conecte-se conosco


Mulher

8 dicas infalíveis de como masturbar um homem

Publicado

source

Women's Health

De todas as habilidades do seu repertório de sexo, masturbar um homem provavelmente não é algo que você faz com frequência. Não por não saber como lidar com um pênis, mas porque em algum momento depois do ensino médio, você deve ter deixado essa técnica de lado.

Leia também: Como enlouquecer um homem? 7 coisas que eles adoram na hora do sexo

casal arrow-options
shutterstock

Saber algumas técnicas de como masturbar um homem pode ser o segredo para surpreender o parceiro

“A masturbação definitivamente não acontece o suficiente entre adultos”, diz Vanessa Marin, terapeuta sexual de Los Angeles (EUA). “É uma pena, porque esta é uma ótima maneira de trazer prazer ao seu parceiro”.

As razões: primeiramente, ele tem a oportunidade de te ver tomar as rédeas de algo que ele normalmente faz. E dois, quando você faz algo com que não se envolve com frequência, o ato se torna infinitamente mais quente. Simplesmente porque é novo. “Nosso cérebro almeja novidade”, diz Marin – mesmo para algo que é totalmente comum para ele.

Então aqui está como como masturbar um homem , no caso de você ter esquecido ou pulado esse passo no caminho para se tornar uma expert no assunto.

8 dicas de como masturbar um homem

1. Comece com uma conversa

O bom sexo começa com o que você e seu parceiro querem – e ser capaz de falar sobre isso. A masturbação, apesar de “básico”, não é exceção. “A maneira mais fácil de descobrir o que funciona para ele é perguntar como ele gosta de se tocar”, diz Holly Richmond, terapeuta sexual e terapeuta matrimonial de Los Angeles (EUA). “Peça-lhe que mostre o que ele faz quando está sozinho e observe.”

Você não só terá uma noção geral de velocidade e movimento que ele usa, mas também poderá ficar excitada. “Para muitas pessoas, ver seu parceiro se masturbar é uma grande excitação”, acrescenta Richmond.

2. Tome nota do que você está fazendo

Cada homem e cada pênis é diferente (óbvio), mas para fins de masturbação, você pode dividi-los em dois campos: circuncidados e não circuncidados.

“Pênis circuncidados (aqueles que tiveram o prepúcio removido) estão acostumados a ser tocados na ponta, então você pode querer gastar um tempo extra nessa área”, diz Richmond. Os pênis incircuncisos também podem ser extremamente sensíveis ao redor da ponta (porque geralmente não são expostos). Então, com esse tipo, você provavelmente vai querer ver quão agressivo ele se masturba antes de chegar sua vez. Ele não consegue puxar o prepúcio para baixo, então anote.

Leia Também:  Mulher volta de salão com sobrancelhas que parecem “pintadas de canetinha”

Leia também: Como usar lubrificante? Veja diferentes tipos e dicas de especialista

3. Use lubrificante – sempre – para uma boa masturbação

Se você ainda não descobriu que o lubrificante torna tudo melhor, talvez você vá agora. “Quando se usa as mãos em vez da boca ou da vagina, que são molhadas por natureza, você precisa de lubrificante para minimizar o atrito do contato pele a pele”, explica Marin. “A masturbação se tornará muito mais suave e fácil para você e muito mais agradável para ele.”

Claro, você não precisa ser totalmente tradicional nessa hora. “Não há nenhuma razão para não usar um pouco de saliva para adicionar umidade”, acrescenta Richmond. Apenas saiba que enquanto o cuspe seca rapidamente, um bom lubrificante continuará lá.

4. Não tenha medo de por pressão

“Um grande problema que surge dos homens é que as mulheres são delicadas demais com o pênis”, diz Marin. Não é realmente sua culpa: “Como o clitóris é realmente sensível, tendemos a nos aproximar do pênis com mais sensibilidade do que o necessário. Você pode ser muito mais firme do que pensa”. Claro, você não quer apertar a ponto de deixá-lo roxo.

Então, como masturbar um homem na medida certa? “Coloque sua mão em torno do pênis e gradualmente aumente a pressão. Então, peça para ele dizer quando estiver o suficiente”, sugere Marin. Você provavelmente ficará surpresa com a pressão que ele realmente quer.

5. Misture sua técnica de mão

Provavelmente o cara está acostumado a fazer movimentos bem diretos para cima e para baixo. Afinal, ele faz isso desde uns 11 anos de idade. Então, quando você está o masturbando, o simples pode ser melhor. “Muitas mulheres fazem algumas técnicas complicadas com a mão”, diz Marin, “o que pode ser um pouco demais para ele”.

Seu conselho: mudar as coisas um pouco a cada minuto. Isso não significa parar o que você está fazendo e reiniciar com um tipo de toque totalmente diferente, mas “faça um ligeiro ajuste, como usar um pouco mais de pressão ou ficar um pouco mais lento ou mais rápido”, diz ela.

Tem algumas técnicas diferentes que você pode alternar e, gradualmente, fazer a transição entre elas. Por exemplo, tente colocar sua mão inteira ao redor da base de seu pênis e faça um leve movimento de torção (novamente, com lubrificante!) ao mover seu eixo para cima e para baixo. Em seguida, mude para deslizar apenas o polegar e o dedo indicador (imagine o sinal de “ok” com a mão) para cima e para baixo do pênis, mais rápido.

Leia Também:  Da alergia à tinta falsa: 5 tentativas de fazer as sobrancelhas que deram errado

6. Use as duas mãos

Falando de técnica, uma maneira de fazê-lo gozar rápido (que é meio que o objetivo quando seus braços se cansam, certo?) é trazer as duas mãos para o trabalho. “Ele provavelmente está acostumado a usar apenas uma mão quando se masturba, então, se você usar duas, estará adicionando emoção e estímulo logo de cara”, observa Richmond.

Além disso, usar duas mãos mostra que você está realmente investindo em um bom desempenho. “Ele estará muito mais envolvido com o trabalho de mão se souber facilmente que você também é”, diz Marin.

7. Invista em diferentes áreas

Bom, quero dizer (principalmente) seus testículos. “Não deixe-os de fora, a menos que você saiba que o homem não curte”, diz Marin. Essa área geralmente é bem simples: “Embale-as suavemente em uma mão, esfregue seus dedos ao redor delas ou toque levemente a área entre os dois testículos, que é super-sensível”.

Você também pode tentar espalhar sua mão de modo que agarre-os entre os dedos (não aperte.) “Ou passe um dedo do topo para baixo, acrescenta.”

E não pare por aí: “A área entre o pênis e ânus, o períneo, tem toneladas de terminações nervosas, então você pode tocar lá também”, diz Richmond. Ele também pode gostar de um pouco de ação na área anal, mas sempre pergunte primeiro. Nunca se sabe.

Para pênis circuncidados, acariciar a área onde sua cabeça encontra seu eixo, bem como a própria ponta, pode ser extremamente estimulante para ele também.

Leia também: Tudo que você precisa saber (e ninguém te conta) sobre as preliminares

8. Preste atenção às sugestões

Falar sobre o que não gosta é super importante – especialmente no caso da masturbação, quando você realmente poderia causar-lhe alguma dor. Idealmente, seu parceiro lhe dirá quando ele está desconfortável ou simplesmente não gosta de algo, mas de qualquer forma, “preste atenção à sua linguagem corporal, que lhe dirá tudo sobre como se sente”, diz Richmond. Isso inclui suas expressões faciais, gemidos (felizes), ritmo de respiração e – o óbvio – a força de sua ereção.

Caso você esteja se perguntando, “é perfeitamente possível usar a masturbação como o principal evento sexual do que apenas preliminares”, continua Richmond. “Todos nós queremos ser tocados – isso cria uma oportunidade para um novo nível de intimidade.”

Então aí está, pessoal: como masturbar um homem da melhor forma possível está finalmente em suas mãos… E esperançosamente ficará para o resto de sua vida adulta.

Fonte: IG Delas
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mulher

Homem precisa de cirurgia no pênis após ereção de 36 horas

Publicado

source

Um homem de 41 anos viveu uma experiência inusitada e incrivelmente perigosa relacionada à “ereção mais duradoura de sua vida”. De acordo com Eliott Rossiter, 36 horas foi o tempo em que seu pênis manteve-se ereto, o que exigiu que ele passasse por um procedimento cirúrgico. 

homem com dor arrow-options
Reprodução/SWNS

Eliott viveu uma ereção de 36 horas

Ao portal SWNS  o homem conta que a ereção, que “não foi sexual de nenhuma maneira”, surgiu de forma inesperada durante uma visita a uma amiga na cidade de Nice, na França. Na época, em 2016, Eliott lutava contra uma dependência de analgésicos e aquela foi a primeira situação em que decidiu não tomá-los. 

Leia mais: Como enlouquecer um homem (ou uma mulher) na cama

“Não estava acontecendo nada demais. Estávamos conversando e a ereção simplesmente apareceu. Tentei contar à minha amiga, Jenny, mas era muito constrangedor”, recorda ele, que diz que a ereção era “muito maior do que de costume”. 

“Eu esperei por mais de uma hora e simplesmente não resolvia. Tentei me aliviar da maneira tradicional, mas também não resolveu”, disse. Após 19 horas de “agonia”, o homem precisou ir ao hospital.

Leia Também:  Como tarefas simples – como lavar louças – te ajudam na evolução interior

Depois de injeções para reverter a ereção sem sucesso, Eliott foi diagnosticado com priapismo, uma espécie de exagero do apetite sexual e que, no caso dele, foi causado pelo excesso de analgésicos. Caso negligenciada, a condição pode oferecer sérios riscos e até destruir o tecido do pênis. 

O tratamento para o priapismo também não é nada agradável. Para drenar o sangue acumulado no músculo, um pequeno furo foi feito no órgão, o que segundo o homem, deixou-o “aterrorizado”. Felizmente, a cirurgia foi um sucesso e não deixou sequelas além de uma pequena cicatriz. 

Fonte: IG Delas
Continue lendo

Mulher

Existe hora certa para elogiar os filhos?

Publicado

source

Um elogio é uma observação, um comentário favorável sobre alguma coisa, sobre alguém, ou sobre algum fato ocorrido, o elogio tem como função geralmente mostrar satisfação, ou dar um incentivo em relação a algo.

Leia também: Os pais e a dificuldade de entender o que os filhos querem

mãe e filho arrow-options
shutterstock

Você elogia o seu filho o tempo todo? Repensar o hábito pode ser importante par ao desenvolvimento dele

Mas se um elogio é algo tão positivo, porque tem que ter uma hora certa para elogiar?

Estamos falando aqui de mães e pais que confundem elogios com mimo, não conseguem diferenciar os dois e acabam mimando os filhos achando que estão elogiando.

Uma criança pequena come tudo o que esta no prato, a mãe diz:

“Parabéns!! Você comeu tudo”, ou a mãe diz, “Parabéns!! Você comeu tudo, você é o menino mais lindo do mundo, amanhã vai ganhar uma bola”. Nós dois casos são elogios, mas no segundo caso ele esta sendo mimado, ele não precisa ganhar um premio por ter feito uma tarefa básica que é comer.

Você não precisa elogiar o seu filho por coisas que ele simplesmente tem que fazer, ele tem que escovar os dentes, ele tem que tomar banho, ele tem que comer as refeições, ele tem que ir dormir na hora determinada, ele tem que ir a escola, tem coisas que ele tem que fazer.

Leia Também:  Saiba como montar uma mesa temática de festa junina de forma criativa e simples

Quando a criança está aprendendo a fazer essas coisas sozinha, ela precisa sim ser incentivada para isso, mas a partir do momento em que ela ja sabe fazer,  porque continuamos agindo como se as crianças não fossem fazer coisas básicas a menos que os incentivemos, isso é um erro

Leia também: O que fazer para estimular a independência dos filhos?

Quando elogiamos nossos filhos por atos corriqueiros, atos que eles devem fazer independente de incentivo, estamos dizendo para os nossos filhos que eles somente devem cumprir suas obrigações quando tiverem algum tipo de recompensa, mesmo quando a recompensa é somente um elogio.

Se trouxermos isso para a vida adulta, imagine um adulto tendo que ser elogiado porque lavou a roupa ou escovou os dentes, ou ainda porque colocou o prato na pia, isso é surreal não é? Mas será que não é assim que estamos criando nossos filhos?

Alguns pais estão o tempo todo elogiando/mimando as crianças, as crianças acabam aproveitando, mas tornam-se dependentes disso, vão crescendo achando que isso é normal e um pouco maiores, quando estão no mundo real e isso não acontece tanto, começam então os problemas, se frustram, e não entendem porque tudo que fazem não é mais valorizado como antes.

Leia Também:  Como tarefas simples – como lavar louças – te ajudam na evolução interior

Crianças mimadas acham que merecem tudo e mais um pouco, mas de quem é a culpa delas ficarem assim?

Acho que já está claro de quem é a culpa, querendo fazer o melhor, estragamos nossos filhos, estamos sempre tão ocupados que queremos compensar de qualquer maneira o que deixamos de fazer.

Leia também: Obediência: muito almejada, pouco conquistada

Esse texto não é pra te dizer que você não deve elogiar o seu filho, mas que existe uma maneira certa e uma hora certa de fazê-lo, não elogie para compensar, para acalmar, não elogie para ficar bem com você mesmo, elogie quando ele merecer.

Pare para observar o seu filho, você vera que ele é muito capaz, deixe que ele desenvolva a sua capacidade, não cerceie isso fazendo elogios desnecessários e muitas vezes falsos.

O comportamento dos adultos, são repetições da infância, quando uma criança aprende ou sente uma coisa de uma determinada maneira, ela tende a repetir pelo resto da vida, muita atenção ao que passamos aos nossos filhos, isso fara com que eles sejam adultos felizes e ajustados.

Fonte: IG Delas
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana