conecte-se conosco


Internacional

Alberto Fernández e Cristina Kirchner vencem eleições na Argentina

Publicado

Alberto Fernández é o novo presidente da Argentina. Cristina Kirchner é a vice. Os dois formam parte da coalizão de esquerda Frente de Todos. Após um mandato de Macri, que é um político de centro direita, os argentinos optaram por voltar ao kirchnerismo, que governou o país por mais de uma década, de 2003 a 2015.

Presidential candidate Alberto Fernandez celebrates after election results in Buenos Aires, Argentina October 27, 2019. REUTERS/Agustin Marcarian

Alberto Fernández, novo presidente da Argentina, vai assumir em 10 de dezembro  – REUTERS/Agustin Marcarian

 

A Argentina foi às urnas domingo (27) . Com mais de 97% das urnas apuradas, eles somam 48,1% dos votos, enquanto que o atual presidente, Mauricio Macri, obteve 40,37%. Na Argentina, para vencer as eleições em primeiro turno, é necessário obter 45% dos votos ou 40% e dez pontos de vantagem em relação ao segundo colocado.

Macri, que assumiu em 2015, deixa um país com uma grave crise econômica e social; com inflação este ano prevista para 55% (pior apenas do que Venezuela e Zimbábue); 30% das pessoas vivendo na pobreza e os sem-teto representando quase 10% da população.

Entre 2003 e 2007, o presidente era Néstor Kirchner, marido de Cristina Kirchner, falecido em 2010. Entre 2007 e 2015, quem governou foi a própria Cristina. Atualmente, ela é senadora e se licenciará do cargo para assumir a vice-presidência. Há diversos processos contra ela na Justiça, por delitos como corrupção e lavagem de dinheiro.

Leia Também:  Trump diz que rejeitou matar pessoas para retaliar Irã

O novo governo assume em 10 de dezembro. O mandato presidencial é de 4 anos e é permitida apenas uma reeleição.

Transição

Tanto Alberto Fernández quanto Mauricio Macri, em seus discursos na noite de ontem (27), afirmaram estar preocupados com os argentinos e disseram que farão o melhor nesse período de transição de governo.

Fernández afirmou que hoje (28) se reunirá com Macri para tratar do tempo restante de governo. “Certamente, colaboraremos em tudo o que pudermos porque o único que nos importa é frear o sofrimento dos argentinos”.

Mauricio Macri, por sua vez, disse: “Quero felicitar o presidente eleito Alberto Fernández. Eu o convidei para tomar café da manhã comigo para começarmos uma transição ordenada”.

Dólares limitados

Na noite de ontem, logo após o resultado das eleições, o Banco Central da Argentina (BCRA) estabeleceu um novo limite de compra de 200 dólares por mês, que vigorará até dezembro.

Em um comunicado, o BCRA afirma que “diante do grau de incerteza atual, o diretório do BCRA decidiu tomar este domingo uma série de medidas que buscam preservar as reservas do Banco Central”.

Leia Também:  Tribunal de Tóquio concede liberdade a Ghosn pela segunda vez

O limite de 200 dólares por mês é para a compra por pessoas físicas com conta bancária. Para comprar em dinheiro vivo, o limite é de cem dólares por mês.

Até ontem, o limite era de 10 mil dólares por mês para a compra por pessoas físicas. Essa foi a primeira medida anunciada pelo BCRA (Banco Central da Argentina) após as eleições.

Quem é

Alberto Fernández participou do governo de Néstor Kirchner, entre 2003 e 2007, como chefe do Gabinete de Ministros, e continuou no primeiro governo de Cristina Kirchner.

No ano seguinte, em 2008, Fernández renunciou em meio a uma crise e se tornou crítico do governo de Cristina. Ano passado, dez anos depois de romperem, houve uma reaproximação entre os dois. Alberto, então, se tornou candidato à presidência, convidado por Cristina para compor a chapa.

Ele é advogado e professor de direito penal e civil argentino, e dá aulas na Facultade de Direito da Universidade de Buenos Aires (UBA).

 

Edição: José Romildo

Fonte: EBC Internacional
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Internacional

PIB da China tem o menor crescimento em 29 anos

Publicado

A taxa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da China caiu para o seu mais baixo nível em 29 anos depois de uma disputa comercial de dois anos de duração com os Estados Unidos.

O Escritório Nacional de Estatísticas da China disse hoje (17) que a economia expandiu 6,1% em 2019. Este é o mais baixo nível registrado pela segunda maior economia do mundo desde 1990.

Edição:
Tags: PIB China

Fonte: EBC Internacional
Leia Também:  Terremoto atinge ilha grega de Creta
Continue lendo

Internacional

Variante do coronavírus provoca segunda morte na China

Publicado

Um vírus que teve origem na cidade de Wuhan, na China, fez esta semana a segunda vítima fatal, anunciaram autoridades de saúde local. Cinco pessoas continuam em estado grave.

O homem de 69 anos foi internado no hospital da região, com as funções renais afetadas e danos graves em vários órgãos, informou a Comissão Municipal de Saúde de Wuhan.

FILE PHOTO: People walk past newly built residential flats in Shenzhen, Guangdong Province, China October 26, 2019. REUTERS/Tyrone Siu/File Photo

Casos de coronavírus preocupam população da China e de outros países    Tyrone Siu/Reuters/direitos reservados

A saúde do paciente, que adoeceu em 31 de dezembro, deteriorou-se nos últimos cinco dias, com miocardite grave [inflamação do músculo cardíaco], função renal anormal e múltiplos órgãos severamente afetados.

Existem pelo menos 41 pessoas afetadas com este novo tipo de pneumonia viral. A primeira morte confirmada foi a de um homem, de 61 anos, que morreu de pneumonia, após as análises terem sido positivas para o vírus.

A Organização Mundial de Saúde alertou para a possibilidade de o surto chegar a outros países. O alerta foi dado depois de terem sido conhecidos casos do coronavírus na Tailândia e no Japão.

O Japão confirmou ontem (16) que um homem de 30 anos foi afetado pelo vírus. Ele havia visitado a cidade de Wuhan no início do ano.

Nesta sexta-feira (17), a Tailândia confirmou um segundo caso ligado ao vírus. É uma mulher, de 74 anos, originária de Wuhan, que estava de quarentena desde que chegou ao país, na segunda-feira, declarou a secretária do Ministério da Saúde Pública, Sukhum Karnchanapimai.

Embora este seja o segundo caso confirmado na Tailândia, Karnchanapimai pediu também aos tailandeses que mantivessem a calma, afirmando que não existe um surto no país.

As autoridades tailandesas garantem que os dois doentes se encontram estáveis e apenas necessitam de mais alguns cuidados antes de receberem alta hospitalar.

Cinco estão em estado grave

A Comissão de Saúde de Wuhan declarou que, dos afetados pelo vírus, 12 pessoas já se encontram recuperadas e receberam alta hospitalar, mas outras cinco estão em estado grave.

A mesma comissão afirmou também que não foi registrado nenhum caso de transmissão de pessoa para pessoa, afirmando que essa possibilidade não pode ser excluída.

Os casos de pneumonia viral alimentaram receios sobre uma potencial epidemia, depois de uma investigação ter identificado a doença como um novo tipo de coronavírus: uma espécie de vírus que causa infecções respiratórias em seres humanos e animais. A transmissão é através da tosse, espirros ou contacto físico.

Segundo as autoridades chinesas, vários infectados são vendedores num mercado de mariscos situado nos arredores de Wuhan, que foi fechado.

O surgimento deste novo vírus fez voltar o medo do reaparecimento do vírus que matou 650 pessoas, entre 2002 e 2003.

Edição:

Fonte: EBC Internacional
Leia Também:  EUA têm plano para crescimento econômico da Venezuela, diz secretário
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana