conecte-se conosco


AMM

Academia ao Ar Livre está sendo instalada na Praça Padre Cícero

Publicado

Através de uma parceria com a Unimed Vale do Sepotuba o Governo de Nova Olímpia conseguiu para o município duas academias ao ar livre. A primeira foi entregue pelo prefeito e membros da Unimed no dia 13 de maio data em que o município completou 33 anos de emancipação político administrativa e a segunda já está sendo instalada na Praça Padre Cícero que recentemente foi reinaugurada pelo Prefeito, José Elpídio de Moraes Cavalcante.

Esse modelo de academia são ótimas alternativas para quem quer se exercitar. A Academia ao Ar Livre conta com uma estrutura adequada para a prática de atividade física, principalmente na terceira idade. Com essa ação a população sai ganhando, isso porque muitos precisam fazer exercícios para a saúde e não tem condições de pagar uma academia particular.

O Benefício é resultado de uma reunião entre o prefeito de Nova Olímpia, José Elpídio de Moraes Cavalcante, Secretário de Finanças, Ailton Santiago fizeram com o diretor presidente UNIMED Vale do Sepotuba, Ricardo Gonsales onde foi protocolado pedido de duas academias, uma vez que o município tem um número alto de clientes da Unimed, principalmente funcionários da Prefeitura e das Usinas Itamarati e por saber que a Unimed investe em projetos que geram qualidade de vida.

De acordo com o prefeito, a nova academia visa melhorar a condição física geral da população com as atividades físicas. “Essas atividades são indicadas para qualquer pessoa. A ação da Unimed demonstra o compromisso de uma empresa parceira e nós do poder público só temos que agradecer por ter entendido o nosso pedido”, disse o Prefeito.

Agora o município possui três academias ao ar livre e em breve ganhará mais unidades serão adquiridas pelo município com recurso próprio e será destinada a outros bairros da cidade.

BENEFÍCIOS

A academia ao ar livre ajuda a melhorar a condição física, qualidade de vida e saúde das pessoas. Os equipamentos não tem peso e usam apenas a força do corpo para exercícios de musculação e alongamento.

É um sistema que se adapta ao usuário utilizando o peso do próprio corpo, criando resistência e gerando benefício personalizado, independente de idade, peso e sexo.

São indicados para maiores de 12 anos e principalmente para pessoas da terceira idade, que perdem naturalmente um pouco da força muscular com o passar dos anos, mas podem ser usados por qualquer um, funcionando como uma academia de ginástica ao ar livre.

Fonte: AMM
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

AMM

Idosos Matupaenses começam a ser imunizados contra a gripe em seus domicílios

Publicado

A Secretaria de Saúde de Matupá deu início à etapa de vacinação contra a gripe na população idosa do município.

A Coordenação de Imunização informa que as vacinas serão aplicadas nos domicílios deste público alvo, tomando todas as medidas protocolares de prevenção ao contágio pelo COVID-19 estabelecidas pelo Ministério da Saúde.

A logística é composta por veículos, agentes comunitários de saúde e os técnicos de enfermagem (vacinadores), que se deslocam até as residências dos mais de 1081 idosos cadastrados e visitados constantemente pelos ACS em seus bairros e comunidades.

A Secretaria de Saúde pede aos que fazem parte da melhor idade que permaneçam em suas casas em isolamento social preventivo aguardando a chegada da equipe de imunização da campanha contra a gripe.

Se por acaso os familiares observarem ou identificarem que não houve a vacinação domiciliar que está sendo feita de forma gradativa em todos os bairros, conforme repasse de doses pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), basta que seja informada a Unidade Básica de Saúde de sua região.

A vacina protege contra três tipos de vírus da gripe: Influenza A, nas variações H1N1 e H3N2, e influenza B.

É importante que não haja aglomeração nos postos de saúde e se faz necessária a compreensão de aguardar a vacina chegar até os lares mapeados pela SMS.

Fonte: AMM
Continue lendo

AMM

Sinop implementa novo protocolo do Ministério da Saúde

Publicado

O Ministério da Saúde instituiu, na última semana, um novo protocolo para o acompanhamento, monitoramento e notificação dos casos de coronavírus nos 5.570 municípios brasileiros. De acordo com a Secretaria-Adjunta de Atenção e Vigilância em Saúde, a nova definição prevê que os municípios se encarreguem em acompanhar os pacientes considerados casos leves de Covid-19. A esse grupo pertencem aquelas pessoas que apresentarem febre e pelo menos um dos sintomas respiratórios, como tosse, congestão nasal ou conjuntival, dor de garganta e coriza.

Segundo o secretário Municipal de Saúde de Sinop, Kristian Barros, a hierarquização permanece a mesma de antes, na qual todas as notificações devem ser feitas para a Secretaria de Estado de Saúde. O município vai seguir as novas diretrizes estabelecidas pela União. "As coletas serão apenas para pacientes com sintomas de coronavírus que estejam no estado físico moderado ou grave. Neste caso, a pessoa é hospitalizada e o exame é colhido no local. E todas as pessoas com sintomas gripais ou suspeitas de coronavírus leve serão monitoradas em casa, para elas não há a necessidade de colher o material", disse o secretário, durante entrevista coletiva concedida na noite de sexta-feira, 27.

"Seguimos à risca o protocolo do Ministério da Saúde. O monitoramento do paciente é feito em casa. São pacientes suspeitos com sintomas leves. É feito via celular e o paciente está sempre ligando para a gente ou a gente faz essa busca ativa por meio da ligação. E, quando não conseguimos o contato via celular, mandamos uma equipe no local", reforçou Kristian Barros.

O monitoramento dos casos graves continua sob a responsabilidade da Secretaria de Estado de Saúde, que fará as notificações diretas no Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe (SIVEP/GRIPE). As amostras de exames coletados continuam sendo enviadas para os Laboratórios Centrais de Saúde Pública (Lacen) dos Estados.

De acordo com o Ministério da Saúde, as notificações e as divulgações ficarão classificadas em casos leves, que é a novidade que o protocolo traz, caso grave, caso confirmado, caso descartado, caso excluído e caso curado.

A maior recomendação do Ministério da Saúde é que todos mantenham as orientações para o isolamento social, evitem contato, aglomerações e, principalmente, higienizem frequentemente suas mãos com água e sabão ou álcool em gel.

ENTENDA OS DIFERENTES TIPOS DE CASOS E SUAS CLASSIFICAÇÕES:

Casos leves – que apresentam febre e pelo menos um dos sinais ou sintomas respiratórios (tosse, congestão nasal ou conjuntival, dor de garganta);

Casos confirmados – laboratorial: suspeito ou provável com resultado positivo em RT- PCR em tempo real, pelo protocolo Charité;
Clínico-epidemiológico: caso suspeito ou provável com histórico de contato próximo ou domiciliar com caso confirmado laboratorialmente para Covid-19 que apresente febre ou pelo menos um dos sinais ou sintomas respiratórios nos últimos 14 dias após o contato e para o qual não foi possível realizar a investigação laboratorial específica;

Casos graves – aqueles que apresentem dispneia (dificuldades para respirar) e dispneia;
Casos descartados – caso que se enquadre na definição de suspeito e apresente resultado laboratorial negativo;
Casos excluídos – caso que apresente duplicidade ou que não se enquadre em uma das definições acima;
Casos curados – casos em isolamento domiciliar: casos confrmados que passaram por 14 dias em isolamento domiciliar, a contar da data do início dos sintomas e que já se apresentem assintomáticos.
Casos em internação hospitalar: diante da avaliação médica. Observação: a liberação do paciente deve ser definida de açodo com o plano de contingência local.

Fonte: AMM
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana