conecte-se conosco


Entretenimento

Âncora encerra o “Jornal Nacional” citando Djavan: “Não aguentei”

Publicado

source

Em comemoração aos 50 anos do “Jornal Nacional”, todos os sábados dois jornalistas de diferentes Estados têm a oportunidade de apresentar o principal telejornal da Rede Globo. Neste fim de semana, quem esteve na bancada foi Luzimar Collares, representando o Mato Grosso, e o representante de Alagoas, Filipe Toledo , que virou assunto nas redes sociais por encerrar o jornal citando Djavan .

Leia também: Jornalista fala sobre ser primeiro apresentador gay a comandar o “JN”

Filipe Toledo e Luzimar Collares arrow-options
Reprodução/Globo

Filipe Toledo e Luzimar Collares apresentaram o “Jornal Nacional”


Leia também: Jornalista que apresentará o “Jornal Nacional” é vítima de pegadinha ao vivo

Felipe Toledo disse o seguinte: “Parabéns ao ‘ Jornal Nacional ’, vida longa. E a você que esteve com a gente nessa noite tão especial o nosso muito obrigado. Estou muito feliz, não escondo isso e digo mais, se eu tivesse mais alma pra dar, eu daria, isso para mim é viver, já diria o Djavan”.

Leia Também:  Após cena de pênis gigante no “De Férias com o Ex”, Naka chega aos finalmente

Citando a música Linha do Equador , o jornalista quebrou protocolos e fez sucesso nas redes sociais. “Parabéns Filipe, gostei muito de sua apresentação no Jornal Nacional. Muito seguro e lindas palavras do Djavan, no final”, escreveu um seguidor.

Leia também: Após apresentar o “Jornal Nacional”, jornalista troca Globo por CNN Brasil

“Hoje eu não aguentei com o apresentador do Jornal Nacional citando Djavan no encerramento. Top demais”, comentou outro. “Felipe Toledo de Alagoas arrebentou na apresentação do JN, quebrou o famoso protocolo da Globo e encerrou citando Djavan”, postou mais um.   

Leia Também:  Aos 50, Luciana Gimenez ostenta corpão em cenário paradisíaco

Fonte: IG Gente
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Entretenimento

Ex-panicat vira coach em finanças e fica milionária

Publicado

source

IstoÉ

Carol Dias arrow-options
Reprodução

Carol Dias, ex-panicat

Famosa graças ao Pânico na TV, a ex-panicat Carol Dias , se tornou especialista em finanças e começou a gravar vídeos para o IGTV, do Instagram, para ajudar as pessoas a conseguir dinheiro como ela. Como fruto dos seus trabalhos, Carol já soma R$ 3 milhões na conta bancária.

LEIA MAIS: Silvio Santos é acusado de racismo após constranger mulher negra

Carol fez curso de coach e programa neurolinguística e criou um canal no YouTube, que conta com mais de 40 mil inscritos. Nos vídeos, a ex-Panicat fala sobre a economia de um jeito mais simples e acessível para que todos tenham oportunidade de investir.

“A televisão me abriu muitas portas, consegui ganhar um bom dinheiro com campanhas publicitárias. E ali cheguei ao meu segundo milhão. Mas poderia ter chegado a muito mais”, contou Carol ao jornal Extra.

Ainda, segundo a ex-Panicat, ela já cometeu erros e não quer que outras pessoas passem por isso. “Eu nunca gostei de falar sobre dinheiro e escutei pessoas erradas, os famosos gerentes de banco. Tomem cuidado com isso”

Leia Também:  Aos 50, Luciana Gimenez ostenta corpão em cenário paradisíaco

Fonte: IG Gente
Continue lendo

Entretenimento

Abaixo-assinado contra filme do Porta dos Fundos tem 1,6 milhão de assinaturas

Publicado

source
Porta dos Fundos arrow-options
Divulgação

‘A Primeira Tentação de Cristo’ é motivo de polêmica; fieis pedem para que seja removido do streaming

O abaixo-assinado que pede pela remoção do longa ‘ A Primeira Tentação de Cristo ’ do catálogo da Netflix já tem mais de 1,6 milhão de assinaturas. Organizada pelo cerimonialista Alex Brindejoncy no site Charge.org, a petição também pede para que o grupo Porta dos Fundos seja responsabilizado por blasfêmia.

LEIA MAIS: Ator de ‘O Poderoso Chefão II” morre aos 86 anos

O filme dirigido por Rodrigo Van Der Put sugere que Deus (Antonio Tabet), Maria (Evelyn Casto) e José (Rafael Portugal) formam um triângulo amoroso. Jesus Cristo (Gregório Duvivier) é gay, e retorna de uma viagem de 44 dias pelo deserto com o namorado Orlando (Fábio Porchat).

Protestos

Dom Henrique Soares da Costa, bispo da Diocese de Palmares (PE), fez um post no Facebook criticando a produção. “Eu era assinante da Netflix. Nesta semana, desfiz a minha assinatura”, diz o religioso.

Leia Também:  Nova temporada de “The Walking Dead” já tem data de estreia no Brasil

“Imaginem um filme debochado e desrespeitoso ao extremo com alguém a quem você ama — com o seu pai, com a sua mãe, com coisas que lhe são muito caras e definem e alicerçam a sua vida… Como reagir?”, finaliza o bispo, que também pede para que os fiéis cancelem a assinatura no serviço de streaming.

LEIA MAIS: Fábio Porchat é acusado de blasfêmia por elogiar Jesus gay

O ator Carlos Vereza também disparou contra a obra. ” Porta dos Fundos , vocês são lamentáveis como viventes (…). Nada de novo no front: fazer paródia de Jesus gay e de esquerda, talvez para sublimar desejos e inclinações mal resolvidas”, disse em rede social.

Fonte: IG Gente
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana