conecte-se conosco


Geral

Estado lembra redução do quadro nos últimos seis anos e nomeia 30 novos delegados para a Polícia Civil; veja lista

Publicado

Os nomeados passarão por formação técnica na Academia da Polícia Civil e depois da conclusão do curso serão lotados em unidades conforme definição do Conselho Superior de Polícia [Foto –PJC]

O Governo do Estado de Mato Grosso nomeou mais 30 novos delegados que reforçarão as atividades da Polícia Civil no interior do Estado. A nomeação foi publicada na edição desta quinta-feira (9), no Diário Oficial do Estado. A convocação ocorre em razão da necessidade de recomposição do quadro de delegados, que vem sofrendo redução crescente nos últimos seis anos.

A reposição no quadro de delegados está relacionada ao serviço essencial de segurança pública prestado pela Polícia Civil, que não pode sofrer interrupção, especialmente em relação a investigações criminais, acolhimento de vítimas e no combate à corrupção.

“Até o início de 2022 teremos novos delegados que poderão, de maneira importante, contribuir na prestação dos serviços de qualidade para a Polícia Civil à sociedade mato-grossense”, assegurou o governador Mauro Mendes.

Mesmo com a crise em decorrência da pandemia do novo coronavírus, restrições na circulação de pessoas e serviços, os atendimentos da Polícia Civil não sofreram interrupções, a exemplo dos registros de boletins de ocorrências, investigações, locais de crime, diligências, instauração e conclusão de inquéritos policiais, assistência a mulheres e crianças vítimas de violência doméstica, entre outras ações diárias.

Nos primeiros oito meses deste ano, a Polícia Civil registrou uma média diária de 54,83 flagrantes, 668 oitivas e 38 solicitações de medidas protetivas.

Entre os procedimentos registrados foram 1.816 autos de investigação e 11.931 Termos Circunstanciados de Ocorrência e instaurados 27.102 inquéritos policiais.

O delegado-geral da instituição, Mário Dermeval de Resende, informa que dentro dos próximos 30 dias, a Polícia Civil fará a posse dos novos delegados, que depois participarão da formação técnica. “A Academia focará bastante na parte prática, na investigação aliada às peculiaridades do estado. Os novos profissionais também terão conhecimento e treinamento das novas tecnologias, como o inquérito policial eletrônico e outras ferramentas que foram agregadas ao sistema para ampliar o escopo de investigação e de modernização da Polícia Civil. Desejo as boas vindas aos novos profissionais da Polícia Civil de Mato Grosso, que vão ocupar espaços em cidades que estão sem profissional titular, mas que a partir do próximo ano terão um delegado, além daquelas que receberão um reforço”, observou o gestor.

Os 30 delegados nomeados passarão por formação técnica na Academia da Polícia Civil e depois da conclusão do curso serão lotados em unidades conforme definição do Conselho Superior de Polícia.

Lista dos nomeados

Class. Inscrição Nome Nascimento Documento NFI
47 10002364 RAONI BARCELLOS GREGORIO PINTO 20/10/1989 230987471 RJ 105.14
48 10006516 ALEXANDRE SEGRETO DOS ANJOS 08/02/1979 122728 RJ 105.02
49 10003671 FABRICIO GARCIA HENRIQUES 19/06/1986 207234121 RJ 104.81
50 10017512 GUILHERME CAMPOMAR DA ROCHA 06/09/1991 4091178824 RS 104.68
51 10015662 MATHEUS PRATES DE OLIVEIRA 23/10/1986 10829834 MG 104.44
52 10007074 VICTOR DE ALENCAR ARAUJO MOTTA 26/08/1988 18864635 AM 104.29
53 10013654 GUILHERME POMPEO PIMENTA NEGRI 20/05/1987 14642174 MT 104.26
54 10030531 TIAGO MARQUES PACHECO 17/01/1986 205929359 RJ 104.18
55 10015214 MARCEL SOARES ABDON 27/10/1989 2073789 RN 104.17
56 10003891 MARCELO FERREIRA DE MENEZES 14/09/1988 218408011 RJ 104.05
57 10012856 RONALDO BINOTI FILHO 27/09/1988 2232648 ES 104.01
58 10012428 BRENO HOULY PALMEIRA 29/11/1991 32377592 AL 103.99
59 10018642 MARCOS MARTINS BRUZZI 07/07/1986 202647681 RJ 103.99
60 10005800 TIAGO MADLUM ARAUJO 13/10/1989 462051870 SP 103.98
61 10017980 PATRICK BUENO GUEDES 24/09/1985 120972633 RJ 103.96
62 10022588 MICHELE CASTRO DOS REIS 02/08/1989 15438608 MG 103.76
63 10005893 MARLON RICHER NOGUEIRA 27/09/1988 18407692 MT 103.72
64 10004914 PAULA CECILIA DE SANTANA ALVES 28/09/1990 31765629 SE 103.57
65 10009131 RAFAEL DA ROCHA MARTINS FRANKLIN 24/01/1986 2275457 PI 103.52
66 10010069 DYULRIMAN PINTO DE ANDRADE FILHO 10/04/1989 09946772 MT 103.46
67 10030298 CAIO LEMGRUBER TABORDA 03/08/1993 79131520 PR 103.41
68 10018910 JOAO LUCAS WANICK MATTOS GUIMARAES 27/06/1990 3073983 ES 103.41
69 10017002 LUCAS ALVES SILVA CALAND 21/10/1994 3275818 PI 103.38
70 10017140 FABRICIO PAGAN 13/09/1983 4363895 GO 103.36
71 10004613 THIAGO MARQUES BERGER 20/04/1988 1783144 ES 103.18
72 10004849 JEAN ANDRADE ARAUJO 22/01/1985 12535202 MG 103.03
73 10015083 RAFAEL FAVRETO MACHADO 25/02/1987 94816700 PR 103.03

CARGO: DELEGADO DE POLICIA SUBSTITUTO – PCD

Class. Inscrição Nome Nascimento Documento NFI
2 10004014 EDEVILGES FELIPEDE OLIVEIRA NETO (subjudice) 1198090 DF 102.27
8 10015491 RENATA SILVA EVANGELISTA (Subjudice) 12050204 MG 84.51
10 10006373 MARCOS PAULO BATISTA DE OLIVEIRA 24/07/1979 50318 DF 78.54

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Em 24 horas, Mato Grosso registra 3 mortes e 341 novos casos de Covid; ocupação de UTIs segue em 27%

Publicado

Há 76 internações em UTIs públicas e 37 em enfermarias públicas

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (21), 544.570 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 13.904 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 3 mortes e 341 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 544.570 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 1.852 estão em isolamento domiciliar e 528.225 estão recuperados.

Devido à manutenção na base de dados do sistema oficial do Ministério da Saúde, não foi possível publicar o Ranking da Vacinação em Mato Grosso nesta semana. A perspectiva é de que o Ranking seja atualizado até a próxima terça-feira (26).

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 76 internações em UTIs públicas e 37 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 27,64% para UTIs adulto e em 6% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (113.050), Várzea Grande (40.003), Rondonópolis (38.234), Sinop (26.216), Sorriso (18.383), Tangará da Serra (17.792), Lucas do Rio Verde (15.695), Primavera do Leste (14.778), Cáceres (11.922) e Alta Floresta (10.756).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 404.835 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 85 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na quarta-feira (20), o Governo Federal confirmou o total de 21.680.488 casos da Covid-19 no Brasil e 604.228 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 21.664.879 casos da Covid-19 no Brasil e 603.855 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta quinta-feira (21.10).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Continue lendo

Geral

Cidade de MT receberá recursos da Defesa Civil Nacional para combater incêndios florestais

Publicado

Cáceres, receberá R$ 143,8 mil para a compra de equipamentos de proteção individual (EPIs) e aluguel de caminhão-pipa [Foto – Mayke Toscano]

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), vai repassar cerca de R$ 2 milhões a quatro cidades do País atingidas por desastres naturais. A autorização para liberação dos recursos foi publicada na edição desta quinta-feira (21) no Diário Oficial da União (DOU).
A maior parte do recurso será destinada ao município de Peruíbe, no litoral do estado de São Paulo, que foi atingido por chuvas intensas. O repasse será usado em obra de estabilização e proteção de encosta, com construção de muro de concreto, solo grampeado verde e sistema de drenagem. Também será recomposta pavimentação em áreas danificadas.
No Paraná, duas cidades receberão recursos. Atingida pela estiagem, Cascavel vai contar com R$ 377,6 mil para aluguel de caminhão-pipa para distribuição de água potável para a população, além de compra de cestas básicas e de combustível. E Jandaia do Sul terá acesso a R$ 147,2 mil para restabelecimento de estruturas atingidas por queda de granizo, como a Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Rica, a Casa Lar, a CMEI Delfina Vinholi, a Escola Municipal Monteiro Lobato, a Casa de Cultura e a Delegacia de Polícia Civil, entre outros.
Já Cáceres, em Mato Grosso, vai contar com R$ 143,8 mil para a compra de equipamentos de proteção individual (EPIs) para a equipe responsável por combate a incêndios florestais no município, além de aluguel de caminhão-pipa.
Também nesta quinta-feira, a Defesa Civil Nacional repassou R$ 6,7 milhões ao estado do Mato Grosso do Sul para ações de combate a incêndios florestais. Este é o segundo repasse do MDR ao estado para esse fim. Em agosto, o a Pasta já havia repassado R$ 8,6 milhões, totalizando R$ 15,3 milhões.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana