conecte-se conosco


Geral

Pandemia recua e todos os 141 municípios de Mato Grosso permanecem com risco baixo de contaminação da Covid-19

Publicado

Os dados são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins informativos da SES-MT

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta segunda-feira (19) o Boletim Informativo n°225 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso. O documento mostra (a partir da página 11) que todos os 141 municípios do Estado configuram na classificação com risco baixo para o novo coronavírus.

Veja a seguir a tabela de classificação de risco por município.

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades. Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins informativos da SES-MT.

Recomendações e cuidados

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Em 24hs, MT tem 385 casos e 7 mortes por Covid; total de óbitos chega a 4.186 e taxa de ocupação de UTI é de 34%

Publicado

Há 137 internações em UTIs públicas e 142 em enfermarias pública

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (5), 162.186 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.186 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas sete mortes e 385 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 162.186 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 3.080 estão em isolamento domiciliar e 154.411 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 137 internações em UTIs públicas e 142 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 34% para UTIs adulto e em 16% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (36.157), Rondonópolis (12.078), Várzea Grande (11.508), Sinop (8.490), Sorriso (6.998), Lucas do Rio Verde (6.360), Tangará da Serra (6.255), Primavera do Leste (5.347), Cáceres (3.627) e Nova Mutum (3.469).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 127.926 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 533 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última sexta-feira (04.12), o Governo Federal confirmou o total de 6.533.968 casos da Covid-19 no Brasil e 175.964 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 6.487.0840 casos da Covid-19 no Brasil e 175.270 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de sábado (5).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Continue lendo

Geral

Estado vai ampliar educação de jovens e adultos; confira os Cejas que serão transformados em escola integral

Publicado

O atendimento será reforçado e Seduc vai transformará 10 Cejas em Escolas de Desenvolvimento Integral de Educação Básica (Ediebs)

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) ampliará a modalidade da Educação de Jovens e Adultos (EJA) de Mato Grosso e também do ensino regular. “A afirmação de que haverá o fechamento dos Cejas não é verdadeira. Nós não fecharemos os prédios que hoje atendem os Cejas”, afirma o secretário executivo de Educação, Amauri Fernandes.

Para fortalecer o atendimento, a Seduc transformará dez Cejas em Escolas de Desenvolvimento Integral de Educação Básica (Ediebs), que ofertarão não só a EJA, mas também Ensino Fundamental e Médio regulares. A ação faz parte do reordenamento dos 21 Centros de Educação de Jovens e Adultos (Cejas).

“Faremos a adequação e a melhoria na oferta da EJA. Porque temos hoje no Estado 1,5 milhão de jovens e adultos que não completaram a educação básica. Os 21 prédios dos Cejas atendem 16 mil dessas pessoas. Queremos aumentar a oferta”, reforça o secretário.

A atual gestão da Seduc elevou a atenção ao assunto Educação de Jovens e Adultos ao criar uma Coordenação sobre o tema na estrutura da Seduc.

Ampliação da EJA

Para ampliar a quantidade de matrículas, a Seduc otimizará os espaços disponibilizados nas Ediebs, que atenderão todas as modalidades de ensino e ampliarão a Educação de Jovens e Adultos (EJA) para escolas de ensino regular.

As Ediebs serão instaladas nos espaços em que estão os Cejas, desde que em prédios próprios e com os mesmos profissionais da educação que estavam nos centros.

Da mesma forma, os estudantes de cada Ceja serão transferidos para a respectiva Edieb, sem nenhum prejuízo em suas vidas ou processos educacionais.

“A oferta da Educação de Jovens e Adultos, o EJA, não acabará na rede estadual. Estamos com trabalho na Seduc de reestruturar e adequar espaços dos Cejas, sendo que alguns serão Ediebs. Vamos otimizar os espaços e entregar os prédios alugados”, assegura o secretário de Educação Alan Porto.

Em síntese, a ideia é integrar os alunos trabalhadores com as demais modalidades de ensino, com a ampliação do número de vagas da EJA nas escolas de ensino regular e, ao mesmo tempo, trazer a educação básica para as Ediebs.

Expansão da educação básica

A meta da Seduc para os próximos dois anos é alfabetizar 40 mil jovens e adultos (inclusive do Projeto Muxirum). No ensino fundamental, atender a 50 mil jovens e adultos e, para o ensino médio dessa modalidade, 60 mil trabalhadores.

Além disso, os locais do Exame Online (quando o aluno faz inscrição por disciplina para uma conclusão rápida, tanto do ensino fundamental como ensino médio), serão ampliados dos atuais 21 locais para 32 opções em todo o Estado. Com mais pontos de Exame Online, a meta é atender 150 mil alunos trabalhadores jovens e adultos nos próximos dois anos.

Dez Cejas que serão transformados em Ediebs

15 de outubro – Barra do Bugres
Marisa Mariano – Barra do Garças
Milton Marque Curvo – Cáceres
Cleonice Miranda – Colider
Creuslhi Ramos – Confresa
Almira de Amorim – Cuiabá
Marechal Rondon – Jaciara
Paulo Freire – Nova Mutum
Benedito Silva Freire – Sinop
Licínio Monteiro – Várzea Grande

Cejas que estão em avaliação

Cesário Neto – Cuiabá
José Dias – Juara
Alternativo – Juína
6 de agosto – Pontes e Lacerda
Getúlio Vargas – Primavera do Leste
Alfredo Marion – Rondonópolis
25 de junho – Rosário Oeste
Antônio Casagrande – Tangará da Serra

Alta Floresta e Diamantino funcionam em prédios alugados que serão devolvidos aos proprietários. Os alunos serão redimensionados para escolas próximas.

Em Sorriso, o Ceja Arão Gomes Bezerra, já funciona na Escola Estadual Mário Spinelli.

 

 

 

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana