conecte-se conosco


Tecnologia

Adeus, vício: 7 ferramentas para controlar o tempo de uso do celular

Publicado

Saber o seu tempo de uso do celular pode ser o primeiro passo para pegar mais leve no uso das redes sociais, jogos e aplicativos de streaming. E o que já foi uma tarefa árdua está cada vez mais fácil de ser cumprida, graças a aplicativos específicos e aos próprios sistemas operacionais dos smartphones.

Leia também: Quais fotos a galera não aguenta mais ver no Instagram?

homem no celular arrow-options
shutterstock

Controlar o tempo de uso do celular é uma tarefa árdua, mas algumas ferramentas podem ser suas aliadas na jornada

Serviços como Facebook, Instagram e YouTube já fazem parte de uma lista em expansão de aplicativos que permitem aos usuários controlarem seu tempo de uso do celular , mesmo que parcialmente. 

Por que controlar o tempo de uso do celular?

celular arrow-options
shutterstock

Controlar quanto tempo gasta nas redes sociais e dispositivos móveis é uma forma de adotar hábitos mais saudáveis

O principal objetivo dessas ferramentas cada vez mais comuns é ajudar o usuário a ter um panorama de quanto tempo ele passa com a tela do seu smartphone ligado, seja mexendo nas redes sociais ou se divertindo nos jogos mobile.

Assim, fica mais fácil prevenir e/ou combater um eventual vício em celular , um problema cada vez mais comum – no Brasil, por exemplo, 52% da população admitiu que não consegue ficar um dia sem mexer no celular .

Se você estiver disposto a mudar esse cenário, então chegou a hora de conhecer um pouco mais sobre sete das várias ferramentas para controlar o tempo de uso do celular que existem hoje em dia.

1. “Bem-estar digital” – Android 9

O Android 9, versão mais recente do sistema operacional do Google, tem uma ferramenta própria para te ajudar a monitorar o uso do seu smartphone, o “bem-estar digital”.

Em “Configurações”, procure pela aba “Bem-estar digital”. Ao clicar nela, você verá um painel de controle dizendo quanto tempo a tela do celular passou ligada no dia, e qual o aplicativo mais utilizado no período.

Também é possível ajustar um temporizador para limitar seu tempo nos aplicativos que quiser, ou então estabelecer um período de descanso para você relaxar antes de dormir sem receber notificações.

2. “Seu tempo no Facebook” – Facebook

Para ajudar a combater o vício em celular, o Facebook embutiu um painel de controle próprio no seu aplicativo, que informa aos usuários quanto tempo eles passam por dia, em média, na rede social. Para acessá-lo, basta ir em na aba que se parece com três linhas e procurar o botão “Configurações & Privacidade”. Em seguida, clique em “Seu tempo no Facebook”.

3. Forest

O Forest é um aplicativo que propõe superar o vício em celular. Sempre que quiser focar em alguma tarefa sem mexer no celular, o app exige que você plante uma árvore virtual. Quanto mais tempo focado você passar, mais a planta crescerá. O app está disponível de graça tanto para Android como para iOS.

4. “Minha Atividade” – Instagram

Assim como o Facebook, o Instagram disponibiliza aos usuários de suas versões mais recentes o tempo diário médio que cada um passa usando o aplicativo. Na página do seu perfil, clique no ícone em forma de três linhas e procure pela aba “Minha Atividade”. Lá, você também poderá ativar um temporizador para controlar o uso da rede social.

5. “Tempo de Uso” –  iOS 12

Desde a implementação do iOS 12, a Apple deu aos usuários a opção de controlar e monitorar seu tempo de uso do celular. A ferramenta funciona de forma bastante semelhante à do Android 9, e pode ser acessada em “Ajustes” > “Tempo de Uso”.

6. Moment

Disponível tanto para iOS como para Android, o Moment é um aplicativo semelhante ao Forest. Além de te passar um relatório com seu tempo de atividade e disponibilizar formas de reduzir esse tempo, o Moment também permite que você crie metas para superar seu vício em celular.

7. “Tempo assistido” – YouTube

Um dos principais aplicativos do Google, o YouTube também tem seu próprio painel de controle para quem está tentando deixar a tela do celular um pouco de lado. Basta clicar no ícone da sua conta no aplicativo e selecionar o item “Tempo assistido”.

Você encontrará estatísticas para o dia atual, o dia anterior e a semana anterior, além da sua média diária. Também é possível desligar uma série de ferramentas do aplicativo para ajudar a reduzir o uso.

Leia também: Roteadores Wi-Fi: como configurar para garantir a segurança da rede

Pode demorar, mas diminuir o tempo de uso do celular com a ajuda dessas ferramentas é mais fácil do que tentar sozinho – e você pode, inclusive, descobrir outros apps ainda mais eficientes no meio do caminho.

Fonte: IG Tecnologia
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Tecnologia

Netflix não oferece mais período de teste grátis no Brasil

Publicado

source

Olhar Digital

Chega ao fim, no Brasil , a possibilidade do período de 30 dias de teste que a Netflix dava aos novos usuários que não estavam certos quanto à contratação dos serviços da plataforma. De acordo com a empresa, a mudança se trata de uma busca por novas formas de atrair assinantes.

Xiaomi lança trena a laser que pode medir até 40 metros de distância

“Estamos buscando novas formas de atrair novos assinantes e promover nosso serviço no Brasil , oferecendo uma ótima experiência com a Netflix ”, afirmou a plataforma em comunicado oficial.

Netflix arrow-options
Reprodução/Pixabay

Netflix


Agora, quem busca pelo período de teste na central de ajuda da Netflix encontra uma mensagem que diz que “no momento, não oferecemos utilização gratuita no seu país”. O Brasil não é o único a passar pela medida, que começou em dezembro e teve o Reino Unido como o primeiro país a ficar sem os 30 dias grátis.

Estoque do Xiaomi Mi 10 acaba em um minuto na China

Segundo a empresa, a liberação de produções específicas para não-assinantes, como “Irmandade” e “Klaus”, é uma das maneiras pelas quais a empresa visa conquistar novos assinantes. Nos Estados Unidos , por exemplo, a plataforma liberou, gratuitamente, até o dia 9 de março, a comédia-romântica “ Para Todos os Garotos que Já Amei ”.

Por enquanto, outra vantagem oferecida aos assinantes brasileiros é um upgrade temporário no plano: se o usuário optar pelos planos Básico (R$ 21,90/mês) ou Padrão (R$ 32,90/mês), poderá desfrutar dos benefícios do plano Premium (R$ 45,90/mês) durante todo o primeiro mês de assinatura.

Fonte: IG Tecnologia
Continue lendo

Tecnologia

Apple pode realizar evento em março para lançar iPhone 9

Publicado

source

Olhar Digital

A Apple pode estar planejando um evento de lançamento “no final de março”, de acordo com rumores coletados pelo site 9to5mac. Um relatório do site alemão de rumores iPhone-Ticker sugere que data mais provável é o dia 31 de março.

Xiaomi lança trena a laser que pode medir até 40 metros de distância

No evento, a Apple anunciaria o iPhone 9 (ou iPhone SE 2), que começaria suas vendas no dia 3 de abril. Nos últimos anos a empresa tem realizado eventos no fim de março : em 2019, no dia  25, foi realizada a inauguração de serviços como Apple News + , Apple Card e Apple Arcade , e em 2018, a a empresa fez um evento focado em Educação e novos iPads.

Apple arrow-options
Reprodução/Shutterstock

Apple



Caso o evento de 2020 se confirme, é esperado que o iOS 13.4 seja lançado na mesma semana. O sistema operacional inclui novos recursos, como compartilhamento de pastas do iCloud Drive , novos adesivos Memoji e mais. Além do iPhone 9 , há rumores de que a Apple está trabalhando em um iPad Pro atualizado e rastreadores de itens AirTags.

Estoque do Xiaomi Mi 10 acaba em um minuto na China

Vazamentos anteriores dão conta que o iPhone 9 será equipado com uma tela LCD de 4,7 polegadas. As dimensões seriam de 238,5 x 67,4 x 7,8 mm. Isso seria pouco maior que o iPhone SE original . Além disso, o modelo ainda teria vidro fosco e carregamento sem fio. Outros recursos incluem Touch ID e câmera avançada de lente única.

Quanto as configurações técnicas, o aparelho deve ter processador A13 Bionic de última geração, RAM de 3 GB e duas opções de memória, 64 ou 128 GB. O preço deve ser o mesmo que seu antecessor, US$ 399, cerca de R$ 1,6 mil em conversão direta.

Fonte: IG Tecnologia
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana