conecte-se conosco


Registro Geral

Abílio já teria definido cinco secretários; Bussiki deve comandar orçamento de R$ 3,2 bilhões

Publicado

Vereador Marcelo Bussiki (DEM) deve comandar Pasta mais importante do Alencastro no futuro governo de Abílio Júnior (Podemos)

Franco favorito na disputa pelo segundo turno, o candidato a prefeito de Cuiabá, Abílio Júnior, o Abilinho (Podemos), segundo fonte da coluna, já teria definido cinco nomes que vão compor o primeiro escalão do seu futuro governo. São eles: Marcelo Bussiki (Fazenda), Felipe Wellaton (Infraestrutura), Gisela Simona (Secretaria da Mulher), Dilemário Alencar (Governo e Comunicação) e Iraci França (Ação Social). De acordo com a mesma fonte, o seu vice, Wellaton, deve ser o coordenador da equipe de transição. Ele terá cerca de 30 dias para conhecer os números oficiais da maior prefeitura de Mato Grosso.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Registro Geral

Torcedor fanático do Flamengo, alvo de operação suspende festas em VG

Publicado

Promotores do Gaeco fizeram “batida” na sede da Eletroconstro, localizada em Várzea Grande, no último dia 27 de abril

Após ser alvo da Operação Sócio Oculto, deflagrada pelo Ministério Público Estadual (MPE), com o propósito de investigar supostos contratos irregulares firmados com a prefeitura de Cuiabá, o dono da Eletroconstro, Natalino José de Toledo, tirou o time de campo, literalmente. Torcedor do rubro-negro carioca, Natalino costumava celebrar as vitórias do Flamengo com festas homéricas na sua residência, em Várzea Grande. Na conquista da Libertadores no ano passado, o empresário iluminou os céus da cidade com uma gigantesca queima de fogos. Orientado pela sua banca de defesa, Natalino recolheu o flape nas últimas duas semanas.

Continue lendo

Registro Geral

Agro reage a indicação de Lucimar Campos para vice de Mauro, em 2022

Publicado

Ex-prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM): veto do agronegócio em possível indicação para compro chapa como vice do governador, Mauro Mendes, em 2022

Bastou circular nos bastidores a possibilidade da ex-prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM), compor chapa com o atual governador, Mauro Mendes, na condição de vice para que o setor do agronegócio reagisse imediatamente. À coluna, ao menos três barões do campo torceram o nariz. Eles entendem que Lucimar representa a velha guarda da política regional, o que pode atrapalhar a formação do palanque de Mauro, em 2022. Ademais, os principais agricultores do estado não engolem o esposo de Lucimar, senador Jayme Campos. Sempre que possível, Jayme ataca donos de grandes lavouras, principalmente os fazendeiros mais ao Norte de Mato Grosso.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana