conecte-se conosco


Registro Geral

Após consertar as finanças de MT, governador condena populismo de Bolsonaro

Publicado

Mauro Mendes afirmou que Governo de Mato Grosso está recuperado e tocando centenas de obras e ações em prol do cidadão [Foto – Christiano Antonucci]

Com equilíbrio e sensatez, o governador, Mauro Mendes (DEM), fez um desabafo nesta segunda-feira (22), quanto a proposta do presidente Jair Bolsonaro de zerar os impostos que incidem sobre os combustíveis, o que fatalmente abalaria as finanças públicas dos estados, e por gravidade, a dos municípios também. “Eu não quero entrar aqui em uma polêmica com o nosso presidente Jair Bolsonaro. Mas veja bem: no ano passado o Governo Federal fechou o ano com o maior rombo da história do Brasil, com mais de R$ 700 bilhões de déficit, ficou devendo porque teve que ir a banco pegar dinheiro emprestado. O problema é que o Governo Federal pode fazer isso, governos dos estados e municipais não podem. Então ele gasta, faz o que acha que deve e o que o Congresso autoriza fazer, e se falta dinheiro ele faz algumas assinaturas lá, emite título e emite dívida para outros pagarem”, asseverou Mendes. Em tempo: o chefe do Executivo assumiu o Governo em janeiro de 2019 em uma situação financeira caótica. Devia mais de R$ 4 bilhões na praça, salários atrasados e o estado não tinha a menor condição de realizar investimentos. Com coragem e gestão, Mauro inverteu o jogo e hoje, reequilibrado, o Tesouro fará o maior investimento da história, aplicando mais de R$ 9 bilhões em obras públicas.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Registro Geral

Com presença da PM nas ruas, toque de recolher funciona e Cuiabá vira deserto após às 21h

Publicado

No 1º dia do toque de recolher, ruas e avenidas de Cuiabá ficaram completamente vazias no período noturno

Na primeira noite do chamado toque de recolher, decreto do governo referendado pelo Tribunal de Justiça, como forma de frear o avanço da pandemia causada pelo coronavírus, Cuiabá praticamente parou entre 21h e 05h. Ruas vazias, bares fechados e as famílias recolhidas em suas residências. Poucos estabelecimentos que tentaram furar as medidas restritivas foram convencidos a descer as portas por equipes da prefeitura da Capital. Pelos próximos 15 dias, cuiabanos e várzea-grandenses vão ficar isolados em casa no período noturno, além de sábados, domingos e feriados. Com isso, o sistema de saúde, a beira do colapso, poderá ganhar fôlego para prosseguir no enfrentamento a Covid-19.

Continue lendo

Registro Geral

Coronel que comandou unidades e fez história na Segurança de MT morre aos 91 anos

Publicado

O coronel Adib Massad fez história como comandante de unidades da Polícia Militar e Polícia Civil em MT e MS

O coronel aposentado da Polícia Militar Adib Massad, de 91 anos, morreu no início da noite de ontem (3), em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Ele estava internado em um hospital particular. Adib iniciou carreira como oficial da Polícia Militar de Mato Grosso em 1953. Três anos depois, ocupou o cargo de delegado na cidade natal, Cáceres. Também foi delegado em Poxoréu, Rondonópolis e Dom Aquino, função que também ocupou em Jardim, Paranaíba e Porto Murtinho, municípios que hoje pertencem a MS. Em MT, ainda ocupou o cargo de titular da Delegacia de Roubos e Furtos, e foi o criador e comandante do antigo GOF (Grupo de Operações de Fronteira) de MT, atual DOF (Departamento de Operações de Fronteira). Mudou-se para MS após se aposentar na PM e chegou a ser vereador em Dourados.

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana