conecte-se conosco


Mato Grosso

Alimentos doados pelos visitantes da Arena Encantada beneficiarão famílias carentes

Publicado

Além das decorações natalinas, a Arena Encantada fomentará o social ajudando pessoas economicamente vulneráveis. Uma cesta básica, montada com alimentos doados pelas pessoas que visitaram o evento, será encaminhada para as famílias mais carentes de Mato Grosso. O trabalho de organização dos produtos arrecadados nos quatro primeiros dias do evento foi iniciado nesta segunda-feira (09.12) com o auxílio de voluntários.

A secretária de Assistência Social, Rosamaria Carvalho, ressalta que as arrecadações dos alimentos nos primeiros dias da Arena Encantada estão dentro das expectativas inicias. “Os produtos doados vão ajudar muitas famílias carentes, proporcionando um Natal mais digno para essas pessoas”.

Para conferir as decorações interativas, cenários e ambientes que recriam a histórica da maior festa cristã, a entrada sugerida é um quilo de alimento não perecível por família. “Podem ser doados arroz, feijão, açúcar, café, macarrão, óleo, leite longa vida e panetone”, pontua.

O parque natalino com instalações interativas, cenários e ambientes que recriam a histórica da maior festa cristã, montado na Arena Pantanal, em Cuiabá, ficará aberto à visitação todos os dias, sempre das 18h às 23h, até o dia 5 de janeiro de 2020.

Toda a concepção da Arena Encantada foi idealizada e coordenada pela primeira-dama Virginia Mendes, através da Unidade de Ações Sociais e Atenção à Família (Unaf), e vem sendo executada pelas Secretarias de Assistência Social e Cidadania (Setasc), de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), e de Educação (Seduc).

O evento promovido pelo Governo do Estado ocorre também em função de uma parceria firmada com Assembleia Legislativa de Mato Grosso e com os apoiadores da iniciativa privada, que uniram forças para oferecer um espaço dedicado à magia do natal para os adultos, jovens e crianças.

Um ponto de venda de alimentos foi posicionado na entrada da Arena Encantada para aqueles que quiserem adquirir os produtos e contribuir na ação.

Estima-se que passarão pela Arena Encantada, até janeiro, aproximadamente 450 mil pessoas.

Outra iniciativa social e solidária será realizada no dia 17 de dezembro, com a visitação de seis mil crianças carentes. Todas elas receberão presentes do Papai Noel.

Serviço

O complexo da “Arena Encantada” foi montado no estádio de futebol da Arena Pantanal que está localizado na Av. Agrícola Paes de Barros, s/n – Verdão, em Cuiabá.

Período de visitação: De 06 de dezembro a 05 de janeiro, sempre das 18h às 23h

Entrada: Um quilo de alimento não perecível por família (arroz, feijão, açúcar, café, macarrão e óleo).

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Educação financeira e resiliência é tema de palestra do Procon Estadual

Publicado


O Procon-MT promoveu, na sexta-feira (27.11), palestra sobre Educação Financeira e resiliência: atravessando a crise com o economista Vivaldo Lopes. Durante o evento, foram discutidos temas como o cenário atual do crescimento econômico nacional e de Mato Grosso: antes, durante e depois da crise; os impactos da crise na economia de Mato Grosso; e Educação Financeira: importância, como atua e dicas práticas.

Segundo o palestrante, atualmente, muitas pessoas estão com as contas desequilibradas e o superendividamento tem afetado a estabilidade das famílias. “A Educação Financeira é um instrumento de cidadania. Ter uma boa educação financeira é importante para o bem coletivo, pois o cidadão bem educado financeiramente tem melhor qualidade de vida, o que reduz a vulnerabilidade social das classes de menor renda”, explicou.

Para o economista, o tema é tão importante que deveria fazer parte da formação escolar desde a infância, como componente da grade curricular.

Monitorar, controlar e planejar gastos e investimentos; ajustar hábitos e planejamento financeiro; viver conforme suas condições financeiras; evitar compras por impulso; usar com racionalidade o cartão de crédito e cheque especial foram algumas das dicas citadas pelo economista durante a palestra. 

O evento, que era aberto ao público, integra a programação da 7ª Semana Nacional de Educação Financeira, promovida pelo Fórum Brasileiro de Educação Financeira (FBEF). A palestra foi realizada de forma inteiramente remota, visando o distanciamento social devido a pandemia, pela plataforma Google Meet.

Também participaram do encontro servidores do Procon Estadual e dos Procons Municipais de Mato Grosso. O evento contou, ainda, com a participação do secretário adjunto do Procon-MT, Edmundo Taques, e do superintendente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomércio-MT), Igor Cunha. 

A 7ª Semana Nacional de Educação Financeira tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância do planejamento financeiro, para que os indivíduos desenvolvam uma relação equilibrada com o dinheiro e possam tomar decisões acertadas sobre finanças e consumo.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Itiquira comemora 67 anos com ações do Governo do Estado em infraestrutura, pesquisa agrícola e saúde

Publicado


A cidade de Itiquira (a 363 km de Cuiabá) comemora 67 anos nesta terça-feira (01.12), recebendo ações do Governo do Estado em infraestrutura e logística, pesquisa agrícola e saúde. Com 13.552 habitantes, o município ocupa o 22º no ranking de valor de produção agrícola do país.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), abriu licitação para pavimentação de 35,9 quilômetros da MT-040/299, entre o entroncamento da MT-461 e o Terminal Ferroviário de Itiquira, que, em funcionamento desde 2012, movimenta cerca 2,5 milhões de toneladas anuais em seus 6 km de extensão.  

Estimada em R$ 32,2 milhões, a obre abre nova alternativa asfaltada entre o município e a BR-163.         

Foi concluída a ponte sobre o Rio Roncador, com 30,5 metros de comprimento, na MT-299, facilitando o acesso do município ao entroncamento da BR-163. O investimento foi de R$ 1,3 milhão.

Terminal Ferroviário de Itiquira – Assessoria 

O município é um dos cinco participantes do Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Trigo (Protrigo), para experimentos com trigo de sequeiro e irrigado no estado. Em 2019, segundo Boletim Informativo da Empaer, o trigo de sequeiro atingiu uma produtividade de 40 sacas por hectare no município.

O Protrigo é uma parceria entre a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) e Associação dos Produtores de Feijão, Trigo e Irrigantes de Mato Grosso (Aprofir).

A Secretaria de Estado de Saúde enviou ao município 1.125 testes rápidos para detecção do coronavírus e medicamentos para combatê-lo, num total de 48.842 comprimidos, entre azitromicina (6.005), ivermectina (4.804) e dipirona (38.033), também distribuído em gotas, com 934 frascos.                     

Entre janeiro e setembro deste ano, o Governo do Estado repassou R$ 22,39 milhões aos cofres municipais em ICMS, IPVA e Fethab, além de R$ 2,3 milhão em assistência social, transporte escolar e convênios na área de saúde, entre 2019 e julho de 2020.

Economia

Segundo dados do IBGE de 2017, agropecuária, com R$ 357,88 milhões; indústria (327,82 milhões) e serviços (229,66 milhões) são os principais componentes do Produto Interno Bruto (PIB) municipal de R$ 1,09 bilhão, respondendo por quase 84% deste total. O PIB per capita é de R$ 85.498,25.

Algodão, milho e soja são os carros chefes da agricultura municipal. Em 2019, segundo o IBGE, a produção de soja foi de 594 mil toneladas, de milho, 589,8 mil, e algodão em caroço, 49,58 mil – os três avaliados em R$ 1,269 bilhão, pouco abaixo do R$ 1,3 bilhão do valor total de sua produção agrícola, que conta ainda com cana-açúcar, mandioca e sorgo, na lavoura temporária.

Experimento com trigo de sequeiro em Itiquira: 40 sacas por hectare plantado – Foto João de Melo – Empaer 

Na lavoura permanente, produz banana e borracha, cujas 1.669 toneladas registradas em 2019 colocam o município em primeiro lugar no ranking estadual, onde ocupa o segundo lugar em plantação de eucalipto, com 15 mil hectares.      

História

O nome vem do Rio Itiquira. Em 1894, uma expedição exploradora do Rio Garças passou pelo local, onde atualmente fica a sede municipal. Em 1932, começou a exploração econômica do diamante. Uma epidemia de malária dizimou a então a população garimpeira. Com o nome Vila do Itiquira, em 1937, uma lei estadual reservou 3.600 hectares para instalação oficial do povoado. Assim começou a vida organizada na Vila do Itiquira.

Foi distrito do município de Santa Rita do Araguaia, atual Alto Araguaia, antes de ser elevado à categoria de município, já com o nome atual de Itiquira, pela lei estadual nº 654, de 1º de dezembro de 1953.

(Colaboração de Karine Miranda, Sinfra; Fernanda Nazário, SES; e Rosana Persona, Empaer)

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana