conecte-se conosco


Policial

Ação da Derfva e PC prende três por furto e receptação de veículos de concessionária em Várzea Grande

Publicado

Três membros da organização criminosa envolvida no roubo e receptação dos veículos de uma concessionária em Várzea Grande tiveram mandados de prisão cumpridos pela Polícia Judiciária Civil, na quinta-feira (14), em ação realizada pela Divisão de Roubos e Furtos, Divisão de Homicídios e 1ª Delegacia de Polícia de Cáceres (228 km a Oeste de Cuiabá).

As ordens de prisão preventiva foram cumpridas contra os suspeitos, J.B.O, conhecido como “Barriga”, G.S.F. e J.M.F., por envolvimento em crimes de receptação e associação criminosa.

A ação criminosa ocorreu na madrugada de 21 de outubro em uma empresa localizada no bairro Construmat, em Várzea Grande, quando criminosos invadiram a empresa e subtraíram 16 veículos. No mesmo dia, as forças policiais localizaram os primeiros veículos.

A Polícia Militar encontrou os carros nos bairros Parque Atalaia, Jardim Humaitá, Jardim União e Parque Cuiabá, em Cuiabá, e no bairro da Manga, em Várzea Grande. Os outros seis foram localizados pela Polícia Civil em Cáceres e Barra do Bugres.

Em Cáceres, os veículos foram localizados em uma residência no bairro Rodeio, sendo constatado em investigação, que o imóvel foi alugado pelos três suspeitos. Diante das evidências, foi representado pelos mandados de prisão contra os envolvidos, os quais foram decretados pela Justiça e cumpridos na quinta-feira (14).

Leia Também:  Cerimônia de formatura de 18 delegados de polícia será nesta sexta-feira (17)

No momento da prisão, o suspeito J.B.O. fez várias ameaças aos policiais que davam cumprimento a ordem judicial, dizendo que “a prisão não ficaria barata e que ele tomaria providências de dentro da cadeia”.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Colégio de Líderes vai discutir denúncia de Emanuel contra Mendes nesta terça-feira

Publicado

Afirmação foi dada pelo presidente da ALMT, Eduardo Botelho

Em entrevista na rádio Vila Real, na manhã desta terça-feira (10), o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), afirmou que apesar de não ver tempo hábil para tratar da denúncia protocolizada na Casa de Leis pelo prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), de que o governador Mauro Mendes (DEM) estaria usando a Delegacia Fazendária para prejudicar a sua gestão na Capital, vai colocar o tema na reunião do Colégio de Líderes.

“Hoje vai ter uma reunião do Colégio de Líderes e dentro dessa reunião, se algum deputado, e com certeza vai propor, eu vou colocar em discussão. Eu particularmente acho que não é o momento para nós discutirmos isso”, disse o parlamentar. .

“Nós temos assuntos importantes como a LOA e a questão da reforma da Previdência que nós temos que discutir, nós não podemos postergar isso. Então isso não seria o momento para nós fazermos essa discussão, mas evidentemente que algum deputado pode colocar isso em discussão e se for aprovado pela maioria, eu tenho que cumprir”, adiantou.

Leia Também:  Polícia Civil prende mais dois por envolvimento em latrocínio de investigadora

Na denúncia protocolizada na Assembleia Legislativa, Pinheiro afirma que o delegado-geral da Polícia Civil, Mário Demerval, pressionou os delegados da Defaz, Anderson Veiga e Lindomar Toffoli, para “agilizar” a investigação sobre a suposta compra de votos dos vereadores na casa de Juca do Guaraná (Avante). Emanuel entregou a denúncia ao presidente e vice-presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (DEM) e Janaina Riva (MDB), respectivamente.

Continue lendo

Policial

Mãe e filha que contratavam menores para atuar com tráfico são presas em Cuiabá

Publicado

Prisões foram efetuadas pela Polícia Cicil no bairro Vista Alegre [F-PJC]

Um ponto de venda de drogas coordenado por mãe e filha foi desarticulado pela Polícia Judiciária Civil, na segunda-feira (9), no bairro Vista Alegre em Cuiabá. A ação da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) resultou na prisão em flagrante das suspeitas e na apreensão de dois menores que auxiliavam o comércio ilícito.

A mãe, M.J.B., 39 e a filha, J.B.S., 19, foram autuadas em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico com aumento de pena por envolvimento de menores de idade. Os adolescentes. J.C.C.S., 17, e J.G.N.A., 16, responderão por ato infracional de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

As investigações iniciaram após a equipe da DRE receber informações sobre a venda de drogas, próxima a uma gráfica no bairro Vista Alegre, na Capital. Segundo as informações, a suspeita M.J.B. era a responsável pelo entorpecente e contratava os menores para atuar na venda.

Com base nas informações, os policiais passaram a monitorar a região, conseguindo visualizar toda a movimentação típica do comércio ilícito. Após uma entrega, foi realizada a abordagem do usuário, sendo apreendidas três pedras de pasta base de cocaína.

Em continuidade as diligências, os investigadores da DRE realizaram a abordagem de um dos menores que atuava na venda, que foi surpreendido com 10 porções de pasta base de cocaína, embaladas para venda.

Com as informações passadas pelo adolescente, os policiais chegaram a residência das suspeitas (mãe e filha) responsável pelo repasse da droga que era vendida aos usuários. Com as suspeitas, os policiais apreenderam duas pedras de pasta base de cocaína, que elas tentaram dispensar no momento em que perceberam a aproximação da equipe.

Com a mãe foi apreendido R$ 30 e com a filha R$ 220 relacionados ao comércio de entorpecentes. Diante das evidências, as duas mulheres e os dois menores foram conduzidos a DRE, onde após os interrogatórios e oitivas foi lavrado o flagrante.

Leia Também:  Polícia Civil prende suspeitos e recupera produtos comprados com cartões clonados pela Internet
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana