conecte-se conosco


Turismo

4 praias no Rio de Janeiro para relaxar sem aglomeração

Publicado


source

Apesar da pandemia, o  Rio de Janeiro continua lindo.  Se você pretende viajar pra lá em breve, o ideal é escolher praias mais vazias e reservadas para matar a saudade do mar. Gustavo Mariotto, porta-voz da ViajaNet indica quais as praias ideais para quem pretende visitar o Rio de Janeiro em breve.

praia
Freepik/reprodução

Apesar de não parecer, o Rio de Janeiro tem praias vazias perfeitas para você que foge da aglomeração

Sem esquecer da segurança na hora de viajar , anote as melhores praias do Rio de Janeiro e aproveite seu passeio sem medo de ser feliz! 


1 – Praia do Perigoso

praia do perigoso
Flickr/Rique Vianna

A praia do perigoso é na região de Grumari e bem vazia

Conhecida como uma das praias intocadas do Rio de Janeiro (por conta da trilha de uma hora para chegar até ela), a Praia do Perigoso é distante da área urbana da cidade. “Ela se destaca pela natureza intocada, por ser uma praia selvagem, com boa área e orla para práticas de esportes, permitindo a realização de trilhas e rapel”. A praia está localizada na Zona Oeste da capital, na Barra de Guaratiba, a 60 km do centro da capital fluminense.

2 – Praia do Sossego

praia
Flickr/Luiz Flavio

A Praia do Sossego já vende o relaxamento pelo nome

Localizada em Niterói, o nome já diz tudo: sossego. Além de vazia, ela é tranquila e fica entre as praias de Piratininga e Camboinhas. “Para chegar ao destino é preciso passar por uma trilha de terra. A Praia do Sossego apresenta areia fina, ondas com águas limpas e meio esverdeadas”, diz Mariotto.

3 – Praia do Grumari

praia
Flickr/Ruy Barbosa Pinto

A praia de Grumari é perfeita para um dia de praia relaxante

Localizada em uma reserva ambiental, a praia tem cerca de 2,5 quilômetros de extensão. “Considero uma das praias mais bonitas do país. Com vegetação de restinga, ambiente rochoso e morros. Praia tranquila, com infraestrutura básica para atender os banhistas e visitantes, e também é muito vista por pessoas que praticam o surf”, diz o especialista.

4 – Prainha

prainha
Flickr/Rodrigo Martins

A prainha é um local pequeno e reservado dentro da cidade do Rio

Na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, este paraíso fica em uma área de preservação ambiental, com Mata Atlântica, águas límpidas e também esverdeadas. “Praia um pouco distante, onde o melhor acesso é de transporte privado, apresenta apenas 150 metros de faixa de areia, mas é um destino lindo para aproveitar a natureza, renovar as energias, e dar um bom mergulho”, diz.

Fonte: IG Turismo

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

Cearense se revolta ao visitar o Grand Canyon: “Em Quixadá tem isso tudo”

Publicado


source
Cearense se revolta ao visitar o Grand Canyon
Reprodução/Twitter

Cearense se revolta ao visitar o Grand Canyon

O Brasil tem destinos truísticos que não perdem em nada para os internacionais, como um rapaz do Ceará bem descobriu. Viralizou nas redes sociais um vídeo de um jovem que foi visitar o Grand Canyon e decepcionou muito com o que encontrou por lá. Na opinião dele, é possível ver tudo aquilo em Quixadá, cidade do interior cearense conhecida por suas formações rochosas.

“O povo: ‘vai lá no…, não sei nem o nome. Ai Utah, Estados Unidos’. Oh besteira. Vim lá da casa do caralh* para ver essa porr*. Paguei 30 dólares para entrar. Quixadá tem isso aqui também. Tem um monte de besta ali atrás para tirar foto. Quixadá tem tudo isso, tem até ET lá e eu vim aqui feito besta”, reclamou o cearense em um vídeo que já tem mais de 470 mil visualizações.


Fonte: IG Turismo

Continue lendo

Turismo

O que você nunca deve fazer em diversos países do mundo, segundo quem mora lá

Publicado


source
holanda
Divulgação

Cuidado com que pergunta ou por onde anda se estiver em Amsterdã, na Holanda

Antes de vijar, mais do que decidir  o que colocar na mala , vale entender um pouco sobre o comportamento e a cultura locais dos países que pretende visitar. Para ajudar os futuros turistas, que pretendem retomar as viagens internacionais quando a pandemia passar, um tópico no fórum online Reddit tem feito sucesso reunido dicas de moradores locais de diversos lugares do mundo. 

A thread começa com a seguinte pergunta: “O que os turistas nunca devem fazer em seu país?”. O jornal britânico Daily Mail destacou as melhores respostas – e algumas podem significar colocar ou não a sua vida em risco!

Vai para a Austrália? Não toque em nada! 

Segundo o jornal, quem começou com as dicas foi um australiano – e ele colocou um certo medo nos turistas que pensam conhecer o seu país. “Não toque em nada na Austrália porque tudo quer matar você”, escreveu o usuário. Logo outro completou: “Não fique perto de um crocodilo, não toque em uma cobra, não tente comer uma aranha vermelha”. 

Alerta de perigo nos Estados Unidos

Para aqueles que pretendem trocar as metrópoles norte-americanas por viagens que explorem a vida selvagens e as regiões mais áridas dos Estados Unidos, algumas dicas. 

“Aqui nos Estados Unidos, na região sul de Utah, temos muitas esculturas rochosas incríveis. Não escreva nelas! São estruturas raras, formadas por anos e anos de erosão, não são algo que você possa escrever seu nome nelas”, postou um usuário. 

Outros lembraram que Yellowstone é um parque maravilhoso, mas cheio de animais selvagens, melhor não se arriscar por lá. E também nada de pisar em fontes de águas quentes termais ou seu pé vai “torrar”. 

Cuidado como que fala e por onde anda na Holanda

Holanda é um local no qual se anda muito de bicicleta e, segundo os locais, vale lembrar que as ciclovias são feitas para quem está sob duas rodas, e não pedestres. “Os holandeses agradecem”, completou um usuário. 

E mais um alerta: “Nunca pergunte: Você é da Holanda! Você é de Amsterdã? Fuma maconha o tempo todo?”. 

Mais respeito na Alemanha

Um usuário do Fórum se mostrou indignado com pessoas que visitam os campos de concentração da Alemanha e ficam tirando selfies para postar em seus perfis nas redes sociais. Segundo ele, tudo bem registrar aquele momento, mas é preciso respeito pela história e nada de selfies ou fotos exageradas. 

Fonte: IG Turismo

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana