conecte-se conosco


Política Nacional

Agência e Rádio Senado celebram 25 anos com exposição de fotos e áudios

Publicado

Um passeio por momentos emblemáticos da história recente do país e do Parlamento brasileiro é o que propõe a exposição 25 Anos de Imagens, Sons e Histórias, que marca o aniversário de 25 anos da Agência Senado e da Rádio Senado. Inaugurada nesta quinta-feira (30), a mostra reúne fotografias registradas ao longo desse período pelos repórteres fotográficos da Agência, além de áudios de coberturas feitas pela Rádio.

A abertura da exposição reuniu autoridades e muitos dos profissionais que atuam ou atuaram nos dois veículos. Um deles foi a fotógrafa Jane Araújo, que dedicou 24 anos ao Senado antes de se aposentar, em 2020. Responsável por registrar todos os presidentes da Casa desde Antônio Carlos Magalhães, eleito em 1997, até Davi Alcolumbre (União-AP), que deixou o cargo no início de 2021, ela se disse realizada e contemplada pela exposição. Algumas fotos expostas são de autoria dela.

— Sempre gostei de fotografar sentindo a energia das pessoas e por isso fiquei amiga de todos. Minha função nunca foi julgar quem estava ali ocupando o cargo, apenas registrar os momentos para a posteridade usando o que eu tinha comigo, que eram minhas lentes e meu sentimento — conta.

Essa visão imparcial do trabalho jornalístico faz parte da própria missão da Agência e Rádio nos 25 anos de existência, como destacou o presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), em seu discurso.

— Não tenho dúvidas que o Senado, com seus instrumentos de mídia, faz com que prevaleça a liberdade de expressão, o estado de direito e os verdadeiros símbolos patrióticos desse país. As equipes responsáveis por esse trabalho são testemunhas de tudo o que ocorre por aqui e mostram como a atividade política e legislativa é uma das janelas da história do Brasil e complemento aos eventos cotidianos — disse.

Missão contínua

Além da imparcialidade, os diretores dos veículos de comunicação do Senado destacaram outros valores que embasam o trabalho, como a democratização da informação, a transparência e o combate à desinformação.

A diretora da Secretaria de Comunicação, Érica Ceolin, ressaltou a importância dos veículos institucionais no combate às fake news. Segundo ela, o crescimento desse fenômeno reafirmou a importância de fontes com credibilidade junto ao público.

— Nosso lema é: notícia falsa se combate com boa informação. E nesses 25 anos estamos buscando essa boa informação e, por meio dela, contribuindo para o processo democrático do país — afirmou.

Diretora da Agência Senado, a jornalista Paola Lima enalteceu o trabalho dos profissionais de texto, vídeo, foto e áudio. Apenas na área de fotografia, são produzidos cerca de 2,5 mil registros diários, destacou. Na visão dela, é esse fluxo contínuo que garante o acesso pleno à informação por quem acessa o conteúdo.

— Nesta exposição, quisemos mostrar não apenas os fatos relevantes, mas a pluralidade de eventos que acontecem por aqui. Eles são a prova concreta de que atuamos ativamente na história do país. As fotos são pequenas obras de arte de quem, por vezes, só tem um segundo para capturar os instantes que melhor traduzem uma cena ou acontecimento — elogiou.

O diretor da Rádio, Celso Cavalcanti, notou ainda que 2022 marca os 25 anos dos veículos do Senado e também os 100 anos da primeira transmissão radiofônica documentada no Brasil, feita por Roquette Pinto. Cavalcanti fez um paralelo entre o evento histórico e os avanços e transformações pelas quais a Rádio Senado passou.

— Começamos como uma emissora FM apenas em Brasília e fomos progredindo. Nesse tempo, a comunicação digital cresceu e hoje em dia estamos presentes em outras 16 capitais brasileiras. A característica que permanece, contudo, é a cobertura imparcial, objetiva e com credibilidade. O selo dos veículos da Casa passa a segurança que a informação é confiável, e esperamos que assim seja pelos próximos 25 anos também — concluiu.

A exposição é aberta ao público e pode ser visitada até 19 de julho, de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h, no espaço Senado Galeria, situado no corredor que liga o edifício principal do Senado ao Anexo 1. As fotografias e áudios também podem ser acessados na versão digital da mostra.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Agência Senado

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política Nacional

Eliziane Gama requer mais integrantes na comissão do ferryboat do Maranhão

Publicado

A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) apresentou requerimento para aumentar de três para nove o número de senadores titulares da comissão externa que avalia a situação dos ferryboats de São Luís (RQS 613/2022). Ela pede igual número de suplentes. A senadora também pediu que seja respeitada a proporcionalidade partidária da Casa na composição do colegiado. A comissão temporária externa, uma iniciativa (RQS 442/2022) do senador Roberto Rocha (PTB-MA), vai verificar in loco a crise do transporte de balsas no Maranhão. O requerimento de Eliziane Gama será votado no Plenário.

Fonte: Agência Senado

Continue lendo

Política Nacional

Comissão aprova limites à inclusão de perdas por furto de energia nas contas de luz

Publicado

As concessionárias de energia não poderão cobrar dos consumidores toda e qualquer perda provocada por furtos de energia, erros de medição ou por falta de equipamento. É o que diz projeto de lei (PL 5.325/2019) do senador Zequinha Marinho (PL-PA) aprovado pela Comissão de Infraestrutura. O texto aprovado diz que a Aneel vai estipular um limite para a cobrança dessas perdas. Proposta vai à Câmara.

Fonte: Agência Senado

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana