Força Aérea Nigeriana garante ter atingido e morto o líder o grupo extremista Boko Haram. Euronews/Portugal.

Comentários