conecte-se conosco


Entretenimento

A Fazenda 13: Nego do Borel será processado por zombar de Liziane

Publicado


source
Nego do Borel e Liziane Gutierrez
Instagram

Nego do Borel e Liziane Gutierrez

Os advogados de Liziane Gutierrez, a primeira eliminada de “A Fazenda 13”, estão preparando dois processos contra Nego do Borel. De acordo com o defensor Gil Ortuzal, as ações irão apurar, no âmbito civil e criminal, às ofensas proferidas pelo funkeiro contra a influencer.

Durante sua passagem por “A Fazenda 13”, Nego do Borel zombou da aparência de Liziane Gutierrez  e a comparou com o personagem Coringa. Não obstante, o cantor ainda fez uma imitação da influencer, mudando sua feição para se assimilar de forma pejorativa ao rosto da peoa. “A motivação é pelo fato da seriedade da ‘suposta brincadeira’, sendo que a dor e o sofrimento é da Liziane e não dele. Vale lembrar que as mulheres são maioria entre as vítimas de cyberbullying”, destacou o advogado, em conversa com o Uol.

“O comportamento do Nego do Borel, imitando o Coringa e associando à imagem de Liziane, em rede nacional, gerou um cyberbullying, de forma sistemática e repetitiva, principalmente nas redes sociais”, acrescentou ele.

Vítima de uma harmonização facial malsucedida, a aparência de Liziane foi alvo de comentários desde que foi anunciada como participante de “A Fazenda 13”. “Inúmeras publicações e comentários a ridicularizaram em razão dele e por conta dos procedimentos estéticos mal sucedidos, propiciando maior sofrimento a nossa cliente”, encerrou Ortuzal, que deve protocolar os processos durante a próxima semana. Até o momento, a assessoria de Nego do Borel não falou sobre este assunto.


Fonte: IG GENTE

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Expert em novelas, Marcos Michalak vai participar do documentário de “Carrossel”

Publicado


source
Marcos Michalak
Divulgação

Marcos Michalak


Quem procura informações sobre histórias muito bem arquitetadas e folhetins da melhor qualidade já deve ter dado de cara com o perfil de Marcos Michalak no Instagram. A página, criada pelo digital influencer e colunista do jornal “O Dia”, tem atualmente mais de 500 entrevistas com famosos, como  Susana Vieira, Rosamaria Murtinho, Lília Cabral, Tony Ramos, Francisco Cuoco, Juliana Paes e Thiago Lacerda, apenas para citar alguns exemplos.  

Com a boa repercussão, o trabalho do catarinense atravessou fronteiras e acabou chamando atenção de parte do elenco de “Carrossel”. Só para se ter ideia do sucesso: Jorge Granillo, que interpretou Jaime Palillo, Hilda Chávez, que fez Laura Gianolli, e  Gabriela Rivero, que até hoje é lembrada como a professora Helena Fernandes, aproveitaram a oportunidade e contaram curiosidades sobre a produção infantil que foi fenômeno nos anos 90. 

Henri Castelli e Marcos Michalak
Divulgação

Henri Castelli e Marcos Michalak


Como se isso não bastasse, Michalak ainda foi convidado para colaborar em um documentário que promete retratar a história dos alunos da Escola Mundial e será lançado em breve no streaming . “O convite foi um grande privilégio. ‘Carrossel’ foi um marco na minha infância como também, acredito, na de várias outras pessoas da minha geração”, disse, direto de Bananeiras, na Paraíba, onde estava cobrindo as gravações de “Operação Borboleta”, da Stairs Filmes, que conta com Henri Castelli, Paola Rodrigues,  Alexandre Borges e Oscar Magrini, entre outros atores. 


Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Entretenimento

Cancelamento de doc sobre Renato Russo e Legião Urbana deixa Leo Jaime chateado

Publicado


source
Leo Jaime e Renato Russo
Reprodução/Instagram

Leo Jaime e Renato Russo


Pelo visto, não são só os músicos  Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá, ex-integrantes da banda de rock, que estão descontentes com as últimas atitudes de Giuliano Manfredini, herdeiro de Renato Russo.  Leo Jaime também!

É que o  artista lamentou a não exibição de uma série documental, provisoriamente batizada de “As Cinco Estações”, que deveria ter estreado no Globoplay. Até onde se sabe, o trabalho não recebeu a autorização da Legião Urbana Produções para o uso das músicas e imagem do  cantor, cuja morte completou vinte e cinco anos no último dia 11.


Leia Também

“Participei de um documentário sobre Renato Russo. Foi comovente pra mim. E muito necessário e oportuno para quem ama sua obra! Fico triste em saber que não vão poder exibir. Revoltante”, começou dizendo por meio do microblog.

Entre os comentários, há frases como: “Sinceramente não consigo entender a mente desse filho”, “vaza na internet, ninguém precisa saber quem foi” e “este ‘ser’ que vive da herança sentimental de toda uma nação faz de tudo para apagar o nome do pai e toda uma Legião. Lamentável”.


Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana