conecte-se conosco


Saúde

Amamentação cruzada é condenada pela OMS e Ministério da Saúde

Publicado

A prática da mãe de leite ou de amamentar um bebê que não é filho biológico pode transmitir uma série de doenças, inclusive Aids e hepatite

Sabe aquela história da mãe que não tem leite e deixa outra mãe amamentar o seu bebê? O gesto, que parece inofensivo e repleto de boas intenções, na verdade é uma prática contraindicada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelo Ministério da Saúde. A amamentação cruzada, quando uma mulher amamenta uma criança que não é seu filho biológico, pode transmitir dezenas de doenças infectocontagiosas, incluindo a Aids e a Hepatite B ou C.

“Amamentação cruzada parece um gesto lindo de acolhimento e confiança, mas nem tudo é o que parece. O leite materno é repleto de anticorpos específicos, ou seja, o melhor leite para cada bebê é de sua mãe. Leite fraco é um mito”, conta a obstetra Juliana de Biagi, do Plunes Centro Médico.

Mesmo que a “mãe de leite” seja conhecida e de extrema confiança, a amamentação cruzada é desaconselhada e o ideal é que a mãe ou os familiares busquem um banco de leite, local onde as doações de leite materno passam por um processo de pasteurização e eliminação de qualquer doença.

Leia Também:  Prontuário digital dá lucro a empresa, mas deixa de lado o principal: pacientes

Em Curitiba as mães podem procurar o Banco de Leite Humano do Hospital de Clínicas ou o Banco de Leite Humano do Hospital Evangélico Mackenzie, ambos integram a Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, uma iniciativa do Ministério da Saúde e Fundação Oswaldo Cruz que tem como objetivo promover, proteger e apoiar o aleitamento materno com qualidade certificada contribuindo também para a diminuição dos índices de mortalidade infantil no município.

“A amamentação cruzada já foi exibida de forma romantizada quando os órgãos de regulamentação da medicina não condenavam a prática, mas pode ser extremamente nociva para o bebê”, detalha a especialista.

A obstetra enfatiza a recomendação de que apenas a mãe deve amamentar a criança. “Os bancos de leite são de extrema confiança e um apoio importante para as mães que por alguma circunstância não podem amamentar. São seguros, confiáveis e o cadastro, tanto para a doação como para o recebimento, são tranquilos e rápidos”, diz.

O leite humano doado aos Bancos de Leites passa por rigoroso processo de seleção, com avaliação dos frascos, acidez do leite e valor calórico, quando segue para Classificação e Pasteurização após o resultado dos exames laboratoriais com qualidade Certificada pela Anvisa.

Leia Também:  Campanha busca aumentar em 15% doações de leite materno

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Saúde

‘Coronavirus é como uma pandemia termonuclear’ diz epidemiologista

Publicado

Coronavirus arrow-options
shutterstock

A doença respiratória causada pelo coronavírus já atinge 13 países em quatro continentes

O epidemiologista Dr. Eric Feigl-Ding publicou dados alarmantes sobre o novo coronavirus em sua conta no Twitter. De acordo com o profissional formado em Harvard, a nova infecção tem potencial de “pandemia termonuclear”, declarando: “Eu odeio ser o epidemiologista que admitirá isso, mas potencialmente estamos enfrentando a maior pandemia desde a gripe espanhola, em 1918”.


Quase 1,3 mil infectados na China

Autoridades do setor de saúde da China afirmam que o número de mortos pelo novo tipo de coronavírus aumentou para 41, e com centenas de casos adicionais de infecção, o total de infectados chega a quase 1,3 mil no país em todo o país. A Comissão Nacional de Saúde anunciou que 237 pacientes estão em condições graves.

Leia Também:  Qual insulina causa menos hipoglicemia em quem tem diabetes tipo 2?

LEIA MAIS: Veja os detalhes do coronavirus que se alastra pela China

Novos casos de infecção por coronavírus estão sendo confirmados em todo o mundo. Autoridades na França anunciaram ter registrado os três primeiros casos na Europa. A ministra da Saúde da França disse que dois pacientes estão em Paris, e o outro, na cidade de Bordeaux.

Autoridades australianas confirmaram também o primeiro caso de infecção no país. O paciente seria um homem na casa dos 50 anos, que está visitando Melbourne. Ele é um morador da cidade de Wuhan, onde teve início o surto do vírus. Até o momento, são 12 países com casos da doença confirmados.

Os feriados do Ano Novo Lunar na China, com a duração de uma semana, tiveram início na sexta-feira (24). O fato está aumentando a preocupação sobre o alastramento do vírus, uma vez que centenas de milhões de pessoas viajam para ver seus familiares e amigos.

LEIA MAIS: Coronavirus pode ter vindo do mercado de animais silvestres

Leia Também:  HIV: OMS faz recomendações de testagem para ampliar tratamento

Autoridades chinesas estão adotando medidas para lidar com os temores, isolando várias cidades e fechando famosos pontos turísticos e locais de entretenimento. O parque temático Disney Resort, de Xangai, e a Cidade Proibida, em Pequim, estão temporariamente fechados.

Fonte: IG Saúde
Continue lendo

Saúde

Número de infectados por coronavírus chega a quase 1,3 mil na China

Publicado

Agência Brasil

Autoridades do setor de saúde da China afirmam que o número de mortos pelo novo tipo de coronavírus aumentou para 41, e com centenas de casos adicionais de infecção, o total de infectados chega a quase 1,3 mil no país em todo o país. A Comissão Nacional de Saúde anunciou que 237 pacientes estão em condições graves.

Leia também: Coronavírus pode ter vindo de mercado de animais silvestres

pessoas usando máscara no metrô da China arrow-options
shutterstock

O número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus na China já chega a 1,3 mil

Novos casos de infecção por coronavírus estão sendo confirmados em todo o mundo. Autoridades na França anunciaram ter registrado os três primeiros casos na Europa. A ministra da Saúde da França disse que dois pacientes estão em Paris, e o outro, na cidade de Bordeaux.

Autoridades australianas confirmaram também o primeiro caso de infecção no país. O paciente seria um homem na casa dos 50 anos, que está visitando Melbourne. Ele é um morador da cidade de Wuhan, onde teve início o surto do vírus. Até o momento, são 12 países com casos da doença confirmados. 

Leia Também:  Após sofrer acidente, adolescente perde a memória a cada duas horas

Leia também: França, Austrália e Malásia confirmam novos casos de coronavírus

Os feriados do Ano Novo Lunar na China , com a duração de uma semana, tiveram início na sexta-feira (24). O fato está aumentando a preocupação sobre o alastramento do vírus, uma vez que centenas de milhões de pessoas viajam para ver seus familiares e amigos.

Autoridades chinesas estão adotando medidas para lidar com os temores, isolando várias cidades e fechando famosos pontos turísticos e locais de entretenimento. O parque temático Disney Resort, de Xangai, e a Cidade Proibida, em Pequim, estão temporariamente fechados.

*Agência Públilca do Japão

Fonte: IG Saúde
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana