conecte-se conosco


Geral

Várzea Grande vai instalar barreiras sanitárias nos bairros com maior incidência de Covid; Cristo Rei e Centro lideram

Publicado

Levantamento feito pela Secretaria Municipal de Saúde em parceria com a UFMT apontou as maiores taxas de contaminação da doença

O sucesso obtido em 16 dias de funcionamento das Barreiras Sanitárias nas entradas de Várzea Grande que atendeu 34 mil pessoas, levou a Secretaria Municipal de Saúde a colocar em prática o Plano de Ação –Várzea Grande contra a COVID 19, uma nova modalidade de atuação que são os bloqueios por regiões ou bairros que apresentaram conforme o 5º Informe Epidemiológico publicado no site oficial do município (www.varzeagrande.mt.gov.br) a maior incidência de casos da Coronavírus.
O Informe epidemiológico é feito pela Secretaria Municipal de Saúde de Várzea Grande em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e está livre para consultas apresentando dados estatístico da
pandemia e sinalizando que as medidas adotadas surtiram os efeitos esperados, mas que se faz necessária a continuidade das ações, principalmente de distanciamento social, de meios de segurança  como uso de máscaras e de higienização.

De acordo com o estudo, os bairros Cristo Rei e o Centro têm a maior incidência da doença, com 50 e 52 infectados, respectivamente.  De acordo com o mapa, a região do Parque do Lago, aparece na sequência, com 42 casos. Na sequencia está o bairro Jardim Glória, uma média de 30 pessoas infectadas.  Os bairros Mapim, Nova Várzea Grande e Cohab Santa Isabel registram em média 20 casos ativos do coronavírus. A região da Manga, Figueirinha e Jardim dos Estados possuem no máximo 15 casos da doença.  Já os bairros Ponte Nova e Vila Ipase possuem o menor índice de infectados da cidade, com no máximo 10 casos ativos.

De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria de Estado e Saúde (SES), na tarde desta quarta-feira (5), Várzea Grande é a segunda cidade com maior número de infecções da Covid-19. Até a notie desta nesta quarta-feira (4), eram 4.754 casos confirmados  de Covid-19. Desses, 324 acabaram não resistindo e perderam a vida para da doença. O número de curados é de 3.873.

Plano de ação

Nesta quarta-feira começou efetivamente funcionar o Plano de Ação – Várzea Grande contra a COVID 19. Quinta e sexta-feira, das 8h às 17h, uma equipe composta por agentes da Vigilância Sanitária, Guarda Municipal, Polícia Militar e funcionários das secretarias municipais de Governo e Saúde estão na Avenida Julião de Brito, em frente à antiga Policlínica, hoje Clínica de Atenção a Família, Dr. Lúcio Macedo, região do Grande Parque do Lago, realizando a blitz e abordando motoristas e pedestres, além de moradores convidados a serem atendidos com consultas
médicas, exames e medicamentos.
Na sexta-feira e sábado (7 e 8) a ação será realizada no bairro Residencial José Carlos Guimarães, também das 8h às 17h. A prefeita Lucimar Sacre de Campos e o senador Jayme Campos acompanharam os primeiros atendimentos e reafirmaram a disposição da gestão em não deixar que falte atendimento médico, exames e medicamentos de espécie
nenhuma para aqueles que necessitarem o Sistema Único de Saúde – SUS, que é gratuito e eficiente, bastando que todos cumpram seu papel.
“Estamos juntos, unidos buscando enfrentar um adversário que não escolhe cor, raça, religião, condição financeira e que já está próximo de 19 milhões de pessoas no mundo e de 700 mil óbitos, portanto, os funcionários da saúde de uma maneira em geral e os gestores públicos tem que se redobrar junto com a população para buscar uma solução definitiva para a pandemia da COVID 19”, disse Lucimar Sacre de Campos que acompanhou pessoalmente os primeiros atendimentos e está cobrando de sua equipe resultados que estão se traduzindo na recuperação na cura de mais de 80% do  total de contaminados.
“Na abordagem conversamos com cada motorista, pedestre ou morados, verificamos a temperatura, fazemos uma entrevista, preenchemos um formulário, para podermos ter uma estatística ao final de todo dia. Os moradores são atendidos na unidade de saúde e os motoristas não precisam sair do veículo. A ação é similar ao serviço prestado nas barreiras sanitárias que realizamos nas entradas da cidade em julho. Caso a pessoa tenha algum sintoma encaminhamos imediatamente aqui para a Clínica de Atenção a Família, que dispõe de testes rápidos, serviço médico e vacinação para H1N1. Também abordamos os pedestres e orientamos sobre os cuidados que devem ser tomados para evitar o contágio da doença, como o uso de máscaras e higienização. Nosso objetivo não é somente de
averiguarmos casos suspeitos, mas também fazer uma ação educativa levando orientação à população”, explicou o secretário de Governo e coordenador da Vigilância Sanitária em Várzea Grande, coronel Alessandro Ferreira da Silva.
De acordo com o secretário de Saúde, Diógenes Marcondes, o Plano de Ação – Várzea Grande contra a COVID 19 nos bairros está sendo coordenada pela equipe de Saúde e destacou que nos casos das localidades que não possuem
o serviço de atenção básica, como é o caso do bairro José Carlos Guimarães, será montada toda uma estrutura para a realização de testes rápidos, vacinação de H1N1, serviço de tele consulta médica e orientação em geral.
“Após avaliação positiva das barreiras sanitárias realizadas em julho, o Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus, avaliou que seria indispensável estender o serviço aos bairros. Usamos para isso o mapeamento de incidência de casos realizado pela UFMT. O resultado de todo esse trabalho será importante, pois levaremos à população serviços médicos, orientações, testes rápidos, medicamentos e todo atendimento necessário para se evitar e conter a propagação da Covid-19. É uma determinação da prefeita Lucimar Sacre de Campos, que os serviços
atinjam o maior número possível de pessoas”, disse o secretário Diógenes Marcondes.
INVESTIMENTOS EM SAÚDE – A prefeita Lucimar Sacre de Campos verificou pessoalmente o início dos trabalhos do Plano de Ação no Parque do Lago e destacou novos investimentos na atenção básica do município.
“Conversei com os moradores que vieram a unidade de saúde ou foram abordadas nas ruas e constatamos que é necessária essa aproximação do Poder Público junto à sociedade nesse momento de pandemia. Muitos souberam da ação e vieram receber os serviços de saúde. Todos estão tendo a oportunidade de ter atendimento especializado, realizar testes, receber medicamentos em casos de positivação do resultado, além de estendermos a vacinação da H1N1.
O senador Jayme Campos também sinalizou apoio total a todos os municípios de Mato Grosso para que não faltem recursos para se promover uma saúde de melhor qualidade. “Já conseguimos liberar R$ 40 milhões para mais de 100 cidades levando em consideração a população de cada uma e estamos trabalhando para mais recursos junto ao Ministério da Saúde, pois os gestores municipais e o governador Mauro Mendes necessitam de recursos disponíveis para fazer o enfrentamento a pandemia.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Prova teórica para habilitação será 100% digital em Mato Grosso

Publicado


Com isso o Detran-MT avança na modernização dos procedimentos para a formação de condutores no Estado [Foto – Gilia Amaral]

A partir de agora, todas as unidades do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) já contam com computadores instalados para a realização da prova teórica digital, mais um importante passo na modernização dos procedimentos para a formação de condutores no Estado.

Para a realização dos exames, foram adquiridos 300 computadores e leitores biométricos pelo Detran-MT que foram instalados em todas as unidades de Cuiabá, Várzea Grande e interior do Estado.

Segundo o presidente da Autarquia, Gustavo Vasconcelos, a implantação da prova teórica digital é um dos maiores projetos desenvolvidos pelo Detran-MT em parceria com a Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) na área da habilitação.

“Um dos focos do Detran com a modernização dos sistemas é levar mais qualidade e agilidade do serviço ao cidadão, bem como coibir possíveis fraudes no processo para a obtenção da habilitação no Estado”, destacou Vasconcelos.

Até então, apenas 22 cidades contavam com a estrutura para a realização da prova teórica digital. Agora, todas as unidades do Detran-MT poderão ofertar o exame no formato digital, otimizando tempo e recurso público com a impressão de provas manuais.

Os exames digitais já estão sendo disponibilizados aos candidatos com processo em andamento para a obtenção da CNH, aos motoristas que precisam fazer o curso de reciclagem para condutor infrator e também aos que precisam fazer o curso de atualização.

O diretor de Habilitação do Detran-MT, Alessandro de Andrade, explica que o Detran vem avançando no quesito segurança em todas as etapas do processo para a obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

“Além das provas não serem mais manuais, os exames em formato digital possuem identificação biométrica do candidato e examinador”, explica Alessandro.

Evolução do processo

Para chegar na fase final de implantação da prova teórica digital, foram diversas etapas vencidas, desde a revisão e atualização pela Escola Pública de Trânsito do Detran-MT do banco de questões do exame teórico (que reúne 2.500 perguntas de múltipla escolha, e precisava ser digitalizado); a implementação da biometria para comprovação da presença do candidato em sala de aula, bem como do examinador, entre outras etapas.

O diretor de Habilitação do Detran-MT, Alessandro de Andrade, relata que foram fases de muito estudo e trabalho por parte do Detran-MT e da MTI para chegar nesse novo momento do processo para formação de condutores em Mato Grosso.

“Saímos de uma época de morosidade de até 60 dias para a aplicação dos exames teóricos, com recorrentes casos de fraudes, e agora trazemos mais segurança, agilidade e transparência nessa etapa para a obtenção de um documento tão importante como a CNH”, falou.

O diretor presidente da MTI, Antônio Marcos Silva de Oliveira, destaca que o Detran-MT é uma das autarquias mais importantes do Estado e o principal parceiro da MTI.

“Sabemos da importância do Detran no dia-a-dia e na rotina do cidadão mato-grossense. Modernizar os seus serviços significa que estamos melhorando diretamente a qualidade de vida dos cidadãos, dando ainda mais agilidade, facilidade de acesso e transparência aos serviços públicos”, disse.

Prova teórica  

O exame teórico é uma das etapas para a obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e antecede o curso prático de direção. No mês de setembro, o Detran-MT vai concluir mais de 7 mil exames teóricos com candidatos que estavam aguardando em todo Estado. A realização dos exames havia sido suspensa desde o início da pandemia do novo coronavírus em Mato Grosso.

 

 

Continue lendo

Geral

Estado realiza Chamada Pública às prefeituras e prevê construção de 3 mil casas populares em 25 municípios

Publicado

Prefeituras interessadas terão até o dia 10 de novembro para enviar documentação

O Governo de Mato Grosso publicou no Diário Oficial do Estado da sexta-feira (25) o chamamento público para as prefeituras interessadas na construção de casas populares. O projeto habitacional recebeu o nome de Casa-MT.

Para participar as prefeituras deverão aderir ao programa fazendo um cadastramento junto ao MT Participações e Projetos S.A (MT PAR). Também precisam disponibilizar, por meio de doação, uma área pública para a construção do empreendimento.

Caso necessário, as prefeituras terão que dar aportes físicos ou financeiros para tornar as unidades habitacionais mais acessíveis a seus munícipes, oferecendo a infraestrutura adequada como o asfaltamento das vias e iluminação pública.

A seleção da empresa para a construção do empreendimento será feita pela prefeitura, via chamamento público. Os municípios, juntamente com as empresas contratadas, apresentarão os projetos à Caixa Econômica Federal para análise de viabilidade, em atendimento às exigências do Programa Casa Verde e Amarela.

Segundo estudo do MT PAR, só na primeira etapa do programa – lançada em março deste ano – serão investidos R$ 340 milhões para a construção de 3 mil casas, em 25 municípios, gerando cerca de 8,5 mil empregos diretos e indiretos.

O presidente do MT PAR, Wener Santos, afirma que o projeto é desafiador e entregará casas de qualidade para os mato-grossenses.

“Oportunizar o sonho da casa própria para milhares de famílias de baixa renda é uma realização muito grande. Em alguns municípios os empreendimentos já estão tomando forma e famílias foram contempladas, como é o caso de Tapurah”, disse.

O Casa-MT é fruto de parceria entre as prefeituras, Caixa Econômica Federal e Governo do Estado, por meio do MT PAR e da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc).

“O objetivo dessa parceria é fazer casas maiores e melhores com viabilidade econômica para pessoas de baixa renda, gerando emprego e fomentando a economia”, finalizou.

Como participar

As Prefeituras interessadas em participar da chamada pública deverão preencher um formulário para realização de cadastro, disponível no site do MT PAR (www.mtpar.mt.gov.br).

A documentação solicitada deverá ser protocolada até às 17h30 do dia 10 de novembro de 2020, na sede do MT-PAR, localizada na Av. Hélio Hermínio Ribeiro Torquato, S/N, Edifício Ernandy Maurício Baracat Arruda “Nico Baracat”, Centro Político Administrativo. Mais informações pelo telefone: (65) 3622-0313.

 

 

 

 

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana