conecte-se conosco


Mato Grosso

1.001 consumidores são premiados no sorteio desta segunda-feira (10)

Publicado


.

A Secretaria de Fazenda (Sefaz) realizou na manhã desta segunda-feira (10.08), mais um sorteio do Programa Nota MT, contemplando 1.001 consumidores com prêmios de R$ 500 e R$ 10 mil. Dos premiados com R$ 10 mil, três são moradores de Cuiabá, um reside em Sinop e o outro em Barra do Garças. Confira o resultado do sorteio por ganhador e por município

Vão receber o prêmio de R$ 10 mil: Anderson Spinelli Pimenta, Paulo Roberto Figueiredo Moraes e Tulio Eduardo de Oliveira Lima, de Cuiabá; Juliano André Marini Bessa (Sinop) e Valtemar Pereira Dias (Barra do Garças). Essa é a primeira vez em que os ganhadores do valor máximo mensal são todos homens.

Os demais 996 consumidores foram contemplados com prêmios de R$ 500. Quatro pessoas vão receber R$ 1.000, pois tiveram dois bilhetes eletrônicos sorteados. Além dos cidadãos mato-grossenses, dois moradores de Goiás, um de São Paulo e um de Mato Grosso do Sul pediram o CPF na nota em compras realizadas no Estado e foram sorteados.

O Nota MT possui usuários cadastrados e ganhadores em todos os 141 municípios do Estado. A amplitude do Programa foi um dos pontos destacados pela secretária Adjunta de Atendimento ao Contribuinte, Maria Celia de Oliveira Pereira. “Entre os sorteados verificamos uma pulverização em todo o estado e que o interior está solicitando o CPF na nota. Isso demonstra a credibilidade que a sociedade tem no Nota MT, que é um Programa sério e que realmente premia os sorteados”, afirma a secretária adjunta.

Além de premiar o consumidor, o Programa Nota MT é uma ação de cidadania e educação fiscal que tem o objetivo de conscientizar a população sobre a importância de exigir a nota fiscal ao realizar uma compra. Isso porque ao pedir o documento, o consumidor auxilia no combate à sonegação de impostos e contribui para o aumento da arrecadação estadual.

“O cidadão é o maior guardião da legalidade no que se refere ao recolhimento dos impostos. É ele que vai lá que adquire o produto e quando ele pede a nota fiscal ele garante que aquele tributo imbuído no preço que ele pagou chegue aos cofres do estado e seja revertido em políticas públicas. E quando ele também exige o CPF na nota ainda concorre aos prêmios do Nota MT”, explica Maria Celia.

Os números dos bilhetes sorteados nesta segunda-feira (10) tiveram como base o resultado da Loterial Federal de sábado (08). Ao todo, estavam concorrendo aos prêmios 1.364.688 bilhetes eletrônicos, gerados a partir de notas fiscais emitidas com CPF o consumidor entre 1º e 31 de julho.

Próximo sorteio

Na próxima segunda-feira (17) será realizado outro sorteio mensal, referente ao mês de março. O concurso, que estava programado para acontecer no dia 09 de abril, foi suspenso pela Sefaz após a Caixa Econômica interromper temporariamente a Loteria Federal em razão da pandemia da Covid-19.

Neste sorteio estarão concorrendo 1.719.074 bilhetes eletrônicos emitidos a partir das notas fiscais com CPF geradas entre 1º e 31 de março.

Até o final do ano, conforme estabelecido pela Sefaz, o Programa Nota MT fará dois sorteios por mês. Confira as próximas datas:

Agosto

17.08- Sorteio mensal de março

Setembro

14.09 – Sorteio mensal de agosto

21.09 – Sorteio especial da Primavera

Outubro

08.10 – Sorteio mensal de setembro

15.10 – Sorteio mensal de abril

Novembro

12.11 – Sorteio mensal de outubro

19.11 – Sorteio mensal de maio

Dezembro

10.12 – Sorteio mensal de novembro

17.12 – Sorteio especial de Natal

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Inauguração da nova sede da Seduc dá início à virada na educação de Mato Grosso

Publicado


O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, entregou na manhã desta quarta-feira (30.09) a nova sede da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Com investimentos na ordem de R$ 7,8 milhões, o novo prédio passou por reparos e adequações, recebeu mobiliários e equipamentos novos, garantindo a melhoria do ambiente de trabalho dos 650 profissionais da educação que atuam na sede.

Mauro Mendes destacou que, por décadas, os profissionais da educação estiveram em um ambiente de trabalho com espaços inadequados e sem planejamento, assim como ainda acontece com vários prédios da administração pública estadual. Porém, algumas delas já estão passando por reformas e adequações.

“Estamos oportunizando que as nossas secretarias e órgãos possam criar um ambiente de trabalho motivador, estimulante e capaz de inspirar as pessoas, pois elas passam oito horas por dia, e as vezes até mais que isso, dentro desses espaços. Um ambiente correto, planejado, que motiva e que inspira pode fazer com que qualquer profissional produza muito mais que 30%”.

O governador destacou ainda que, assim como o prédio da Seduc, centenas de escolas em todo o estado também estão passando por melhorias na infraestrutura. São R$ 150 milhões investidos na infraestrutura, segundo Mauro Mendes, isso é apenas parte de tudo o que ainda está por vir na educação de Mato Grosso.

“No próximo ano teremos o maior investimento da história da educação pública desse estado. Vamos destinar R$ 550 milhões para investir exclusivamente na educação de Mato Grosso. Vamos continuar fazendo obras, mas o grande objetivo é focar no pedagógico e garantir a melhoria do ensino lá na ponta”, destacou.

A nova sede da Seduc passou a funcionar no antigo prédio da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), também no Centro Político Administrativo. O espaço passou por reparos e adequações, incluindo hidráulica, elétrica, revestimento, impermeabilização, readequação das divisões de ambiente e pintura. Em uma área total de 10.918 metros quadrados, as melhorias incluem ainda troca de mobiliários, equipamentos e climatização.

A secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, ressaltou que esse é um momento único para todos e a entrega da nova sede da Seduc representa o novo modelo de gestão a ser adotado em Mato Grosso, ou seja, aquele que respeita o servidor público e oferece melhores condições de trabalho.

“É uma honra estarmos reunidos aqui hoje para entregarmos a nova sede da Seduc à sociedade e aos profissionais da educação. Aqui teremos um ambiente propício para o processo de trabalho de todos os profissionais da educação, mais digno, com conforto e dando a garantia de que tenham um espaço apropriado e adequado para o fazer pedagógico”.

A gestora da pasta da Educação lembrou que a Seduc passou por muitos desafios e momentos difíceis nos dois últimos anos, como a greve dos professores em 2019, a pandemia do coronavírus este ano e uma crise financeira. Mas, que essa entrega representa o início da grande virada na educação de Mato Grosso. “Temos como meta principal a evasão zero e a gestão dez e vamos buscar a excelência na educação”, observou.

O deputado estadual, Wilson Santos, destacou que em sua concepção apenas duas coisas transformam o ser-humano, Deus e a Educação. “Só é possível crescer se tivermos a oportunidade de educação. Hoje, praticamente universalizamos o acesso à educação, o desafio agora é a qualidade, pois educação faz a diferença e Mato Grosso merece esses investimentos”.

Os profissionais da educação, também comemoraram o novo espaço da Seduc. “Hoje trabalhei chorando, não de tristeza e sim de alegria, porque quando ia a reuniões em outros órgãos ou secretarias sempre saia triste de lá, porque via lugares bonitos e a nossa a Seduc tão feinha. Isso tudo ficará gravado em meu coração e jamais esquecerei esse momento”, disse a técnica da Seduc Tânia Maciel.

O assessor pedagógico de Várgea Grande, José Carlos Cunha, ressaltou que a nova sede da Seduc realmente é o início para a virada na educação do Estado. “Nós assessores estamos muito felizes com essas melhorias e vamos trabalhar juntos para elevar os nossos índices educacionais. Daqui por diante vamos lutar ainda mais para que Mato Grosso se projete como a melhor educação do país, formando grandes cidadãos e profissionais através do estudo”.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Sinfra apresenta relatório de execução de obras rodoviárias à Assembleia Legislativa

Publicado


O secretário de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), Marcelo de Oliveira, apresentou aos deputados estaduais, nesta quarta-feira (30.09), um relatório das obras rodoviárias em andamento, executadas diretamente  pelo Governo do Estado e por meio de convênios e parcerias com prefeituras, associações e consórcios intermunicipais. Somente com as obras de pavimentação e restauração em Mato Grosso, são 2,2 mil quilômetros de rodovias que recebem as melhorias.

Os dados foram apresentados aos deputados estaduais durante a reunião da Comissão de Infraestrutura Urbana e Transporte da Assembleia Legislativa, a convite do presidente da comissão, deputado Valmir Moretto. O objetivo foi dar transparência a respeito dos investimentos, obras e melhorias em infraestrutura rodoviária executadas pelo Governo do Estado.

De acordo com o secretário Marcelo de Oliveira, estão em andamento 46 obras de pavimentação, totalizando mil quilômetros, outras 27 obras de restauração e revitalização, em uma extensão de 1,2 mil quilômetros, além de 139 pontes de concreto. 

Essas obras são executadas diretamente pelo Governo do Estado em todas as cinco regiões de Mato Grosso – Araguaia, Xingu, Centro-Norte, Baixada Cuiabana, Sudoeste e Noroeste – utilizadas pela Sinfra para aplicação de investimentos em infraestrutura. 

Somente no Araguaia estão em andamento 51 obras, sendo 312 quilômetros em obras de asfaltamento, 124 quilômetros de restauração e mais 36 pontes de concreto.  Os municípios diretamente beneficiados são Cocalinho, Nova Nazaré, Paranatinga, Canarana e Querência, por exemplo.

“Apresentamos aos deputados um relatório que mostra que o Estado está sendo consertado. Tem um Estado que, como foi mostrado, está executando mais de 1 mil quilômetros de pavimentação, mais de 1,2 mil quilômetros de restauração e com obras que ainda vamos assinar para dar início. Nós temos que ser diferentes, o governo tem que ser diferente. Para arrumar o Estado, nós temos que ser corajosos, temos que fazer as coisas. E isso não falta ao governador Mauro Mendes”, disse o secretário.

Já em parceria com as associações de produtores rurais, as chamadas PPP Sociais, estão em andamento duas obras de pavimentação, totalizando 79 quilômetros, nas cidades de Gaúcha do Norte e Santa Carmem. Essas parcerias foram formalizadas junto à Associação dos Beneficiários da Rodovia João Adão Scheeren e a Associação de Manutenção e Extensão da MT-129 (AMEX), respectivamente.

Além das PPP Sociais, o Governo executa obras também em parcerias com os consórcios intermunicipais e com as prefeituras. Somente neste primeiro semestre, foram formalizadas 40 parcerias e convênios para obras de pavimentação, construção de ponte de concreto, manutenção de rodovias pavimentadas, rodovias não-pavimentadas e reformas de pontes de madeira. As obras alcançam uma extensão de 7,4 mil quilômetros de diversas rodovias.

“Fizemos parcerias para fazer restauração de ponte de madeira, ponte de concreto, patrolamento, tapa-buraco, reperfilamento, microrevestimento, lama asfáltica, por exemplo. Foi muito importante a parceria com as prefeituras, com os consórcios e associações. Parceria hoje é o grande ganho do Estado de Mato Grosso e, se Deus quiser, essa parceria veio para ficar, pois você tem os consórcios, as prefeituras fiscalizando e executando, e tem também os moradores. Não temos desperdício de dinheiro público”, explicou o secretário.

Marcelo de Oliveira destacou ainda os programas de concessão lançados pelo Governo de Mato Grosso para execução de serviços de conservação, recuperação, manutenção e implantação de melhorias nas rodovias estaduais. As concessões ocorrerão por meio da iniciativa privada e também por meio de chamamento público junto a Organizações da Sociedade Civil sem fins lucrativos (OSCs).

O edital de concessão de três lotes de rodovias estaduais, totalizando 512 quilômetros, à iniciativa privada, bem como os editais de chamamento público para parceria pedagiada em um trecho de aproximadamente 409 quilômetros de rodovias já estão publicados.

Serão concedidos por meio de concessão comum 140,6 quilômetros da MT-130, no trecho de Primavera do Leste a Paranatinga, além das rodovias MT-246, MT-343, MT-358 e MT-480, nos trechos de Jangada a Itanorte, totalizando 233,2 quilômetros. Também serão concedidos 138,4 quilômetros da MT-220, no trecho entre Tabaporã e Sinop.

Já as parcerias pedagiadas compreendem um trecho de 310,9 quilômetros das rodovias MT-010, MT-249 e MT-235, em Diamantino, Nova Mutum e Campo Novo do Parecis, respectivamente. Além disso, preveem a parceria em outros 108,4 quilômetros da MT-480, em Tangará da Serra.

“Nós temos até hoje 931 quilômetros de editais publicados e só neste governo nós temos em execução 923 quilômetros de contratos vigentes de concessão. E estamos em modelagem para os próximos anos. Se conseguirmos fazer tudo isso, poderemos colocar mais de 2 mil quilômetros de rodovias em concessão e assim deixamos de fazer manutenção e podemos fazer pavimentação em outras rodovias”, disse.

Para o secretário, todos os investimentos feitos pelo Governo do Estado em ações de infraestrutura demonstram o empenho da atual administração em avançar com obras e melhorias em todo Mato Grosso.  “Não pude apresentar cidade por cidade, mas mostrei as ações por região. Mostrei claramente uma diferença muito grande do governo Mauro Mendes para outros governos. O governo Mauro Mendes não atua em uma só região, mas atua em todo o Estado de Mato Grosso”, encerrou.

Conforme o deputado Valmir Moretto, presidente da Comissão de Infraestrutura Urbana e Transporte da Assembleia Legislativa, as ações de infraestrutura apresentadas evidenciam o avanço que o Governo do Estado  tem  dado às questões de  infraestrutura em Mato Grosso.

“Quando se tem número vocês conseguem fazer a comparação. Nosso objetivo é levar a todo Estado e aos parlamentares tudo o que vai ser feito na sua região, até mesmo para verificar as prioridades contempladas e o que é preciso cobrar do Governo do Estado. Considero importante e agradeço o secretário Marcelo pela compreensão de trazer a transparência e publicidade de tudo que está sendo feito, planejado e onde está sendo planejado para que todos tenham ciência do seu trabalho”, afirmou.

Além de Moretto, participaram da reunião da comissão os deputados estaduais Dilmar DalBosco, Ondanir Bortolini, Doutor João, Carlos Avallone, Pedro Satélite, Valdir Barranco e Faissal Calil.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana