conecte-se conosco


Entretenimento

Air Supply se apresenta no Brasil em outubro

Publicado

source
Air Supply se apresenta no Brasil em outubro
Marcelo de Assis

Air Supply se apresenta no Brasil em outubro

Um dos nomes mais consagrados do pop romântico, o duo australiano Air Supply , formado por Russell Hitchcock e Graham Russell, desembarca no Brasil em outubro para quatro shows nas cidades de Recife (dia 13, Classic Hall), Rio de Janeiro (dia 15, Vivo Rio), São Paulo (dia 16, Espaço Unimed) e Curitiba (dia 18, Teatro Guaíra).

A venda dos ingressos para sócios Clube Shows Ouro inicia nesta terça-feira (28) às 12h no site http://www.clubeshows.com.br/ . Para o público em geral, os fãs poderão adquirir seus bilhetes no site da Poladian .

Entre seus grandes sucessos, o Air Supply marcou as décadas de 1970, 1980 e 1990 com canções românticas que se tornaram verdadeiros clássicos da música pop e do soft rock como Lost In Love (1979), All Out Of Love (1980), Making Love Out of Nothing at All (1983), I Can’t Wait Forever (1984), Lonely Is The Night (1986) e Goodbye (1993).

Em 2020, o duo realizou o seu show de número 5.000 com uma apresentação de gala em Las Vegas (EUA). Além disso, o Herald Sun proclamou o Air Supply no TOP 5 das maiores bandas australianas de todos os tempos , se unindo a outros nomes icônicos como o AC/DC, Bee Gees e INXS.

Entre 1976 e 2010, o Air Supply gravou 17 álbuns , sendo seu último o intitulado Mumbo Jumbo de 2010, passando por lendárias gravadoras como a CBS (atual Sony Music) , Arista Records e Warner Music. Em quase 50 anos de carreira, estima-se que o duo já vendeu mais de 40 milhões de cópias em todo o mundo.

Fonte: IG GENTE

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Entretenimento

Yasmin Brunet sensualiza em frente à parede com brinquedos

Publicado

A modelo posou usando um sutiã de renda, calcinha preta, meia-calça fina e scarpin preto

DA FOLHAPRESS – Yasmin Brunet, como sempre, arranca elogios de seus seguidores com as fotos que publica. Nesta sexta-feira (5) não foi diferente.

O modelo posou usando um sutiã de renda, calcinha preta, meia-calça fina e scarpin preto, além de um casaco de pele que deve ser sintético, já que ela é vegana. Atrás, uma parede repleta de bonecos colecionáveis.

Fora da caixa, tão bonitinha Muito prazer, a sua bonequinha” escreveu ela na legenda, o que é um trecho da música “Bonekinha”, da Gloria Groove.

Os fãs ficaram de boca aberta. “MARAVILHOSA”, elogiou um fã. “Belíssima”, escreveu outro.

“Espetáculo”, disse mais um. “Sucesso, sereia”, comentou uma seguidora.

Continue lendo

Entretenimento

Humorista, escritor e apresentador de TV, Jô Soares morre aos 84 anos em São Paulo

Publicado

Apresentador e humorista estava internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, desde o dia 28 de julho. Causa da morte não foi divulgada

G1 – O apresentador, humorista, ator e escritor Jô Soares morreu às 2h30 desta sexta-feira (5), aos 84 anos. Considerado um dos maiores humoristas do Brasil, o apresentador do “Programa do Jô”, exibido na TV Globo de 2000 a 2016, estava internado desde 28 de julho no Hospital Sírio-Libanês, na região central de São Paulo, onde deu entrada para tratar de uma pneumonia.

A causa da morte não foi divulgada. O enterro e velório serão reservados à família e amigos, em data e local ainda não informados.

O anúncio da morte foi feito por Flávia Pedra, ex-mulher de Jô, e confirmada em nota pela assessoria de imprensa do Hospital Sírio-Libanês.

“Viva você, meu Bitiko, Bolota, Miudeza, Bichinho, Porcaria, Gorducho. Você é orgulho pra todo mundo que compartilhou de alguma forma a vida com você. Agradeço aos senhores Tempo e Espaço, por terem me dado a sorte de deixar nossas vidas se cruzarem. Obrigada pelas risadas de dar asma, por nossas casas do meu jeito, pelas viagens aos lugares mais chiques e mais mequetrefes, pela quantidade de filmes, que você achava uma sorte eu não lembrar pra ver de novo, e pela quantidade indecente de sorvete que a gente tomou assistindo”, escreveu Flávia em uma rede social.

Em todas as suas inúmeras atividades artísticas – entrevistador, ator, escritor, dramaturgo, diretor, roteirista, pintor… –, Jô Soares teve o humor como marca registrada. Foi seu ponto de partida e sua assinatura no teatro, na TV, no cinema, nas artes plásticas e na literatura. Ele próprio gostava de admitir isso.

Nos últimos 25 anos, Jô ficou conhecido por ser o apresentador do talk-show mais famoso do país. Na TV Globo, estrelava o “Programa do Jô”, exibido de 2000 a 2016.

Considerado pioneiro do stand-up, também se destacou por ser um dos principais comediantes da história do Brasil, participando de atrações que fizeram história na TV, como “A família Trapo” (1966), “Planeta dos homens” (1977) e “Viva o Gordo” (1981). Além disso, escreveu livros e atuou em 22 filmes.

Talk-show

Quando seu contrato com a Globo venceu, em 1987, Jô Soares foi para o SBT. Ele atribuiu a mudança à possiblidade de apresentar um programa de entrevistas na nova emissora.

“No fim do contrato, falei com o Boni, meu amicíssimo… Na época ficou um ódio, claro. Porque falei ‘não’ [à proposta de renovação com a TV Globo]”, admitiu Jô ao Fantástico em 2012. Durante os seus 11 anos de exibição, o talk-show “Jô Soares onze e meia” rendeu mais de 6 mil entrevistas.

“E durante o processo do impeachment do presidente Fernando Collor, o ‘Jô Soares Onze e Meia’ funcionou como uma espécie de tribuna popular, com o apresentador entrevistando alguns dos principais implicados e testemunhas do caso”, aponta o Memória Globo.

 

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana