conecte-se conosco


Mulher

21 dicas de como se masturbar e sentir mais prazer sozinha

Publicado

source

Women's Health

Está procurando dicas de como se masturbar ? Se você está estressada, excitada e/ou entediada, o que uma garota deve fazer? Se masturbar, é claro! Para iniciantes, a prática não é apenas boa. “A masturbação libera estresse e ansiedade”, diz Leah Millheiser, MD, professora assistente clínica e diretora de medicina sexual feminina no Stanford University Medical Center .

Leia também: Minha primeira masturbação: passo a passo para se conhecer e chegar ao orgasmo

mulher com a mão na calcinha arrow-options
shutterstock

A masturbação feminina tem uma série de benefícios

“Sabemos que você obtém relaxamento total do corpo após um orgasmo, o que é ótimo para quem está tenso”, acrescenta ela. “A masturbação também aumenta o fluxo sanguíneo para os órgãos genitais, o que é importante porque ele mantém a vagina saudável”. Em outras palavras, a masturbação traz muitos benefícios e você provavelmente deve adicioná-la à sua rotina.

Além disso, outro benefício da masturbação é que a performance solo é muito boa para a sua vida sexual de diversas maneiras. Por um lado, pode ajudar você a ficar mais confortável na cama. “As pessoas que não se masturbam têm maior probabilidade de ter dificuldade em atingir o orgasmo com um parceiro”, explica Millheiser.

E se você trouxer seu parceiro para a ação, pode se sentir mais próxima dele – os orgasmos liberam ocitocina, um hormônio poderoso que faz você querer se relacionar com a pessoa ao seu lado, acrescenta ela.

Agora, tendo dito todos esses benefícios da masturbação, o único problema é não saber como começar a garantir que acabe da melhor forma. É claro que não há maneira certa ou errada de se masturbar (para cada vagina a uma!). Mas esses truques e dicas para se masturbar, aprovados por especialistas, não apenas ensinarão a melhor forma de você conseguir prazer, como também levarão o orgasmo para o próximo nível. Vamos lá:

1. Se olhe no espelho

mulher tirando calcinha arrow-options
shutterstock

Conhecer o próprio corpo é o primeiro passo para sentir prazer na hora da masturbação

Primeiro você precisa conhecer seu corpo. “É essencial que as mulheres sejam capazes de identificar sua anatomia”, diz Janet Brito, PhD, psicóloga licenciada e terapeuta sexual certificada em Honolulu. Eu sei que você provavelmente está pensando que isso é uma besteira mas para muitas mulheres isso faz a diferença.

Brito recomenda começar sua investigação à moda antiga: com um espelho de mão. Essa é a melhor maneira de ver como sua vulva realmente é e, ainda mais importante, identificar seu clitóris (também conhecido como seu melhor amigo). Para muitas mulheres, o clitóris – lar de cerca de 15.000 terminações nervosas (!) – é onde a mágica da masturbação acontece.

Ou seja, depois de encontrá-lo (é mais fácil falar do que fazer – basta perguntar ao seu ex). Do lado de fora, tudo o que você poderá ver é a parte externa do clitóris – um retalho de pele que se retrai durante a excitação sexual – e a glande do clitóris, um pequeno nó em forma de botão.

Mas isso é apenas a ponta do iceberg orgástico.

2. Diga “oi” para todas as suas partes.

mulher tocando o corpo arrow-options
shutterstock

Não tenha vergonha de tocar o próprio corpo e explorar as diferentes regiões

Depois de terminar sua mini aula de sexo, Brito o incentiva a “tocar gentilmente e, com curiosidade, rotular as partes que parecerem mais sensíveis, estimulantes, delicadas e desconfortáveis”. Não deixe de explorar todas essas partes do seu corpo para descobrir o que é bom e o que é apenas um “mais ou menos”.

3. Defina o humor

velas arrow-options
shutterstock

Preparar o ambiente para deixá-lo mais aconchegante pode tornar o momento mais prazeroso

Você acende velas, estreia sua boa lingerie e coloca sua playlist favorita de sexo quando está prestes a entrar em contato com outra pessoa; então, por que não fazer o mesmo esforço na hora de se masturbar? Essa é uma das dicas para se masturbar: você deveria, diz Brito. “Comece criando um espaço relaxante e confortável em sua casa, cheio de privacidade e livre de interrupções”, ela sugere. Afinal, é meio difícil se sentir sexy se o seu quarto estiver coberto de roupas sujas e bagunça!

4. Concentre-se na tarefa em questão

mulher deitada na cama arrow-options
shutterstock

Desligar-se do que está acontecendo fora dali é muito importante para conseguir sentir prazer

Masturbação é o “tempo para mim”. Então, faça o seu melhor para fingir que o mundo exterior não existe (adeus, telefone) e sintonize o que está acontecendo dentro do seu corpo. “Uma mulher que pode praticar a atenção plena tem muito mais chances de atingir o orgasmo mais cedo”, diz Millheiser. “Enquanto se masturba, se você achar que sua mente está vagando, reconheça isso e traga-a de volta para o foco.”

Leia Também:  Quer cortar franja e está em dúvida? Veja dicas para não se arrepender do visual

Mas “você não precisa se esquecer do orgasmo”, diz Nan Wise, PhD, psicoterapeuta licenciada e terapeuta sexual certificada, cujo estudo Atividade Cerebral Exclusiva ao Orgasmo em Mulheres, observa que o cérebro é estimulado pelo orgasmo. Em vez disso, ela sugere “prestar atenção às sensações” – não muito diferente de como você presta atenção à respiração quando medita.

Isso porque usar sua mente para se concentrar no prazer pode melhorar seriamente o seu orgasmo. (E esse é o ponto principal.)

5. Tranque a porta

porta arrow-options
shutterstock

Lembre-se de garantir a sua privacidade

Este pode parecer óbvio, mas muitas pessoas ignoram. Trancar a porta, mesmo que você esteja sozinho em casa, pode ajudá-lo a se concentrar no tempo de jogo, limpando seu cérebro de qualquer preocupação de alguém entrar de repente.

Leia também: Quais os benefícios do orgasmo? Educadora explica e dá dicas de como chegar lá

6. Toque na sua deusa interior

pernas arrow-options
shutterstock

Deixe de lado as inseguranças! É hora de curtir o momento sozinha

Todo mundo tem problemas de autoestima quando se trata de seus corpos. Deixe isso pra lá, especialmente quando você estiver se masturbando! Concentre-se na sensualidade de suas curvas e em como seu corpo é capaz de sentir prazer, em vez de se concentrar em partes com as quais você não está totalmente satisfeito.

7. Use sua imaginação

mulher arrow-options
shutterstock

A imaginação pode te levar longe na hora da masturbação e garantir bons orgasmos

“Toda mulher tem uma fantasia diferente”, diz Millheiser. “Não precisa ser sobre você e seu parceiro também.” Também não precisa ser sobre chicotes e correntes ou qualquer coisa que você possa ter lido em romances eróticos ou visto em filmes pornôs, a menos que você goste. “Este é o momento de descobrir o que te excita – e não se julgar”, explica Brito. Então deixe sua imaginação correr solta e veja aonde isso te leva.

Algumas mulheres até fantasiam estar com outra mulher, diz Millheiser. Isso é totalmente normal – e não é surpreendente, considerando que muitas mulheres heterossexuais gostam de ver pornô lésbico.

Falando nisso, se você é lésbica e se masturba pensando em um homem, isso também é normal. “Não importa qual seja a sua fantasia, você não precisa questionar sua sexualidade”, diz Millheiser.

8. Experimente artifícios visuais

celular arrow-options
shutterstock

Estímulos visuais podem ajudar na masturbação

Se a sua imaginação não está dando certo (não se preocupe), não há razão para não ir além: pornô, um filme sexy… às vezes, a melhor maneira de superar as distrações é dar a si mesmo uma cena direta para assistir. Homens fazem isso… você também pode!

9. Lubrifique-se

lubrificante arrow-options
shutterstock

O lubrificante é o seu aliado na masturbação

Lubrificante é ótimo para sexo, então sim, também é útil para masturbação. Isso é especialmente verdadeiro se você estiver tomando pílulas anticoncepcionais, que podem causar secura vaginal, diz Millheiser. Ficar molhado é uma parte muito importante da masturbação porque “torna a estimulação dos órgãos genitais muito mais confortável”.

Não acredita em mim? Um estudo descobriu que 50% das pessoas disseram que o lubrificante tornava mais fácil o orgasmo. Se a secura é realmente um problema para você e você não está usando um brinquedo sexual de silicone, tente lubrificantes à base de silicone, que duram mais e reduzem o atrito, diz Millheiser. Mas se você está apenas procurando um pouco de umidade extra para se divertir siga uma fórmula à base de água.

10. Comece com os dedos

masturbação arrow-options
shutterstock

Use os dedos para começar a explorar o seu corpo

“Começar com os dedos é a melhor maneira de praticar a masturbação”, diz Millheiser. “Especialmente se você estiver nos estágios iniciais, você quer conhecer as áreas do seu corpo que o fazem vibrar”. Além disso, você também simulará a sensação dos dedos de um parceiro ao redor da vagina, o que pode ajudá-lo a adotar a mentalidade correta. A partir daí, você pode criar a sensação de outras maneiras.

Leia Também:  Horóscopo do dia: previsões para 1 de dezembro de 2019

11. Brinque com posições

mulher na cama arrow-options
shutterstock

Que tal tentar uma nova posição na hora de se masturbar?

Você muda de posição no sexo, então por que não quando se masturba também? “Não existe uma posição que funcione para todos. Você precisa experimentar e encontrar o que é certo para você”, diz Millheiser.

Algumas pessoas gostam de esfregar o clitóris contra a cama, enquanto outras gostam de deitar de costas. Alguns gostam de manter os joelhos dobrados; outros gostam de esticar as pernas retas, e outros ainda gostam de levantar as pernas em forma de V. Não importa qual é o seu gosto pessoal – mas você não saberá até tentar.

12. Mude sua técnica de masturbação

vibrador arrow-options
shutterstock

Usar um vibrador é uma maneira de sentir prazer com diferentes estímulos

Só porque você está sozinho, não significa que a masturbação deva ser entediante. Para evitar cair nessa armadilha, seja legal em tentar algo novo. Sempre de costas? Vire. Sempre use suas mãos? Tente um brinquedo. Sempre na cama? Tente em uma cadeira. As opções são infinitas.

13. Leve sua sessão solo para o chuveiro

mulher banho arrow-options
shutterstock

Na hora do banho, o chuveirinho poderá garantir bons orgasmos

O chuveirinho pode se tornar seu novo melhor amigo. Segundo Millheiser, muitas mulheres atingem o orgasmo apontando o fluxo de água para o clitóris. “Pense no que está fazendo”, explica ela. “É como um vibrador rápido e fácil – aquela sensação pulsante na área mais sensível do corpo humano”. (Sem mencionar que é agradável e quente.)

14. Experimente a penetração

vibrador arrow-options
shutterstock

Para quem gosta de penetração, o vibrador pode fazer isso na masturbação

“Enquanto algumas mulheres preferem a estimulação suave do clitóris, outras preferem a penetração, ou uma combinação dos dois”, diz Brito. Se você acabou de começar a tentar se masturbar, tente também a masturbação penetrante – usando os dedos, um vibrador ou um vibrador de forma fálica – para ver se você gosta.

15. Tente usar brinquedos

brinquedos eróticos arrow-options
shutterstock

Os brinquedos eróticos dão um toque especial à masturbação

Hoje em dia, a maioria dos vibradores é feita especificamente para oferecer a estimulação do clitóris que você deseja. De vibradores de bala a varinhas mágicas (que, sim, estão à altura do nome), há várias opções para você tentar.

16. Mova seu corpo

mão dentro da calcinha arrow-options
shutterstock

Mexer o corpo faz toda a diferença para conseguir sentir mais prazer

Por mais tentador que seja fazer com que seu brinquedo faça todo o trabalho pesado, especialmente quando você está cansado e se masturbando para sair ou antes de dormir, tente colocar seu corpo nele. Balance os quadris ao ritmo da vibração ou mova a pélvis em um movimento circular. Isso ajudará você a permanecer presente e maximizar todas as sensações que estiver sentindo.

17. Provoque-se

orgasmo arrow-options
shutterstock

A provocação pode te deixar mais excitada e contribuir para um orgasmo mais intenso

Chegar ao orgasmo durante a masturbação não significa que você sempre precisa acelerar Existe uma técnica conhecida como “afiação”, que basicamente envolve a masturbação para aumentar a tensão sexual em suas zonas erógenas e depois recuar um pouco antes de você chegar ao clímax. Wise diz que essa é uma maneira sólida de atrair o prazer antes do grande final.

18. Adicione masturbação ao menu com mais frequência

mulher na cama arrow-options
shutterstock

Uma, duas, três… Quanto mais você se masturba, mais tem os benefícios da prática

Um estudo descobriu que as mulheres se envolvem com a prática individual pelo menos uma vez por semana – mas você merece uma segunda (ou até mais). Porque, quanto mais você se masturba, mais você quer se masturbar.

Benefício da masturbação bônus: descobriu-se que a masturbação te deixa de bom humor e ajuda a dormir melhor também. E ao contrário de uma massagem corporal relaxante, isso tudo acontece de graça.

19. Combine vários tipos de estimulação

masturbação arrow-options
shutterstock

Estimule diferentes partes do seu corpo para sentir mais prazer

“O todo é maior que a soma de nossas partes sexuais”, diz Wise. Tradução: combinar estímulo de várias zonas erógenas (por exemplo, clitóris, vagina, colo do útero, mamilo, parte interna das coxas e ânus) pode resultar em um prazer agudo “Permita-se deitar e deixar suas mãos vagarem”, aconselha Brito.

Você nem precisa ir direto a vulva. Você pode ter orgasmos tocando seus mamilos e estimulando seu ânus, ou talvez através de uma mão em seu peito e outra dentro de você.

20. Leve o tempo que precisar

relógio arrow-options
shutterstock

Deixe o relógio de lado! A masturbação não pode ter hora marcada

Ao contrário do sexo com pênis e vagina, que pode começar a ficar desconfortável depois de um tempo, tocar em si mesmo pode ser facilmente uma prática para o dia todo. Permita-se levar o tempo que for necessário para mover os dedos, trocar de posição e todas as outras coisas porque isso tudo é sobre você. Não se apresse.

21. Aproveite o passeio

mulher arrow-options
shutterstock

Relaxe e curta o momento! Esse é o segredo para a masturbação

Wise diz que a parte mais importante da masturbação é simplesmente “saborear a sensação” e não começar já com a intenção do orgasmo . “Estar na experiência é fundamental”, diz ela.

Como no sexo e nos relacionamentos, é melhor não se masturbar com nenhuma expectativa – até mesmo atingir o orgasmo – porque isso pode fazer você se sentir ansioso, diz Brito.

Ainda assim, se você estiver enlouquecendo porque nada está “acontecendo”, especialmente durante sua primeira tentativa, isso é totalmente normal. Lembre-se de que você não precisa impressionar ninguém. Seu único trabalho é “se concentrar em descobrir o que lhe parece mais agradável”, diz ela. Leve o seu tempo, e apenas sinta-se. Literalmente.

Fonte: IG Delas
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mulher

Horóscopo do dia: previsões para 14 de dezembro de 2019

Publicado

source
mandala arrow-options
Marcelo Dalla

O horóscopo do dia apresenta a previsão para o seu signo e ascendente


Leia também: Quer saber como será sua vida amorosa em 2020? Veja a previsão para o seu signo

ÁRIES 

Família, intimidade, tranquilidade e acolhimento são importantes com a Lua em Câncer. A sensibilidade ganha destaque. Procure cuidar de seu equilíbrio emocional e energético. A Lua desafia Vênus, Saturno e Plutão durante o dia, não é um bom momento para discutir a relação e fazer acusações. É bom programar atividades físicas. Você pode dedicar-se a tarefas que ponham sua emoção e sensibilidade mental em movimento: meditar, ouvir música suave ou buscar o contato com a natureza. 

TOURO 

Período de cunho mais intimista, com a Lua minguante em Câncer. Recolhimento, intimidade e afeto ganham destaque. Não é um bom dia para grandes discussões. A Lua confronta Vênus e Plutão, cuidado pra não exagerar nas demonstrações de carência, nas disputas de poder e nas cobranças. Suas habilidades sociais devem ser cultivadas para que possa avançar e somar forças. Você pode também mergulhar mais fundo na alma, encontrar respostas sobre questões importantes, investigar e elucidar enigmas.

GÊMEOS 

Com Lua em Câncer, é melhor dedicar-se aos assuntos mais domésticos e familiares. Dá mais vontade de fica em casa, contar ou ouvir histórias, estreitar os laços de afeto com quem ama, de cultivar um clima intimista e cultivar segurança emocional. Procure desacelerar e amadurecer as ideias, aperfeiçoar sua comunicação. Durante o dia é importante se resguardar, evitar críticas, confrontos e discussões. Evite também acumular compromissos ou lidar com vários assuntos ao mesmo tempo. O astral melhora à noite.

CÂNCER 

Procure estar entre pessoas queridas, que o apoiam. Com a Lua em seu signo, você fica emocionalmente mais suscetível e instável. A preferência vai para o que é mais seguro, simples e intimista. Tome cuidado com carências excessivas. A Lua desafia vários planetas durante o dia, melhor deixar assuntos delicados para outro período. Aproveite para movimentar o que estava estagnado, renovar os sentimentos, doar, reciclar ou jogar fora o que não serve mais. Vale também programar um belo passeio.

Leia Também:  6 dicas de decoração baratas para mudar os ambientes sem precisar gastar muito

LEÃO

A Lua segue em Câncer, melhor deixar a vida fluir. Período ideal para programas mais intimistas, conte com mais sensibilidade, receptividade e inspiração. Não é bom forçar situações e decisões, não deixe que os sentimentos destrutivos falem mais alto. Continue atento para as questões do ego para serem trabalhadas: poder, orgulho, arrogância, agressividade e vaidade devem ser deixados de lado para evitar inimizades ou prejuízos. Conte com mais intuição para importantes compreensões também. 

VIRGEM 

Mil assuntos, aprendizados e ideias continuam em pauta. Mas é melhor ponderar, evitar a pressa, o desgaste energético e as ações precipitadas. Vale programar encontros, investir no lazer e nas atividades artísticas. Continue a investir no equilíbrio em suas relações e negociações. Por hoje, é bom deixar as cobranças e os assuntos mais complicados de lado. Ir ao cinema, a uma exposição de arte, ouça boa música. Ao expandir seus contatos e fazer amigos, novas oportunidades podem surgir. 

LIBRA 

Invista na força de vontade, na vontade de curar e melhorar a vida. Vênus segue junto com Plutão, é tempo de transformar, revitalizar, restaurar, reconstruir, superar velhas limitações para crescer. Mas hoje a Lua confronta estes dois planetas, o cuidado deve ser redobrado ao tocar em assuntos delicados. Todos estão mais sensíveis, inclusive você. Procure colocar sua alma em tudo o que fizer. Procure também cultivar carinho, atenção e disponibilidade. Essas atitudes podem abrir caminhos e fazer toda a diferença.

ESCORPIÃO 

É recomendável buscar informações edificantes, bons aprendizados, boas conversas e a companhia de pessoas positivas. Com a Lua em Câncer, vale passar mais tempo em casa, junto de quem ama. Exercícios de relaxamento e boa música podem fazer milagres. A Lua confronta Vênus, Saturno e Plutão: observe onde há orgulho, ambição, intolerância ou rigidez excessiva. Esteja aberto para mudar de ideia, cultivando a flexibilidade. É importante também que saiba se adaptar às circunstâncias, sem querer controlar tudo e todos. 

Leia Também:  Horóscopo do dia: previsões para 1 de dezembro de 2019

SAGITÁRIO 

É tempo de priorizar seu equilíbrio emocional, com a Lua em Câncer. Vale reservar momentos de recolhimento, com muita arte e a companhia das pessoas queridas. Mas este equilíbrio deve ser obtido de dentro pra fora. Cultive harmonia interior e ela se refletirá no mundo externo, em suas relações. Basta predisposição para se conhecer melhor, ouvir, compreender, perdoar e fazer algumas concessões, se for preciso. Vale também fugir da rotina e fazer algo diferente, um pouco de aventura também cai muito bem.

CAPRICÓRNIO 

É tempo de limpar seu coração, jogar fora velhos sentimentos, mágoas e rancores, aprimorar, restaurar, resgatar, curar. Desde assuntos financeiros, até físicos, energéticos e emocionais. Júpiter segue em seu signo, trazendo nova motivação. Período ideal para revisões e análises de um ciclo solar que vai chegando ao fim. Tudo o que possa trazer renovação está favorecido. Com a Lua em Câncer, é melhor desacelerar o passo, evitar ações precipitadas ou atitudes agressivas. Previra atividades de cunho mais introspectivo.

AQUÁRIO 

Vale dedicar-se a atividades mais criativas, artísticas e introspectivas. Com a Lua em Câncer, vale também dedicar-se aos assuntos de cunho afetivo e emocional. Enquanto isso, Júpiter segue em harmonia com Urano, inspirando a vontade de renovar a vida. Bom momento para revirar armários e gavetas, jogar fora tudo o que não serve mais, abrindo espaço para novos sentimentos e oportunidades. Você pode programar algo inovador pra fazer. Conhecer lugares diferentes ou fazer novas amizades.

PEIXES

A sensibilidade é despertada para provocar curas, transformações e mudanças. A Lua segue em Câncer: intuição e sensibilidade ficam à flor da pele, aproveite para agir com mais docilidade. É tempo de seguir seu coração, ser fiel aos seus sonhos, envolver-se com mais paixão em seus planos e projetos. Bom período para conclusões e análises. Aproveite também para relaxar, cultivar momentos de introspecção, avaliar o que deve ser deixado para trás para que possa viver com mais liberdade e alegria. 

Fonte: IG Delas
Continue lendo

Mulher

Ioga beneficia o cérebro da mesma forma que exercícios aeróbicos

Publicado

source

Planeta

Os cientistas sabem há décadas que o exercício aeróbico fortalece o cérebro e contribui para o crescimento de novos neurônios, mas poucos estudos examinaram como a ioga afeta o cérebro. Uma revisão da ciência feita por pesquisadoras americanas encontra evidências de que a ioga aprimora muitas das estruturas e funções cerebrais que se beneficiam do exercício aeróbico.

ioga arrow-options
shutterstock

Prática regular da ioga também é um exercício para o cérebro

Leia também: Praticar ioga em casa é simples e rápido; veja o passo a passo

A revisão, publicada na revista “Brain Plasticity”, concentrou-se em 11 estudos sobre a relação entre a prática de ioga e a saúde do cérebro. Cinco dos estudos envolveram indivíduos sem experiência na prática de ioga em uma ou mais sessões por semana, durante um período de 10 a 24 semanas, comparando a saúde do cérebro no início e no fim da intervenção. Os outros estudos mediram as diferenças cerebrais entre indivíduos que praticam ioga regularmente e aqueles que não praticam.

Cada um dos estudos usou técnicas de imagem cerebral, como ressonância magnética, ressonância magnética funcional ou tomografia computadorizada de emissão de fóton único. Todos envolviam hatha yoga, modalidade que inclui movimentos corporais, meditação e exercícios respiratórios.

“Desses 11 estudos, identificamos algumas regiões cerebrais que surgem consistentemente e, surpreendentemente, não são muito diferentes do que vemos com a pesquisa de exercícios”, disse Neha Gothe, professora de cinesiologia e saúde comunitária da Universidade de Illinois, que liderou a pesquisa com Jessica Damoiseaux, professora de psicologia da Universidade Estadual Wayne.

Aumento no hipocampo

“Por exemplo, vemos aumentos no volume do hipocampo com a prática de ioga”, disse Gothe. Muitos estudos analisando os efeitos cerebrais do exercício aeróbico mostraram um aumento semelhante no tamanho do hipocampo ao longo do tempo, ressaltou ela.

Leia Também:  Rock In Rio: as produções mais descoladas para você se inspirar

O hipocampo está envolvido no processamento da memória e é conhecido por diminuir com a idade, disse Gothe. “É também a estrutura que é afetada pela primeira vez na demência e na doença de Alzheimer.”

Embora muitos dos estudos considerados sejam exploratórios e não conclusivos, a pesquisa aponta para outras importantes alterações cerebrais associadas à prática regular de ioga, disse Damoiseaux. A amígdala, uma estrutura cerebral que contribui para a regulação emocional, tende a ser maior em praticantes de ioga do que em seus pares que não praticam ioga. O córtex pré-frontal, o córtex cingulado e as redes cerebrais, como a rede de modo padrão, também tendem a ser maiores ou mais eficientes naqueles que praticam ioga regularmente.

“O córtex pré-frontal, uma região do cérebro logo atrás da testa, é essencial para planejar, tomar decisões, realizar várias tarefas, pensar em suas opções e escolher a opção certa”, disse Damoiseaux. “A rede de modo padrão é um conjunto de regiões do cérebro envolvidas no pensamento sobre si mesmo, planejamento e memória.”

Leia também: Saiba como funciona uma aula de ioga com tecido e como ela pode te ajudar

Mecanismos desconhecidos

Como a amígdala, o córtex cingulado faz parte do sistema límbico, um circuito de estruturas que desempenha um papel fundamental na regulação emocional, aprendizado e memória, disse ela.

Os estudos também descobriram que as alterações cerebrais observadas em indivíduos praticantes de ioga estão associadas a um melhor desempenho em testes cognitivos ou medidas de regulação emocional.

A descoberta de que a ioga pode ter efeitos semelhantes no cérebro aos exercícios aeróbicos é intrigante e merece mais estudos, disse Gothe.

“A ioga não é aeróbica por natureza, então deve haver outros mecanismos que levem a essas alterações cerebrais”, disse ela. “Até agora, não temos evidências para identificar quais são esses mecanismos.”

Leia Também:  Confira dicas valiosas de 6 grandes empresários antes de começar um negócio

Ela suspeita que melhorar a regulação emocional é a chave para os efeitos positivos da ioga no cérebro. Estudos vinculam o estresse em humanos e animais ao encolhimento do hipocampo e ao pior desempenho em testes de memória, por exemplo, disse ela.

Gerenciamento de estresse

“Em um dos meus estudos anteriores, estávamos analisando como a ioga altera a resposta ao estresse do cortisol”, disse Gothe. “Descobrimos que aqueles que praticaram ioga por oito semanas tiveram uma resposta atenuada do cortisol ao estresse, associada a um melhor desempenho nos testes de tomada de decisão, troca de tarefas e atenção.”

A ioga ajuda as pessoas com ou sem transtornos de ansiedade a gerenciar seu estresse, disse Gothe.

“A prática de ioga ajuda a melhorar a regulação emocional para reduzir o estresse, ansiedade e depressão”, disse ela. “E isso parece melhorar o funcionamento do cérebro.”

Leia também: Saiba por que praticar ioga em uma sala a 40ªC pode ser uma boa para o seu corpo

As pesquisadoras dizem que há uma necessidade de mais – e mais rigorosas – pesquisas sobre os efeitos da ioga no cérebro. Elas recomendam grandes estudos de intervenção que envolvam os participantes na ioga por meses, comparem grupos de ioga com grupos de controle ativo e meçam alterações no cérebro e desempenho em testes cognitivos usando abordagens padrão que permitam comparações fáceis com outros tipos de exercício.

“A ciência aponta que a ioga é benéfica para a função cerebral saudável, mas precisamos de estudos de intervenção mais rigorosos e bem controlados para confirmar essas descobertas iniciais”, disse Damoiseaux.

Fonte: IG Delas
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana