conecte-se conosco


Cuiabá

A responsabilidade também é sua

Publicado

Há pouco mais de um mês, um guia de turismo, divulgou nas redes sociais um vídeo que deixou população, ou ao menos uma parte dela, indignada. Nele, o profissional registra uma grande quantidade de lixo no leito do Rio Cuiabá. Naquele momento, a imagem causou uma justa comoção, principalmente por conta dos resíduos estarem, desta vez, acumulados em apenas um local.

Apesar de chamar a atenção, a cena, infelizmente, não é tão incomum para quem atua nas atividades de zeladoria da cidade. Desde que colocamos em prática do projeto da Balsa Ecológica, diariamente nossos servidores percorrem um grande trecho do rio recolhendo os mais variados tipos de materiais. Brinquedos, eletrodomésticos, embalagens, latas, animais mortos e uma infinidade de lixo que não chega ao local por conta própria.

Sim, meus amigos! O lixo não chega ao Rio Cuiabá espontaneamente. E, apesar da afirmação parecer uma novidade para alguns, essa é uma realidade a ser encarada. Antes disso, esse resíduo teve um proprietário, alguém que esteve com ele em mãos e tinha o dever de dar uma destinação correta. A propósito, essa é outra informação que precisa ser massificada. Cada pessoa também é responsável pelo lixo produzindo!

A Lei 12.305/2010, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos, deixa isso bem claro. No parágrafo primeiro ela estabelece que: “Estão sujeitas à observância desta Lei as pessoas físicas ou jurídicas, de direito público ou privado, responsáveis, direta ou indiretamente, pela geração de resíduos sólidos”. Na capitulo III, seção II, a normativa fala ainda sobre a responsabilidade compartilhada, abrangendo empresas, poder público e o próprio cidadão.

Ou seja, há pelo menos 10 anos, o cuidado com a destinação do lixo deixou de ser uma simples atividade de bom senso (ainda que esse fator não deva ser desconsiderado) e passou a vigorar como uma obrigação legal para cada um de nós. Assim sendo, voltamos novamente ao caso registrado no Rio Cuiabá. Na oportunidade, durante uma semana de trabalho recolhemos mais de 10 toneladas de lixo.

Duas semanas depois realizamos uma nova ação de limpeza no rio. Desta vez, contando com o apoio do grupo Teoria Verde e de indígenas da etnia Xavante, focamos na região do bairro Praeirinho. A operação resultou na retirada de mais 20 toneladas. Infelizmente, sem nenhuma surpresa, lá estavam novamente o sofá velho, o brinquedo faltando peças, o vaso sanitário quebrado e outros materiais. Mas, e de onde veio todo aquele entulho?

A resposta é absurdamente simples: todo aquele lixo veio das nossas mãos. Não somente aquele, como também os recolhidos no decorrer dos trabalhos no próprio leito do Rio Cuiabá, nas margens, nas praças e vias públicas, nos espaços utilizados para grandes eventos realizados na Capital. Para se ter uma ideia, somente na região central os varredores retiram uma media de cinco toneladas de lixo, por dia.

Além do serviço de varrição, a Prefeitura de Cuiabá também tem buscado evoluir em outras atividades de zeladoria. Nos últimos anos, diminuímos consideravelmente a quantidade de bolsões de lixo, instalamos lixeiras subterrâneas, renovamos a frota de veículos da coleta de resíduos domiciliar, firmamos parcerias com cooperativas e a iniciativa privada que nos ajudam no avanço da coleta seletiva.

A grande questão é que, mesmo com toda essa evolução, ainda é humanamente impossível que a atuação do poder público consiga cobrir 100% do território da cidade durante as 24 horas de um dia. É nesse momento que a participação popular no cuidado com a cidade e preservação do meio ambiente se mostra importante. Costumo dizer que as ações do Município somente terão resultados efetivos a partir do momento que o cidadão se reconhecer como parte delas.

É necessário que individualmente, cada um dos aproximadamente 700 mil habitantes da nossa querida Cidade Verde assuma sua responsabilidade. Caso contrário, continuaremos “enxugando gelo”, como diz a expressão popular.

José Roberto Stopa é graduado em Engenharia Florestal, servidor público efetivo e o atual secretário de Serviços Urbanos de Cuiabá.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cuiabá

Secretário tranquiliza população sobre vacinação contra influenza em Cuiabá e garante que todos serão imunizados

Publicado


.

O secretário municipal de Saúde, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho,  garantiu que na próxima semana, a campanha de vacinação contra Influenza do grupo prioritário em Cuiabá vai continuar e que, a população da capital não precisa se alarmar. As novas remessas para imunização serão enviadas pelo Ministério da Saúde e a data e sistema de vacinação serão informados pela Prefeitura de Cuiabá.

Por vídeo, o secretário explicou que haverá vacinação para todos no Município e que as pessoas não precisam se preocupar com a falta de vacina.

“Há vacinas para todas as pessoas que possuem um perfil elencado nesta fase da vacinação, que são idosos e profissionais da saúde. Portanto, fiquem tranquilos, não há necessidade para correria, nem nenhum tipo de desesperou ou agitação e aglomeração de pessoas. Há vacina para todos”, explicou o secretário Luiz Antônio Possas de Carvalho.

Ao todo Cuiabá deve vacinar 46 mil idosos e 21 mil profissionais da saúde pública e privada. Além do sistema drive thru, as doses de Influenza também serão disponíbilizadas em mais 101 pontos da Capital, dos quais 93 eram Unidades Básicas de Saúde, incluindo as da Zona Rural e mais oito pontos extras: Escola Maria Luiza Prado Bastos no bairro Osmar Cabral, Escola Alina Tocantins no Cidade Alta, Colégio Adventista/igreja no Porto, Escola Professora Teresa Lobo, Igreja Batista no Tijucal, Escola Maria da Glória no bairro Lixeira, CRAS do bairro Dr. Fabio I e II e Escola Estadual Ana Maria do Couto no CPA II.

Neste ano, a Campanha que normalmente é realizada na primeira quinzena de abril, foi antecipada pelo governo federal como estratégia para diminuir a quantidade de pessoas gripadas e, com isso, ajudar no diagnóstico de possíveis casos de coronavírus.

Ainda considerando esses cuidados, a vacinação será dividida em três fases: A 1ª de 23/03 à 16/04, com a vacinação para os idosos (60 anos e mais), profissionais da saúde pública e privada. 2ª fase de 16/04 à 09/05 professores de escolas públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. 3ª fase de 09 à 22/05 para crianças de seis meses a menores de 06 anos, gestantes e puérperas (mulheres de até 45 dias após o parto) e povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 à 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e adultos de 55 à 59 anos. 

A vacina previne contra três tipos de influenza: influenza A H1N1, influenza A H3N2 e Influenza B.

 

 

 

Continue lendo

Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá conclui entrega de kits da alimentação escolar para alunos atendidos pelo Bolsa Família

Publicado


.

A  Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Educação,  concluiu a entrega dos kits da alimentação escolar. Cuiabá foi o primeiro município em Mato Grosso a distribuir os kits para 18 mil alunos matriculados em unidades educacionais da rede pública municipal de Educação. A iniciativa determinada pelo prefeito Emanuel Pinheiro e apoiada pela primeira dama, Márcia Pinheiro, foi acompanhada pelo Ministério Público Estadual, atendeu alunos beneficiários o programa Bolsa Família, do governo federal, que estavam em dia com o CAD Único.

Uma grande logística foi organizada para a montagem e entrega dos kits da alimentação escolar nas unidades da rede pública municipal. A ação contou com o trabalho voluntário de servidores, diretores, coordenadores e secretários escolares. A suspensão das aulas foi determinada por meio de decreto do Executivo que, preventivamente, suspendeu as atividades escolares no período de 23 de março ao dia 5 dea abril, no intento de evitar à disseminação do Coronavírus.

Ao receber os kits, as equipes gestoras das unidades educacionais entravam em contato com pais para que fossem buscar nas creches, Centros Educacionais Infantil Cuiabano (CEICs), Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), Escolas Municipais de Educação Básica (EMEB) e Escolas Municipais de Educação Básica do Campo (EMEBCs).

Tanto na montagem e carregamento dos kits, como na entrega nas unidades e nestas para os pais, foram obedecidas todas as orientações do Ministério da Saúde e órgãos correlatos no município. Máscaras, luvas e álcool em gel, foram distribuídos a todos que participaram da ação.

Os kits foram montados com alimentos que fazem parte do cardápio da alimentação escolar e atendem as exigências nutricionais definidas pela Coordenadoria de Alimentação Escolar com base nas determinações do Ministério da Educação, em quantidade suficiente para 15 dias.

Balanço Positivo

Na quarta-feira (2) o secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira Passos fez um balanço da ação e falou sobre as iniciativas adotadas pelo Município na Educação, como as atividades pedagógicas por meio da EAD, utilizando plataformas como o whatsapp e mensagens via sms.

“O prefeito Emanuel Pinheiro relutou em adotar medidas que sabemos trariam impacto aos alunos e suas famílias. Entretanto foi necessário. A distribuição dos kits da alimentação escolar amenizou essa situação para um grupo de crianças extremamente vulneráveis. E a ação da Prefeitura de Cuiabá se espalhou como um case positivo, inspirando outros municípios no Estado e no Brasil”.

Para os pais e alunos, a ajuda veio no momento certo. O aluno haitiano A. M., do 4º Ano matutino da Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Profª. Maria Ambrósio Pommot, no Jardim Imperial, recebeu o kit em casa. “A família é bastante carente, mora numa quitinete e os pais ficaram muito emocionados. Isso revigorou as minhas forças, pelo carinho e sorrisos com que fomos recebidos por essa família”, disse a diretora Zoraide Santos Queiroz Xavier.

Calendário Escolar

Em relação ao calendário escolar o secretário de Educação lembrou que a rede segue com as atividades presenciais nas unidades educacionais suspensas, até o próximo dia 5 de abril, conforme decreto do Prefeito Emanuel Pinheiro. “A equipe da Prefeitura de Cuiabá está acompanhando de perto toda essa situação para que as medidas sejam tomadas”, disse Alex Vieira Passos ao se referir ao decreto federal que flexibilizou os 200 dias letivos, porém obrigando as 800 horas aula.

“Aguardamos a definição do prefeito Emanuel Pinheiro, que encomendou estudos técnicos às Secretarias de Saúde e Educação. Desde o inicio de vigência do isolamento social, no dia 23, a Secretaria de Educação já vem trabalhando com os alunos atividades on line, com supervisão dos professores e coordenadores, nos períodos da manhã e da tarde. Agora estudamos outras metodologias possíveis de serem implementadas caso haja a prorrogação das datas, para que possamos ter o menor impacto possível para os alunos”, disse ele.

 

 

 

 

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana