bom material de campanha e organizar nosso comitê”, comentou.

Confira o vídeo:

Molon está em segundo lugar nas pesquisas eleitorais para o Senado no Rio de Janeiro. Foi por esse motivo que ele desafiou o PSB e manteve sua candidatura ao cargo, prejudicando o acordo entre o partido com o PT.

A sigla comandada por Carlos Siqueira garantiu que abriria mão da corrida eleitoral pelo Senado para apoiar André Ceciliano (PT), enquanto a agremiação de Gleisi Hoffmann não lançaria um nome ao governo do Rio para estar ao lado de Marcelo Freixo (PSB).

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana